Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Polícia israelense desliga-se da internet com medo de ataque virtual

A polícia de Israel ordenou que todos os escritórios que possui no país tivessem seus PCs desconectados da internet, após os agentes inteligência israelenses receberam uma ameça sobre um possível um ataque online.

Na quinta-feira (25), por volta das 10h30 (6h30 de Brasília, horário de verão), policiais israelenses determinaram que computadores deveriam ficar desconectados da internet e ficassem conectados interligados apenas na rede interna da corporação do país.

Foi repassado aos funcionários que além de não conectar a internet, eles não deveriam utilizar as entrada USBs, CDs ou DVDs nos PCs. Profissionais especializados em segurança da informação farão análises para descobrir se houve contaminação no sistema e se houve algum problema que pode ter gerado algum dano.

Há pouco tempo, o primeiro ministro do país, Binyamin Netanyahu, falou para o povo israelense que inimigos do país poderia ter intenção de gerar problemas à internet do país nacional. Ele chamou esses atos de um terrorismo virtual.

País recebeu ataque na semana passada
Ainda na quinta-feira (25), foi divulgado pela imprensa israelense que houve um ataque contra o sistema de informática do governo daquele país na última semana. Foram afetados neste ataque ministérios e órgãos oficiais, devido a um “cavalo de Troia” que foi enviado por e-mail com o nome de Benny Gantz que é chefe do Exército de Israel. O e-mail falava para que diplomatas do país fiquem alerta.

Irã acusou Israel de ataque há poucos dias
No início do mês, o governo do Irã disse que bloqueou um ataque aos computadores que estão nas plataformas de petróleo do país, e insinuou que Israel era o responsável por este ciberataque.

O Irã informa periodicamente que descobriu um novo vírus ou outros programas que causam algum problema ao computador em suas redes do governo e normalmente divide a culpa pelos ataques entre Israel e os EUA.

Navalbrasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário