Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 31 de março de 2014

Egípcio quer processar Israel por causa das pragas de Moisés

Egípcio quer processar Israel por causa das pragas de Moisés
Um ativista egípcio causou grande polêmica ao assinar sua coluna no jornal Al-Yawm Al-Sabi. O escritor Ahmad al-Gamal vai contra séculos de tradição dos muçulmanos e não nega a veracidade dos registros bíblicos sobre a libertação dos judeus com grande sinais feitos por Deus.
 
Pelo contrário, ele pede que sua nação processe o Estado de Israel, pedindo compensação pelas consequências das 10 pragas bíblicas. “Queremos ser compensados pelas pragas que foram infligidas sobre nós como resultado das maldições que antepassados dos judeus lançaram sobre os nossos antepassados. Eles não mereciam pagar pelo erro do governante do Egito na época, o Faraó”, afirmou ele.

Piada para alguns, o assunto gerou controvérsia entre aqueles que levaram o argumento a sério. O Egito passa por uma grave crise econômica e política, enquanto o vizinho Israel tem a democracia mais sólida do Oriente Médio e desfruta de estabilidade econômica há anos.

domingo, 30 de março de 2014

Quem trará a paz ao Oriente Médio?

É um engano ou uma provocação perigosa dizer que o Oriente Médio mergulhou num mar de conflitos inter-religiosos e interétnicos.

Já há muitos anos que, em vez de se lutar contra o desespero e a miséria, as autoridades locais preferem levar a cabo uma guerra infindável e desesperada com suas consequências inevitáveis que são as revoltas e o terrorismo.

O derrube dos regimes ditatoriais com o apoio das forças ocidentais não trouxe a mudança, o povo agora não vive melhor. A violência gerou mais violência. Em vez da resolução dos problemas socioeconómicos, se verificou apenas o reforço do aparelho repressivo.

A última cúpula da liga dos Estados Árabes demonstrou que a política dos EUA na região irrita até os seus aliados mais próximos. A OPEP não gosta que, ao controlar as exportações do petróleo iraquiano, os EUA façam baixar os preços do “ouro negro”. O Catar não vê com bons olhos que, ao desenvolver o seu projeto de gás de xisto, Washington queira expulsá-lo do mercado europeu do gás. Daí o resultado – a já esperada declaração que a guerra na Síria só pode ter uma solução política.

Futuro das negociações com palestinos será decidido nos próximas dias, diz Israel

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netahiahu, disse neste domingo (30) que o futuro das negociações de paz com os palestinos será decidida nos próximos dias. A declaração, publicada pela mídia israelense, é feita no momento em que o secretário norte-americano John Kerry se esforça para não romper o diálogo entre palestinos e israelenses. 

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.
REUTERS/Jonathan Ernst
O governo americano foi informado na sexta-feira que Israel não iria mais libertá-los. "Aconteça o que acontecer, não haverá acordo enquanto Israel não souber claramente o que vai ganhar em troca. E se houver um acordo, ele será submetido ao gabinete para aprovação", garantiu Netaniahu.

Neste domingo, durante encontro com os ministros do Likud (direita nacionalista), antes da reunião semanal de seu governo, Netaniahu não definiu um prazo para retomada das negociações. "Isso pode levar vários dias. Ou nos resolvemos o problema ou o processo (de paz) explodirá", garantiu.

Palestinos falam em chantagem

O presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, afirmou diversas vezes que não irá discutir uma eventual prorrogação das negociações de paz enquanto o último contingente de prisioneiros não for libertado. Um dos responsáveis do comitê central do Fatah, partido de Abbas, afirmou hoje que a sequência das discussões com os israelenses será discutida na segunda-feira (31), durante reunião dos dirigentes palestinos.

sábado, 29 de março de 2014

Estaria Roma tomando seu lugar na nova ordem mundial?: ''O Vaticano estaria disposto a mediar situações de Venezuela''

O porta-voz do Vaticano Federico Lombardi disse sexta-feira que a Santa Sé e Parolin "certamente estão dispostos e ansiosos para fazer o bem ao país o mais rápido possível."

O Vaticano estaria disposto a mediar a situação na Venezuela, de acordo com a Associated Press.

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro, quinta-feira aceitou a idéia de um mediador de boa-fé, a recusa da oposição do país sul-americano de diálogo.

Nesse sentido, ele citou o secretário de Estado do Vaticano, o cardeal Pietro Parolin, que até o ano passado era o núncio em Caracas. 

sexta-feira, 28 de março de 2014

“Superprofeta” visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país

Famoso por “chamar” chuva e prever tragédias, queniano reúne 10 mil em MS

“Superprofeta” visita o Brasil e alerta para invasão de insetos no país
O pastor David Owuor já foi chamado de “profeta da chuva” e de “superprofeta” por ter anunciado grandes tragédias, como os furações Katrina e Irene, que destruiu parte dos Estados Unidos, além do terremoto que, em 2010, devastou o Haiti, meses antes de ocorrerem. Na África é conhecido por “chamar” a chuva com suas orações.

“Em alguns eventos ele orou para chover e choveu. O mais conhecido foi em 2011, na Nigéria. Dez dias antes de uma conferência que faria, David começou a noticiar que haveria uma chuva na data. Ele registrou isso. Gravou em uma rádio local e colocou no Youtube. Era um período de seca. No dia da conferência foi uma grande multidão e, durante o evento, com sol escaldante e céu brilhante, choveu forte por mais de uma hora”, explica o pastor Gladiston Amorim, 51 anos, do Ministério Atos de Justiça.

Ele coordenou a primeira vinda de David ao Brasil assegurando que “em nível de ofício profético talvez não exista outro”. Acrescenta que Owour tem um ministério de milagres, tendo testemunhos gravados de paralíticos, cegos, surdos mudos, leprosos e portadores de HIV.

quinta-feira, 27 de março de 2014

Reunião de líderes árabes não reconhece Israel como "Estado judeu"

Os chefes de Estado árabes se negaram nesta quarta-feira, ao fim de uma reunião de cúpula no Kuwait, a reconhecer Israel como "Estado judeu", condição apresentada pelo governo israelense para um acordo de paz com os palestinos.

"Proclamamos nossa rejeição total e categórica ao reconhecimento de Israel como um Estado judeu", afirma o comunicado final da reunião da Liga Árabe, que atribui a Israel o atual bloqueio do processo de paz.

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu insiste em que os países árabes e os palestinos reconheçam Israel como Estado judeu.

Israelenses e palestinos endossam plano de paz árabe

Um grupo recém-formado de políticos israelenses e palestinos na segunda-feira pediu à Liga Árabe para renovar uma oferta de paz abrangente para Israel, dizendo que tal gesto daria um impulso muito necessário para conturbadas negociações de paz patrocinadas pelos EUA.

O grupo pediu à Liga Árabe para fazer uma declaração ousada em seu cume no Kuwait, esta semana, dizendo que isso iria pressionar os negociadores a considerar a Iniciativa Árabe de Paz de 2002. O plano marco ofereceu a Israel a paz com dezenas de países árabes e muçulmanos em troca de uma retirada de todos os territórios capturados na guerra de 1967 no Oriente Médio.

Em uma carta divulgada segunda-feira, o grupo disse que a iniciativa "fornece a base fundamental para uma paz justa, global e duradoura".

Conhecido como o Fórum de Praga, o grupo é composto por israelenses, palestinos e outros parlamentares árabes. Foi revelado após mais de 40 políticos e líderes começaram reuniões secretas em Praga, em Fevereiro.

Sete milhões morreram por contaminação do ar em 2012, diz OMS

http://lh4.ggpht.com/-i3ZWfp26CrA/UzI_Olf_iTI/AAAAAAAATaY/zo8D90MNvdo/09%252520-%252520INGLATERRA%252520-%252520%252520industrializa%2525C3%2525A7%2525C3%2525A3o%252520e%252520polui%252%E2%80%8B5C3%2525A7%2525C3%2525A3o%25255B3%25255D.jpg?imgmax=800

Ao menos sete milhões de pessoas morreram em 2012 devido à contaminação do ar, revela um estudo publicado nesta segunda-feira pela Organização Mundial de Saúde (OMS).
 
"Globalmente, mais de sete milhões de mortes são devidas aos efeitos da contaminação do ar exterior e doméstico, e as regiões da Ásia e do Pacífico são as mais afetadas", com 5,9 milhões de vítimas mortais, informou a OMS.

Os números estão em franco crescimento se comparados ao estudo anterior, feito em 2008, graças a uma mudança na metodologia. Os resultados são "chocantes e bem mais preocupantes", afirmou María Neira, diretora do departamento de saúde pública da OMS.

Obama afirma que UE e EUA estão juntos para isolar Rússia

http://estaticos.efe.com/efecom/recursos/imagen.aspx?lVW2oAh2vjPFAp3L97APnn5ZzwKHnxV3zuWDXLewuP44eOFkleNCK4mDQg4FI3MWTEq%2b%2b%2bOtzeChPYcqASuJcQ%3d%3dO presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou nesta quarta-feira em Bruxelas (Bélgica) que a União Europeia (UE) e os EUA "estão juntos" em sua determinação de isolar a Rússia devido ao seu comportamento em relação à Ucrânia.

"A UE e os Estados Unidos estamos unidos para isolar a Rússia e impor um preço a pagar por suas ações. A Rússia tem que entender que existe um preço a pagar por seu comportamento na Ucrânia", afirmou Obama na coletiva de imprensa concedida após o término da cúpula entre a UE e os EUA.

O presidente afirmou ainda que se a situação permanecer igual, "as sanções serão crescentes". Para Obama, "as ações da Rússia não dizem respeito somente a um país, mas a Europa e todo o mundo".

"Os vinte e oito estão unidos na UE, os vinte e oito países da Otan também estão unidos. A Rússia está só", disse Obama, para quem o progressivo isolamento de Moscou se reflete também nas sanções que outros países impuseram.

quarta-feira, 26 de março de 2014

Facebook desenvolve programa de reconhecimento facial

[Imagem: fWCIpcnKsMsoWpokAzeClaJ-oAjze4xUJgYGxlrF...426-h239-p]Facebook desenvolve desde 2010 uma tecnologia de reconhecimento facial tão precisa quanto o olho humano. A rede social anunciou na semana passada que o projeto DeepFace, chegou a taxa de exatidão de identificação de 97,25%, enquanto a média de reconhecimento de rostos dos seres humanos é de 97,5%.

Segundo publicação feita por membros da equipe de pesquisa do Facebook, o projeto funciona em quatro etapas: detectar, alinhar, representar e classificar. Todo processo é feito através do emprego de modelagem facial 3D, o que permite uma representação neural profunda dos rostos em nove camadas, esta rede profunda envolve mais de 120 milhões de parâmetros usando várias camadas ligadas localmente.

A tecnologia primeiramente cria um modelo 3D da imagem e simula que o rosto esteja virado para frente. Então, são usadas técnicas de deep learning, que simulam uma rede neural para mapear a pessoa da foto. Com isso, é possível distinguir faces diferentes.

O sistema de ensino na Arábia compara cristãos e judeus a macacos e porcos

http://4.bp.blogspot.com/-3rqPfUtMjgo/UzI7Nhd8GbI/AAAAAAAAMD8/Ddj2NPyyuMM/s1600/00c00f399e7a82284251792ba37c9016_article.jpgO Departamento de Estado dos EUA tem uma coleção "muito abrangente" de dados que mostram casos de promoção do extremismo no sistema de ensino, na Arábia Saudita, mas se recusa a publicá-los.

Isso é indicado pelo novo relatório da Fundação a Defesa das Democracias, compartilhado com o jornal " The Daily Beast ". "As autoridades dos Estados Unidos estão, por vezes, tão focadas em produção em massa de óleo e do papel essencial da Arábia Saudita em questões de segurança regional que causam preocupação a longo prazo, como a doutrinação, que são varridas para debaixo do tapete", diz relatório. 
 
O estudo sobre o conteúdo dos livros didáticos utilizados nas escolas da Arábia Saudita, que foi concluída em 2012, mas nunca foi publicado, apresenta um panorama ambivalente e, de acordo com autoridades dos EUA e ex-funcionários apesar de elogiar os sauditas que realizaram algumas reformas e eliminaram os sinais mais claros de manuais de linguagem ofensiva, ao especificar que você ainda pode melhorar em muitos aspectos. 
 

terça-feira, 25 de março de 2014

Putin ressuscita aliança militar entre europeus e americanos

O presidente americano, Barack Obama com a chaceler Angela Merkel, durante reunião  do G7 em Bruxelas.
Com a anexação da Criméia, Vladimir Putin mudou as regras do jogo internacional. 
 
Depois da queda do muro de Berlim, e apesar de todas as crises e aventuras guerreiras, a ideia é que o mundo caminhava para uma integração econômica global e formas de cooperação política que tornavam obsoletos os conflitos geopolíticos tradicionais. 
 
Mas agora, graças à arrogância do líder russo, o mundo está em plena marcha-ré para um novo período de enfrentamento entre blocos e potências. A viagem de Barack Obama à Europa marca o começo desta volta ao mundo antigo.
 
Nos últimos anos, o presidente americano havia cortejado a Rússia de Putin e conseguido estabelecer uma parceria relativamente bem sucedida em matéria de controle de armamentos, de ajuda logística às forças americanas no Afeganistão, de desmantelamento das armas químicas de Bachar Al Assad ou de negociações sobre o programa nuclear iraniano.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Igreja “da moda” dispensa pastores “ao vivo” no púlpito

Igreja “da moda” dispensa pastores “ao vivo” no púlpito
Modelo multisite cresce nos EUA e pode virar tendência mundial

Toda vez que uma ou mais igrejas conseguem obter sucesso com algo “diferente”, não demora muito para que sejam imitadas por outras. Muitas vezes, a inovação é registrada em algum livro ou curso e reproduzido em diversas línguas pelo mundo.

Pode ser algo como “Igreja com Propósitos”, vinda dos EUA ou “G12”, da Colômbia, que tiveram aceitação em várias partes do mundo.
 
A mais nova “onda” vinda dos Estados Unidos é a multisite church [Igreja em vários lugares], que basicamente aluga diferentes espaços em cidades ou até mesmos Estados longes da sede para servirem como um cinema onde assistem via telão, a pregação do pastor daquela noite.

Alguns modelos fazem a transmissão via internet em tempo real, outras optam pelo uso de DVDs, ficando assim uma semana atrasada em relação à sede. Há quem opte por ter sua banda de louvor local, executado da forma tradicional antes da projeção. O sistema de igreja em vários lugares conta com um ou mais pastores locais, que dão continuidade ao trabalho rotineiro, de visitação e discipulado, mas todo o ensino vem pelo telão.

sábado, 22 de março de 2014

Rússia lança projeto Robot 'avatares'

Cena do Filme "Avatar"
Uma agência russa projetísta de defesa tenta iniciar um programa para criar robôs remotamente controlados de uma forma semelhante ao que é mostrado no filme robôs 'Avatar'.

Segundo o vice-primeiro-ministro Dmitri Rogozin, o controle do robô andróide através de um processo de captura de movimento, e braços mecânicos será equipado com visão tridimensional.

O operador não só pode transferir os seus movimentos ao robô, mas também recebe imediatamente feedback que irá controlar o esforço de direção.

quinta-feira, 20 de março de 2014

Nova pesquisa apontaria que um Colapso Econômico Mundial em 2014 é 99,9% inevitável

[Imagem: 6c9676e9ae0e79792fe50414165a2a95_article.jpg]
 
Os riscos globais se aceleram: toda o mundo está em uma transição histórica que poucos serão capazes de perceber até que aconteça, diz o "The Wall Street Journal" com base nos resultados de uma nova pesquisa que acabam de realizar.

A crise que nos espera será pior do que a de 2000 e 2008 e vai derrubar tanto Wall Street, como a economia global, assegura o documento, que resume os pontos de vista dos líderes financeiros que foram entrevistados durante o último ano.

O que nos espera pela frente é uma anomalia, algo imprevisível: fatores macroeconômicos que poderiam acelerar uma recessão atingiram um nível crítico - ressalta o jornal. A razão subjacente é simples: "Uma política monetária fundamentalmente defeituosa", enquanto o sistema do "Federal Reserve" (*Banco privado que imprime o dólar) segue "imprimindo dinheiro sem valor".

quarta-feira, 19 de março de 2014

Faixa de Gaza quer aderir à Rússia

faixa de gaza, adesão, rússia, referendo, israel, separação

Após os acordos celebrados em Moscou sobre a integração da Crimeia, na versão russa do site do Centro Palestino de Informação surgiram notícias de que na Faixa de Gaza foi criado um grupo que pretende iniciar um referendo visando à incorporação na Rússia deste enclave israelense.
 
A entidade, que já lançou apelo ao governo regional, integra cidadãos russos residentes na Faixa de Gaza. A diáspora local russa conta com 50 mil pessoas, a maioria das quais são mulheres russas, titulares de passaportes russos, casadas com os habitantes locais.

Na opinião de organizadores da iniciativa, os resultados do plebiscito serão, sem dúvida, positivos.

Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira

Israel prepara guerra contra o Irã sem esperar pelos EUA

Israel prepara guerra contra o Irão sem esperar pelos EUA
 
A guerra de Israel contra o Irão já está orçamentada: os seus preparativos devem custar em 2014, tal como tinham custado em 2013, o equivalente a 2.890 milhões de euros. A fundamentação política da decisão foi dada pelo ministro israelita da Defesa, Moshe Ya'alon: "No regateio do bazar persa, os iranianos foram melhores [do que os EUA]. Por isso, neste assunto temos de fazer como se não tivéssemos ninguém mais para olhar por nós". 
 
Segundo o diário Haaretz, parlamentares israelitas perguntaram aos responsáveis do Exército (IDF) se a verba orçamentada não era execessiva para uma guerra hipotética e também se o pré-acordo alcançado em Novembro de 2013 entre o Irão e as seis grandes potências não aconselharia a rever aquela dotação orçamental megalómana. Segundo o Haaretz, os deputados israelitas interpelantes não quiserem identificar-se, por se tratar de assunto de extrema sensibilidade, e o IDF recusou comentar a interpelação.

Síria diz que Israel ameaça segurança no Oriente Médio

A Síria acusou nesta quarta-feira Israel de ameaçar a segurança no Oriente Médio por bombardear posições sírias nas Colinas de Golã em resposta a um atentado contra soldados israelenses, o que pode desencadear um conflito entre os dois países, após décadas de calma.
 
O ataque aéreo israelense na madrugada desta quarta-feira deixou um morto e outras sete pessoas feridas, segundo as forças armadas sírias.

"Advertimos (Israel) contra as tentativas desesperadas incitando a escalada de tensão. A repetição destes atos agressivos ameaça a segurança da região", indicou o exército sírio em um comunicado.

Israel bombardeou na madrugada desta quarta-feira posições do exército sírio em resposta a um atentado com bomba, que feriu quatro soldados israelenses quando patrulhavam a linha de demarcação entre Síria e Israel nas Colinas de Golã.

"Atacamos quem nos ataca", declarou o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, durante o Conselho de Ministros. "São elementos sírios que não apenas permitiram, mas também cooperaram nos ataques contra nossas forças", acrescentou.

Netanyahu diz que Israel responderá "com força" a explosão nas Colinas de Golã

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, anunciou nesta terça-feira que Israel responderá com força à explosão nas Colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria, que deixou três soldados israelenses feridos.

Responderemos com força para garantir a segurança de Israel — afirmou Netanyahu em um discurso pronunciado durante uma reunião de seu partido Likud (direita nacionalista) e divulgado pela rádio militar.

A explosão ocorreu durante passagem do veículo que transportava os soldados perto de Makhdal Shams, nas imediações da linha de demarcação com a parte das Colinas de Golã controlada pela Síria, país em guerra desde 2011, informou um porta-voz militar em referência à linha de cessar-fogo.

Vários soldados ficaram feridos na explosão — acrescentou.

Vaticano promove busca por ETs

Conferência científica promovida pelo Vaticano investiga a busca por alienígenas. Quem diria?
Conferência científica promovida pelo Vaticano investiga o esforço da busca por alienígenas. Quem diria?
Veja que ironias quatro séculos são capazes de produzir. Em 1600, a Inquisição Romana queimou Giordano Bruno na fogueira, após condená-lo como herege. Uma de suas ofensas foi afirmar que cada estrela no céu era um sol como o nosso, com sua própria coleção de planetas girando ao redor dela. Esses mundos, por sua vez, seriam habitados, segundo o filósofo. Saltamos para 2014. O Observatório do Vaticano — instituição astronômica da Santa Sé — organiza nesta semana uma grande conferência científica com o tema: “A Busca por Vida Além do Sistema Solar. Exoplanetas, Bioassinaturas e Instrumentos”. O que você achou dessa?

Bruno, que nunca pecou pela discrição, certamente teria rido alto. Entre 1593 e sua execução em praça pública, ele foi encarcerado e torturado nos calabouços da Igreja. Apesar disso, recusou-se a recantar suas supostas heresias, em busca de clemência. (Galileu 30 anos mais tarde faria isso e escaparia da fogueira, ganhando “apenas” prisão perpétua.) Ao ouvir a condenação, inquebrantável, Bruno teria dito: “Possivelmente vocês que pronunciam minha sentença têm mais medo do que eu que a recebo.” O pensador italiano sabia que sua visão de mundo vinha para ficar e, mais dia, menos dia, se provaria correta. O que ele talvez não imaginasse é que os herdeiros intelectuais de seus carrascos a promoveriam com tanta pompa e circunstância.

terça-feira, 18 de março de 2014

“Alá está reunindo o judeus para que os possamos matar” – afirmou líder palestino à TV


O alto representante da Autoridade Palestiniana Abbas Zaki alinhou a sua crença com a de muitos cristãos e judeus segundo a qual o atual ajuntamento dos judeus na terra de Israel é resultado da “intervenção divina.”

Só que, com uma grande diferença: para o palestiniano Zaki, o alvo final não é a restauração de Israel, mas, pelo contrário, o seu desaparecimento.

segunda-feira, 17 de março de 2014

Obama diz a Abbas que é preciso correr riscos para alcançar a paz

O presidente americano, Barack Obama, declarou nesta segunda-feira ao líder palestino, Mahmud Abbas, que ele precisará correr riscos para alcançar a paz, em uma reunião na Casa Branca para tentar destravar as negociações com Israel.
 
Duas semanas depois de ter encorajado o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, a tomar decisões difíceis, o presidente dos Estados Unidos afirmou que "chegou o momento de as duas partes (...) aproveitarem a oportunidade" atual para alcançar a paz.

"É muito duro, muito árduo, precisará tomar decisões políticas difíceis e assumir riscos se quiser avançar", disse Obama à imprensa no Salão Oval da Casa Branca.

Obama se referiu ao seu convidado Abbas como alguém que "renunciou à violência, que buscou constantemente uma solução diplomática e pacífica que permita que dois Estados vivam um ao lado do outro com paz e segurança".

Jovens de hoje em dia são menos religiosos e mais liberais, de acordo com estudo recente

Os indíces do estudo exibem um elevado nível de desfiliação religiosa e política

congresso teen 2013
Em um estudo recente desenvolvido pelo centro de pesquisas Pew Research, foi indicado que a geração de jovens do atual milênio nos Estados Unidos são menos religiosos, com menor propensão a acreditar em Deus, comparados aos indivíduos mais velhos.

A pesquisa feita com pessoas na faixa etária dos 18 aos 33 anos, revela também que os jovens do novo milênio estão com um comportamento mais despreocupado, sem tomar posições quanto à religião ou política, desconfiados das pessoas, mas otimistas quanto ao futuro dos EUA.

De acordo com a fonte, os índices do levantamento atingem o mais elevado nível de desfiliação religiosa e política para qualquer geração em um quarto de século, que a agência de pesquisas já sondou. E quem ainda se interessa pelas questões políticas ou sociais, exibem tendência democrata com visões liberais.


domingo, 16 de março de 2014

Israel aprova exigência de referendo sobre Jerusalém Oriental

Israel aprova exigência de referendo sobre Jerusalém OrientalO Parlamento de Israel decidiu nesta quarta-feira (12) a criação de um referendo nacional para aprovar a proposta da retirada de território de Jerusalém Oriental.
 
Essa pode ser uma nova barreira para o acordo de paz entre Israel e Palestina, pois o local, que abriga vários espaços de importância religiosa, é uma das reivindicações dos palestinos.

Foram 68 votos a zero que tornaram o referendo obrigatório para definir qualquer cessão ou retirada de território do Estado israelense.

A área de Jerusalém Oriental está sob comando de Israel desde 1967, mas os palestinos querem a área como sua capital, uma disputa de território que tem se intensificado nos últimos anos.

EUA alerta Rússia sobre isolamento e sanções nos próximos dias

Imagem: Veja.Abril
A Casa Branca advertiu o presidente Vladimir Putin neste domingo de que Moscou iria enfrentar sanções nos próximos dias e isolamento internacional que vão prejudicar a economia da Rússia, uma vez que Washington se irritou sobre o referendo na Crimeia, região da Ucrânia.

"Estamos colocando tanta pressão sobre os russos que poderemos para fazer a coisa certa", disse o conselheiro-sênior da Casa Branca, Dan Pfeiffer, enquanto eleitores na Crimeia, sob o controle das forças russas, decidem se vão romper com a Ucrânia e se juntar a Rússia.

Com o referendo deste domingo, amplamente esperado para favorecer a união com a Rússia a uma região que tem uma maioria de língua russa, alguns dos críticos republicanos do presidente Barack Obama acusaram o governo de mostrar fraqueza na crise da Ucrânia e disseram que agora era a hora dos Estados Unidos revolveram.

sábado, 15 de março de 2014

Vitória russa na Crimeia revela nova ordem mundial

http://www.brasil247.com/images/cache/1000x357/crop/images%7Ccms-image-000361882.jpg

Neste domingo, chegará ao fim a chamada "Pax Americana", período em que os Estados Unidos agiram como superpotência global, sem nenhuma contestação; no referendo da Crimeia, maioria da população deverá se declarar a favor da anexação à Rússia; resolução americana que propunha não reconhecimento dos resultados pelas Nações Unidas foi vetada pela Rússia e contou ainda com a abstenção da China; nesta nova era, Vladimir Putin emerge como ator global e Barack Obama sai enfraquecido

Neste domingo, nasce uma nova ordem mundial. Chega ao fim a chamada "Pax Americana", período de hegemonia norte-americana que vem desde a Segundo Guerra Mundial, e emerge um mundo multipolar, com atores capaz de enfrentar os Estados Unidos – e vencer. É o que acontecerá neste domingo, na Crimeia, quando a população for às urnas para se manifestar no referendo que decidirá se o território da república que já se declarou independente – e não mais pertence à Ucrânia – será anexado ou não pela Rússia.

quinta-feira, 13 de março de 2014

O governo dos EUA ordena o setor elétrico a se preparar para a tempestade solar do século

[Imagem: 2014030716282038164.jpg]

Como tem vindo a noticiar nuevatribuna.es, o governo dos EUA continua seus extensos esforços para proteger adequadamente a sua rede nacional para o caso da temida repetição de uma tempestade solar extrema a partir de 1859 (o famoso "Evento Carrington"), hoje, cujas consequências poderiam ser "catastróficas", de acordo com a Reuters.

Assim, de acordo com estimativas do Departamento de Energia do Laboratório Nacional, Oak Ridge, uma nova " tempestade solar do século" ("tempestade ano 1 -in -100 Solar") poderia , eventualmente, causar falhas e danos permanentes até 300 processadores, o o que poderia significar a perda do poder durante meses, ou até mesmo anos, deixando centenas de milhões de pessoas sem eletricidade apenas na América do Norte.

Jihad Islâmica e Hamas anunciam restabelecimento de trégua com Israel

A trégua concluída em novembro de 2012 entre Israel e os grupos armados de Gaza foi restabelecida nesta quinta-feira graças à mediação do Egito, anunciou à AFP um porta-voz da Jihad Islâmica, Daud Shihab.
 
"A parte egípcia nos informou que conseguiu chegar a um acordo que consolida a trégua, segundo os termos concluídos depois da operação israelense em Gaza, em 2012", declarou Shihab.

Indagado sobre o restabelecimento da trégua, Basem Naim, assessor para as Relaciones Exteriores do chefe do governo do Hamas em Gaza, respondeu afirmativamente.

Pastor do CMI visita papa Francisco e elogia busca pela unidade cristã

O encontro foi promovido pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, da Igreja Católica

O secretário-geral do Conselho Mundial de Igrejas (CMI), pastor Olav Fykse, se encontrou com o papa Francisco na última sexta-feira (7) no Vaticano. 

No encontro, Tveit parabenizou o líder da Igreja Católica pelo trabalho em prol da justiça e da paz e aproveitou o momento para comentar o pedido do papa para que os cristãos orem pela Síria. 

“Creio que Deus está abrindo, nesses tempos, novos caminhos para a unidade e novas formas para que o mundo veja a nossa comunhão em Cristo, especialmente na maneira em que servimos juntos ao mundo”, disse o pastor ao papa.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Estranha fé: Ratos são adorados como deuses na Índia

Os devotos podem interagir com os roedores e se alguém fizer algum mal contra eles é considerado pecador
O templo Karni Mata na Índia é invadido diariamente por mais de 20 mil ratos. Mas os fieis que vão até lá não se incomodam com isso, já que são devotos desses bichos. No lugar, eles correm, são alimentados e protegidos por todos ao redor. Se alguém fizer qualquer coisa contra os roedores, é considerado um pecador.

Conferência “Christ at the Checkpoint”. Objetivo: Enfraquecer o apoio evangélico a Israel

Em antecipação da 3ª Conferência “Christ at the Checkpoint,” marcada para ocorrer de 10-14 de março em Belém, NGO Monitor lançou um relatório em inglês: “Christ at the Checkpoint: How the U.S., U.K. and Dutch Governments Enable Religious Strife and Foment Mideast Conflict” (Cristo no Posto de Controle: Como os governos dos EUA, da Inglaterra e da Holanda Possibilitam Brigas Religiosas e Fomentam Conflito no Oriente Médio).

Yitzhak Santis, diretor do projeto BDS in the Pews, disse: “Nossa pesquisa indica que o propósito político da conferência é enfraquecer o apoio dos evangélicos a Israel nos Estados Unidos e outros países. Eles fazem isso fornecendo um palco para deslegitimar o Estado de Israel e rejeitar seus fundamentos históricos, religiosos e legais.” 

Os patrocinadores da conferência, o Colégio Bíblico de Belém e a Fundação Terra Santa, têm recebido financiamento direto e indireto dos governos dos Estados Unidos, Holanda e Inglaterra, e de proeminentes instituições religiosas e educacionais. 

Conferências anteriores em 2010 e 2012 avançaram a agenda nacionalista palestina dentro das igrejas evangélicas, enquanto simultaneamente revivificavam temas teológicos antissemitas tais como a teologia da substituição.

Irã: ''Nossas mãos estão no gatilho" para destruir Israel

O comandante da força aérea da Guarda Revolucionária do Irã Corps foi citado pela agência de notícias Fars do Irã, dizendo terça-feira que militares do Irã tem o seu dedo no gatilho para destruir Israel, assim que recebe a ordem para fazê-lo.
 
Guarda Revolucionária da força aérea: O chefe citado como tendo dito que suas forças estão prontas para agir assim que receber a ordem
Em um artigo intitulado "IRGC Comandante: Dedo do Irã no gatilho para destruir regime sionista", escreveu Fars que o brigadeiro-general Hossein Salami havia declarado que os comandantes militares iranianos estão preparados para atacar e destruir o regime sionista de Israel, assim que receber tal ordem. "Hoje, nós podemos destruir cada ponto que está sob controle do regime sionista com qualquer volume de poder de fogo (que queremos) direita a partir daqui, "Fars citou Salami como contar uma conferência em Teerã terça-feira" O Papel do Mundo Islâmico na Geometria do Poder Mundial."

Os líderes iranianos emitiram regularmente ameaças contra Israel e os Estados Unidos, mas a redação atribuída a Salami na terça-feira foi particularmente agressivo.

terça-feira, 11 de março de 2014

Líder da Coréia do Norte ordena execução de 33 pessoas por se converterem ao cristianismo

Líder da Coréia do Norte ordena execução de 33 pessoas por se converterem ao cristianismo
Segundo relatos, o líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong Um, ordenou a execução de 33 pessoas por terem se convertido ao cristianismo, e por receber ajuda de um missionário batista da Coreia do Sul para abrir 500 igrejas subterrâneas.
 
Segundo o The Chosunilbo, os 33 convertidos serão executadas em uma célula secreta do Departamento de Segurança do Estado, sob as acusações de tentar derrubar o regime da Coréia do Norte, estabelecendo igrejas subterrâneas. O missionário Kim Jung Wook também foi preso, por tentar plantar igrejas no país no ano passado.

Especialistas afirmam que o objetivo de Kim Jong Um com as execuções é mostrar um o castigo como exemplo para os convertidos no país, como uma forma de intensificar os esforços para fortalecer a doutrina da autossuficiência do país e manter seus cidadãos longe das crenças e práticas capitalistas.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Aumentam os conflitos entre muçulmanos e judeus no Monte do Templo

Disputa pelo espaço sagrado é vista como cumprimento de profecia

Maquete do Templo
Projeto do Terceiro Templo
Nas últimas semanas tem aumentado os conflitos na região do Monte do Templo em Jerusalém. A polícia israelense chegou a invadir o local para dispersar protestos usando gás lacrimogênio e balas de borracha.

O motivo das novas manifestações foram as propostas de parlamentares judeus pedindo um aumento do controle de Israel sobre o local.

Um porta-voz da polícia relatou disse que cerca de 20 jovens palestinos atiraram pedras e rojões contra policiais. A polícia foi chamada e prendeu três pessoas que estavam mascaradas. Os muçulmanos chamam o local de Santuário Sagrado, onde está localizada uma das mais famosas mesquitas do mundo, o Domo da Rocha. Para eles, foi ali que Maomé teria ascendido ao céu.

Os judeus normalmente oraram abaixo, no Muro das Lamentações, mas defendem que neste local ficava o Templo de Salomão. Por séculos tem ocorrido ali conflitos territoriais e religiosos entre israelenses e árabes.

domingo, 9 de março de 2014

Abbas rejeita reconhecer Israel como Estado judeu

Mahmoud Abbas - Imagem: Majalla.com
O presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, disse que não há nenhuma chance de ele reconhecer Israel como um Estado judeu e aceitar uma capital palestina em apenas uma parte de Jerusalém Oriental, rejeitando o que os palestinos temem que serão elementos-chave de uma proposta de paz dos Estados Unidos para o Oriente Médio.
 
Os comentários de Abbas foram publicados nesta sexta-feira pela agência de notícias palestina Wafa. Ele destacou ter resistido à pressão internacional no passado, quando buscou reconhecimento das Nações Unidas (ONU) para um Estado palestino contra as objeções de Washington.

Falando a jovens ativistas de seu partido, Fatah, ele sugeriu que se manteria firme novamente, particularmente a respeito da demanda de que palestinos reconheçam Israel como um Estado judeu. "Eles estão pressionando e dizendo: 'Sem paz sem o Estado judeu'", afirmou, sem especificar quem estaria fazendo a pressão. "Não tem jeito. Nós não aceitaremos."

sábado, 8 de março de 2014

Venezuela e Criméia provam: O império acabou

:
Os Estados Unidos já viveram dias melhores; na crise da Ucrânia, o presidente Barack Obama cedeu diante do russo Vladimir Putin e, por mais que o chanceler John Kerry diga que as portas estão se fechando para a diplomacia, o governo americano jamais teria coragem para o passo seguinte, que seria a guerra contra segunda maior potência nuclear do planeta; na Venezuela, governada por Nicolas Maduro, um pedido de intervenção proposto pelos Estados Unidos teve 29 votos contrários, contra apenas três favoráveis, dos americanos, canadenses e panamenhos; Império americano já não vence na força nem na persuasão do "soft power"
 
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está entrando para a história como o general da derrocada da diplomacia de esporas e revólver na cintura do império americano.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Islândia cria espaço para preservar vida no apocalipse

Em uma ilha da Islândia foi construído um local capaz de preservar a vida humana no dia do juízo final. O espaço é chamado de Doomday Vault e já tem mais de 800 mil espécies de plantas.

Para essa construção foram gastos mais de US$ 5 milhões e a tecnologia usada é capaz de proteger pessoas de guerras nucleares, catástrofes climáticas e até de queda de asteróides.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Casal gay milionário abre processo para igrejas serem obrigadas a celebrar casamentos gays

Casamento gay
Um casal gay milionário abriu um processo contra a decisão legal do governo, que permite que as igrejas tenham o direito de escolher quando desejam não celebrar um casamento ente duas pessoas do mesmo sexo no Reino Unido.
 
De acordo com o casal Drewitt-Barlow, eles se sentem no direito como paroquianos de sua comunidade "para utilizar a igreja que querem e questão decididos se casar" sem nenhum impedimento da justiça.

"Não é uma reflexão sobre a nossa igreja local, que tem dado todo apoio para nós. O fato é que entendemos que as suas mãos estão atadas por um grupo maior de pessoas dentro da igreja", avaliou Barrie Drewitt-Barlow.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Crise na Ucrânia: Hillary compara Putin a Hitler

A ex-secretária de Estado americana Hillary Clinton comparou os recentes movimentos do presidente russo, Vladimir Putin, na Ucrânia à agressão deflagrada pela Alemanha Nazista de Adolf Hitler, nos anos 1930, informou um jornal local.
 
Em um evento privado na Califórnia, na terça-feira, Hillary disse que o aparente envio de tropas russas para a vizinha Ucrânia - um Estado satélite da extinta União Soviética - para proteger cidadãos russos e russófonos lembra os movimentos de Hitler para proteger os alemães que viviam fora da Alemanha.

De acordo com o "Long Beach Press Telegram", jornal que divulgou a história, Hillary Clinton afirmou ainda que Putin tentou fornecer passaportes russos para pessoas na Ucrânia que tenham laços com a Rússia.

No rastro da expulsão do então presidente ucraniano pró-Moscou Viktor Yanukovytch, o novo governo de Kiev acusou Putin de inflamar tensões, enviando tropas para a Crimeia, a península de maioria russa na Ucrânia.

Jornalista relata que “famílias inteiras estão se convertendo ao Evangelho” na Arábia Saudita

Jornalista relata que “famílias inteiras estão se convertendo ao Evangelho” na Arábia Saudita
O evangelismo em países de maioria muçulmana pode ser uma tarefa árdua e de alto risco, mas não ingrata: famílias inteiras estão se convertendo ao cristianismo na Arábia Saudita, afirmou Greg Kernaghan, um correspondente cristão no Oriente Médio.
 
O jornalista publicou um artigo no portal Charisma News relatando testemunhos de conversão, e explicou que, como a unidade familiar é um quesito importantíssimo na cultura local, quando o chefe da família aceita a Jesus, todos os entes queridos também se convertem.

“Uma jovem veio a Cristo através da mídia. Quando seus pais descobriram, eles ficaram furiosos e fizeram tentativas de casá-la com um muçulmano fanático. As pessoas começaram a orar por ela, e as suas preces foram atendidas quando o casamento com este homem foi cancelado. O abuso emocional da família cessou, e sua irmã, tendo visto seu grande sofrimento, se converteu ao Evangelho”, escreveu Kernaghan.

REFLEXÃO: Namorar ou ficar?


A sociedade atual está em profundo estado de mutação constante. Termos novos são criados, termos antigos são reinterpretados. Não há verdades absolutas e sim opiniões e verdades particulares. "Cada ser é um universo", dizem, e todos devem criar para si os seus próprios padrões e verdades.

Jovens e adolescentes estão sendo formados nesta sociedade mutante. Os conceitos aprendidos em família, por serem frágeis e apenas nominais, não sobrevivem à avalanche de deseducação encabeçada pela mídia e pelos formadores de opinião. Isto é igualmente válido para o lado afetivo do jovem.

O dicionário Aurélio define NAMORAR como:

1) Procurar inspirar amor;
2) Andar de namoro com;
3) Enamorar-se (que por sua vez significa deixar-se possuir de amor, apaixonar-se).

FLERTAR significa namoro rápido, namorico.

Até bem pouco tempo o namoro era algo pré-nupcial, com regras bem definidas e padrão comumente aceito. Alguém, ao sentir-se atraído por outrem de sexo oposto, procurava-o, propondo-lhe namoro. Este consistia de encontros constantes, com diálogos sobre os dois, momentos de romance, abraços e beijos limitados, com considerável reserva e planos para o futuro.


Países mais poderosos da Europa pedem um líder para a Uniao Européia

Alemanha, França e outros nove países mais poderosos da Europa apelam por um presidente da União Europeia eleito e um fim ao veto da Grã-Bretanha sobre a política de defesa em um plano radical de mapeamento do futuro do continente.

Em um documento divulgado na terça-feira depois de uma reunião entre os 11 ministros de Relações Exteriores em Varsóvia, do bloco, que inclui todos os maiores países europeus fora a Grã-Bretanha, foi traçada uma visão para o "futuro da Europa".

Além de um pedido para um chefe-de-estado eleito para a Europa, o bloco exigia uma nova política de defesa, sob o controle de um novo ministério de relações exterirores da EU comandado por Catherine Ashton, que "poderia, posteriormente, ter um exército europeu".

A fim de "impedir um único Estado membro de ser capaz de obstruir iniciativas", uma referência à oposição britânica de um exército europeu, o grupo liderado pela Alemanha exigiu o fim de vetos nacionais existentes sobre a política externa e de defesa.

China ameaça EUA com sanções econômicas se continuar com a mesma atitude em relação à Ucrânia

 
Após últimos exercícios militares entre Rússia e China, isso seria até esperado...
A coisa ficou feia agora para o lado dos EUA.

O Departamento de Estado dos EUA, para a posição russa na Ucrânia, econômico sugerido para isolar a Rússia e o congelamento de bens e bloqueio de sanções a venda de armas, no entanto, o país disse que, se os EUA não muda sua posição sobre a Ucrânia, pode exigir o pagamento das dívidas em ouro para os Estados Unidos, o que colocaria a suspensão da economia dos EUA.

China agiu como um novo aliado formidável Rússia e abertamente aliar com Vladimir Putin e sua gestão da crise ucraniana.

Em reunião, União Europeia pode aprovar sanções contra a Rússia


O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Rui Machete, afirmou nesta segunda-feira (3) que os chefes de Estado e governo da União Europeia poderão aprovar sanções à Rússia caso "não haja um abrandamento" da situação na Ucrânia. No final de um Conselho Extraordinário de Negócios Estrangeiros da União Europeia, exclusivamente dedicado à questão da Ucrânia e dos últimos avanços da Rússia, o chefe da diplomacia portuguesa criticou Moscou por violar "princípios básicos do direito internacional" ao entrar na Crimeia, península no Sul da Ucrânia.

"Este é um conselho histórico porque estivemos a analisar uma violação flagrante do direito internacional pela Rússia, a Rússia não respeita a soberania e o território da Ucrânia", disse Machete. O ministro português disse que a União Europeia não quer ter de "quebrar a possibilidade dos contatos com a Rússia", mas advertiu que podem ser adotadas sanções caso "não haja um abrandamento".

terça-feira, 4 de março de 2014

Humanidade aumenta reservas de grãos perante cataclismos iminentes

 
O maior acervo de plantas agrícolas no mundo foi completado por sementes de 20 mil plantas, procedentes de 100 países. As sementes depositadas estão bem protegidas contra inundações e até uma explosão nuclear. O celeiro, situado na ilha norueguesa de Spitsbergen Ocidental, foi edificado a fim de preservar a variedade biológica local para as gerações vindouras.

Entre os exemplares mais raros, em vias de extinção, figuram sementes de miso, um ingrediente tradicional da culinária japonesa, de castanha-do-brasil e de espécies raras de tomate-cereja. As sementes destas e de outras plantas que engrossaram o depósito de Spitsbergen serão arejadas, testadas quanto ao seu poder germinativo, e substituídas por novas tantas.

sábado, 1 de março de 2014

Em Jerusalém, Merkel rejeita campanha de boicote a Israel

Durante reunião entre os governos de Alemanha e Israel, chanceler federal alemã critica campanha de boicote a Israel, mas se posiciona contra os assentamentos israelenses em territórios palestinos. 

Além de acertar uma cooperação mais intensa entre Berlim e Tel Aviv durante sua visita a Israel, a chanceler federal alemã, Angela Merkel, defendeu as negociações dos países ocidentais com o governo em Teerã em torno do programa nuclear iraniano e disse rejeitar os apelos de boicote a Israel como reação à controversa construção de assentamentos em territórios palestinos.

"Isso não é uma opção para a Alemanha", afirmou Merkel durante a quinta reunião bilateral de consultas entre a Alemanha e Israel, nesta terça-feira (25/02) em Jerusalém. "Não acreditamos que o boicote seja uma resposta que faça avançar o processo de paz."


Para Merkel, isso somente pode acontecer através de negociações. Os apelos de boicote a que a chefe de governo alemã se referiu fazem parte da campanha global conhecida como BDS (Boicote, Desinvestimento e Sanções), que prevê a prática de boicote econômico, acadêmico, cultural e político ao Estado de Israel, como forma de protesto contra a ocupação de territórios palestinos.