Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 23 de junho de 2017

Terrorismo islâmico: o novo normal? Jamais!

https://www.gatestoneinstitute.org/pics/large/1682.jpg
O novo normal? A polícia ajuda sobreviventes do atentado terrorista na London Bridge, 4 de junho de 2017.(Foto de Carl Court/Getty Images)

Quando ocorrem ataques terroristas, é comum ouvirmos da mídia Ocidental e da classe política que devemos aceitar os ataques terroristas como o "novo normal."

Para os cidadãos do Ocidente esta é uma frase perigosa.

A doutrina islâmica da jihad, expansão e Dawah (divulgação do Islã, proselitismo) dependem pesadamente do uso do terrorismo e da sedução. Targhib wal tarhib é uma doutrina islâmica que significa "seduzir (atrair) e aterrorizar" como ferramenta para a Dawah para conquistar nações e forçar os cidadãos a se sujeitarem à Lei Islâmica (Sharia). Isso equivale à manipulação das partes instintivas do cérebro com pressões opostas extremas de prazer e dor - recompensadoras e punições exemplares - para a lavagem cerebral para a aceitação do Islã.

A maioria dos muçulmanos comuns sequer conhece essa doutrina, mas os livros islâmicos escrevem a respeito. Os principais xeques muçulmanos como Salman Al Awda debateram sobre o tema na TV Al Jazeera. Em um programa de nome "Sharia e Vida", Al Awda recomendou o uso de extremos "para exagerar... recompensar e punir, moralmente e materialmente... nos dois sentidos". "O uso do terrorismo segundo essa doutrina", salientou ele "é uma obrigação legítima da sharia".

Defesa israelense: Abbas empurra Hamas para conflito com Israel

https://cdnbr2.img.sputniknews.com/images/871/05/8710527.jpg
 
O presidente palestino, Mahmoud Abbas, "empurra Hamas para conflito com Israel", segundo o ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman.

"Não tenho intenção de iniciar uma atividade militar, nem no verão, nem no outono, nem no sul, nem no norte. Nosso objetivo é evitar a guerra, e a única maneira de alcançá-lo é através de defesa confiável", afirmou o ministro durante a conferência de Herzliya, perto de Tel Aviv.

Nesta semana, Israel começou a reduzir os 40% de eletricidade, fornecida a Gaza, que era paga pela Palestina a pedido de Abbas. Agora, os habitantes de Gaza têm somente entre duas e três horas de eletricidade por dia.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

“Casamento homossexual” é “sacramento” luciferino, diz porta-voz do “Templo Satânico” nos EUA

Sempre que o povo americano tentar conter o aborto ou manter leis do casamento tradicional, os seguidores de Satanás vão estar lá para se opor, prometeu o porta-voz nacional do Templo Satânico, segundo informação da agênciaLifeSiteNews.

Templo Satânico ganhou notoriedade pela tentativa de realizar uma ‘Missa Negra’ na Universidade de Harvard que foi repelida pelos estudantes católicos.  

O porta-voz Lucien Greaves, cujo nome de nascimento é Doug Mesner, disse para o jornal Metro Times de Detroit que ele gostaria de ajudar as mulheres a não cumprir as leis pela vida.

Segundo ele, as restrições ao aborto violam as crenças religiosas satânicas e o “casamento” homossexual é um “sacramento” da religião diabólica.

Ele acrescentou que o objetivo atual do Templo Satânico é ter lobistas em Washington D.C., para passar leis que amparem a “religião de Satanás”.

Ele atacou o governador de Michigan, Rick Snyder, porque “vem tentando tornar insustentável para as mulheres a interrupção da gravidez”.
 
“Nós sentimos que devemos proteger com isenção religiosa as mulheres de procedimentos supérfluos, como o ultrassom transvaginal”, disse Greaves explicitando a “religião luciferina”.

Jared Kushner é comissionado por Donald Trump para visitar Israel e Palestina e reiniciar processo de paz

https://dailycrusadernewsdotcom.files.wordpress.com/2017/06/2017-06-19t025412z_1_lynxmped5i065_rtroptp_3_usa-opioids.jpg?w=639
Assessor principal do presidente Jared Kushner participa da Comissão do Presidente sobre Combate à Toxicodependência e da Crise dos Opióides em Washington, EUA, 16 de junho de 2017. REUTERS / Joshua Roberts

O presidente dos EUA, Donald Trump, está enviando nesta semana, dois principais assessores, para Jerusalém e Ramallah, para discutir próximos potenciais passos em sua tentativa de reiniciar as conversas de paz entre israelenses e palestinos, disse um funcionário da Casa Branca no domingo.
 
Quem fará a viagem será o conselheiro sênior da Casa Branca Jared Kushner, que é o genro de Trump e o marido de sua filha, Ivanka Trump, e Jason Greenblatt, um dos principais assessores de segurança nacional. Greenblatt, que chegarão na região na segunda-feira e Kushner na quarta-feira.

Os diálogos seguem as discussões de Trump no mês passado com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e o presidente palestino, Mahmoud Abbas. As conversas de bastidores ocorreram desde a viagem Trump, disse o funcionário da Casa Branca.
Ttraduzido de CrusaderJournal.com 

Quem é JARED KUSHNER?

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Ecumenismo. Líderes de todas as religiões do mundo fazem campanha por “união”


Alguns dos principais líderes religiosos do mundo se uniram para uma campanha promovida pelo Instituto Elijah Interfé.

Um vídeo que compila apelos de cristãos, judeus, muçulmanos, hindus, budistas e sikhs pretende popularizar a ideia de união das pessoas de fé, em especial diante dos ataques terroristas que se multiplicam pelo planeta.

No vídeo, o aiatolá muçulmano Sayyid Fadhel Al-Milani disse: “Nosso conselho é ser amigos de todas as pessoas, independentemente da religião”, enquanto Papa Francisco disse que sua experiência religiosa foi “enriquecida” pela sua convivência com pessoas de outras confissões, que ofereciam outras “explicações” sobre a vida.

Muçulmanos radicais no Brasil já pregam fim de cristãos e judeus

[Imagem: Brasil%2BIslam.jpg]

A radicalização de muçulmanos brasileiros repete o roteiro visto em outros países. Os fanáticos pregam o fim de cristãos e judeus. O alerta é de Rodrigo Jalloul, o principal xeque xiita do Brasil. Leia outro trecho de sua entrevista à Veja:

Por quê [é preciso ter cuidado com a radicalização]?

A religião islâmica é de origem árabe. No Oriente Médio, as pessoas lidam com a religião com naturalidade. Alguns brasileiros, porém, estão abraçando a fé cegamente. Há muitos fanáticos pregando para gente intelectual e emocionalmente vulnerável por aí. Não necessariamente incitando ao terrorismo, mas ensinando uma forma equivocada de lidar com a religião. Esses fanáticos pregam que cristãos e judeus não podem existir. Pregam até o afastamento da família, apesar de o profeta Maomé dizer que o respeito aos pais deve ser mantido até o fim da vida. Aqueles que têm mais sede de conversão são os piores. Eles querem se converter e não discutem nem questionam nada. 


Rodrigo Jalloul será mais um xeque falso? Nao. Rodrigo possui título religioso de “hojatoleslam”, um grau abaixo do de aiatolá, e se transformou no primeiro e mais graduado xeque xiita brasileiro.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

O retorno (planejado) à brutal sexualidade pagã


Os progressistas sexuais alegam que estão a dar início a um “admirável mundo novo” repleto de liberdade, mas a sua “nova” moralidade é tão antiga como as montanhas. 

Quantas vezes já ouviram os progressistas sexuais alegarem que aqueles de nós que defendem a moralidade sexual e o casamento tradicionais estão “do lado errado da história”? Mas como ressalva um livro recente, são os proponentes da revolução sexual que estão a abraçar uma moralidade sexual que a história deixou para trás há milênios – nas ruínas do Fórum Romano.

Sim, a civilização ocidental está a atravessar por uma mudança cultural dramática; no espaço de alguns anos, a nossa sociedade mudou de forma fundamental o entendimento do casamento, abraçou a noção de que os homens podem transformar-se em mulheres, e está agora a promover a ideia de que homens adultos podem-se sentir à vontade para partilhar instalações sanitárias com jovens mulheres. Sem surpresa alguma, estamos também a observar esforços rumo à normalização da poligamia, pedofilia e incesto.

Religião da paz? Imã pede que mulçumanos matem judeus para "apressar o Juízo Final"

https://3.bp.blogspot.com/-0n0OQJApUa0/WUExfjFfltI/AAAAAAAALSw/ZxcXRqGfhAU3Ri9qU0kJkzOe3G6O6HrHgCLcBGAs/s640/imam-635x357.jpg

O imã Mundhir Abdallah é líder da mesquita Masjid Al Faruq, uma das maiores de Copenhague, capital da Dinamarca. É sabido que o local tinha vínculo com correntes do Islã radical no país. 
 
Durante uma reunião de oração recente, o líder religioso citou uma hadith – tradição baseada em citações de Maomé – lembrando que “o Dia do Juízo não chegará até que os muçulmanos combatam e matem os judeus”. 
 
Segundo a tradução do árabe para o inglês, divulgada pelo Instituto Americano Middle East Media Research (MEMRI), o hadith diz: “Os judeus se esconderão atrás de rochas e de árvores, mas as árvores e as rochas dirão: ‘Oh, muçulmano, Oh, servidor de Alá, há um judeu atrás de mim, venha matá-lo'”. 
 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Fim dos tempos: Canadá aprova lei que amplia controle homossexual sobre crianças e anula direitos de pais cristãos

https://1.bp.blogspot.com/-4RcvAJin6fs/WTvLGz49K9I/AAAAAAAAe7c/75F2V8ZEFaYQQJFe3SqwiH0nusP0SLUBgCLcB/s1600/bandeira%2Bgay.GIF
A província de Ontário, no Canadá, aprovou uma lei “totalitária” que permite que o governo tire os filhos de seus pais. A lei é um perigo para lares cristãos onde os pais creem que Deus designa os sexos.
Líderes pró-família estão alertando que a Lei 89 dá ao Estado mais poder para tirar os filhos das famílias que discordam da agenda LGBT.
LifeSiteNews informou que órgãos governamentais terão licença para banir casais que discordam da agenda homossexual de cuidar ou adotar crianças.
A lei, conhecida como Lei de Apoio à Infância, Juventude e Família, 2017, revoga e substitui a antiga Lei de Assistência Social Infantil e Familiar que governa as agências de conselho tutelar e adoção e cuidado de crianças.
“Identidade de gênero” e “expressão de gênero” são consideradas requisitos obrigatórios “nos melhores interesses da criança.”
A lei despreza totalmente a religião e fé dos pais e ordena que os conselhos tutelares considerem apenas o próprio “credo” ou “religião” da criança ao considerar os melhores interesses da criança.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Profecia do retorno de judeus a Israel deve dividir a nação em 12 tribos, diz rabino

Segundo o rabino Hillel Weiss, com o cumprimento da profecia conhecida como 'Terceira Herança', Israel deve ser novamente dividida em 12 tribos.

https://thumbor.guiame.com.br/unsafe/840x500/smart/media.guiame.com.br/archives/2017/06/02/2276377251-shofar-israel.jpg
Judeu toca shofar próximo ao Muro das Lamentações. (Foto: Jerusalem Post)
Nos próximos anos, deve haver mais judeus que vivem em Israel do que em outras partes do mundo, o que indica uma gigantesca mudança demográfica com implicações proféticas, encontradas na Bíblia.

Em 1947, cerca de 630.000 judeus viviam no mandato britânico, compreendendo menos de 6% da população judaica global.

Desde então, a população judaica em Israel aumentou mais do que dez vezes. Judeus israelenses agora representam mais de 43% da população judaica global. Em breve, a maioria dos judeus no mundo será encontrada dentro das fronteiras de Israel, de acordo com um relatório divulgado pelo site 'Breaking Israel News' (BIN).

Ministro de Defesa de Israel afirma: Acordo de paz com Palestina está 'mais perto do que nunca'

https://cdnbr2.img.sputniknews.com/images/729/03/7290357.jpg
Ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman - © Sputnik/ Maksim Blinov

O ministro da Defesa israelense, Avigdor Lieberman, está convencido de que israelenses e palestinos estão "mais perto do que nunca" de assinar acordo de paz e de que a possibilidade de estabelecer relações diplomáticas com alguns países árabes fará com que o governo israelense aceite o acordo.

"Estamos mais perto do que nunca de fechar acordo", disse Lieberman ao Canal 2 da televisão israelense. "Espero que sejamos capazes de nos dar conta de que há esta opção", acrescentou.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

E ao terceiro dia... Jerusalém foi libertada. Faz hoje exatamente 50 anos!

O "terceiro dia" é muito importante no calendário divino.

Foi ao terceiro dia que Ele ressuscitou o Seu Filho dentre os mortos. Foi ao terceiro dia profético (1 dia = 1 ano) que o povo judeu renasceu das cinzas e declarou a sua independência na Terra de Israel (1945 - 1948). 

E foi ao terceiro dia da mítica Guerra dos Seis Dias que as vitoriosas tropas israelitas reconquistaram Jerusalém, até então ocupada pelos jordanos muçulmanos.

Para Deus não há coincidências. Tudo funciona segundo "os Seus decretos." 

"Depois de dois dias nos ressuscitará; ao terceiro dia nos levantará, e viveremos diante d' Ele." (profeta Oséias 6:2)

Senado americano aprova transferência de sua embaixada em Tel Aviv para Jerusalém

Embaixada dos EUA em Tel Aviv, Israel
 
Na segunda-feira (5), o Senado dos EUA aprovou uma resolução que visa mudar a embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, bem como resolver o conflito árabe-israelense através do princípio de “dois Estados”.

Destaca-se que, dentre os 100 senadores, grande parte votou a favor do documento.

De acordo com a anotação da resolução, o documento condiz com "antiga política americana bipartidária" de acordo com a qual "o estatuto permanente de Jerusalém permanece sendo uma questão que deve ser resolvida entre as partes através de negociações rumo à decisão final sobre a existência de dois países".

terça-feira, 6 de junho de 2017

Líder mulçumano afirma que literatura islâmica incentiva ataques terroristas

[Imagem: 9p97tbs5ix63q8upggkfk9kub.jpg]
Imagem: Último Segundo

O Imam Shaikh M. Tawhidi é licenciado por vários grandes aiatolás e líderes de seminários islâmicos para liderar e representar a comunidade muçulmana. Ele atualmente ocupa o cargo de Imam da Associação Islâmica da Austrália do Sul.

Segundo ele, nessa entrevista apresentada na TV Australiana, a literatura mulçumana é a grande culpada pelo crescente número de ataques terroristas no mundo, pois incentiva os jovens a tal prática.
 

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Brasil se une a países islâmicos e vota contra Israel na OMS

A resolução fala da sobre as condições de saúde nas áreas disputadas por palestinos em Israel

A embaixadora Aviva Raz-Shechter, representante de Israel na Organização Mundial da Saúde (OMS) denunciou outra ação da ONU contra seu país.

Dessa vez foi uma resolução aprovada que fala trata áreas de Israel como “território palestino ocupado”.

Na aprovação dessas resoluções, o Brasil voltou a se unir com nações islâmicas e votou contra Israel, ao lado de países como Cuba, Venezuela, Síria, Argélia, Egito, Kuwait, Líbia, Paquistão, Arábia Saudita e Tunísia.

O texto critica apenas Israel sobre as más condições de saúde nas áreas em disputa com a Autoridade Palestina e o acordo foi votado sob pressão do regime de Bashar al-Assad.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Maioria da população mundial deseja “governo global”

Pesquisa revela que 69% dos brasileiros são favoráveis à ideia
 
Resultado de imagem para governo mundial

Um novo estudo realizado em escala global concluiu que a grande maioria das pessoas estão prontas para abraçar um governo global, na esperança de que ele consiga salvar a humanidade de catástrofes e de grandes ameaças.

O levantamento foi realizado pelo Instituto ComRes, a pedido da Fundação Desafios Globais, com sede na Suécia. Foram entrevistadas 8.100 pessoas em oito países, que reúnem metade da população mundial: Austrália, Brasil, China, Alemanha, Índia, África do Sul, Reino Unido e EUA.

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Ano dos asteróides destruidores: 2017 pode se tornar o último da humanidade

https://cdnbr1.img.sputniknews.com/images/847/76/8477614.jpg

Ron Baalke, o principal astrônomo da NASA, revelou que cinco asteroides passarão em extrema proximidade da Terra nos próximos meses. Ao mesmo tempo, cientistas acreditam que haja mais asteroides, que não estamos prontos para lidarmos com eles, pois demoramos muito para identificá-los.

Essa informação foi publicada pelo principal astrônomo da NASA no Twitter.

​A primeira ameaça se trata do asteroide 2017 BS5, que se aproximará da Terra no dia 23 de julho. Seu diâmetro atinge 40 a 90 metros e passará a 1.211.734 quilômetros de distância do nosso planeta.

Mas existe outro e ainda mais preocupante — o 2012 TC4. Esse asteroide tem um menor diâmetro (de 12 a 27 metros), não obstante irá se aproximar de nós a 57.659 quilômetros em 12 de outubro. Claro que para nós é muito longe, mas em dimensões espaciais são alguns passos. Lembre-se que a distância entre a Terra e a Lua é de apenas 384.400 quilômetros. 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Trump visita a Israel, anunciando “paz e segurança”

É a primeira visita oficial de um presidente ao Muro das Lamentações
 Resultado de imagem para Trump visita a Israel, anunciando “paz e segurança”

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou nesta segunda-feira (22) a Israel, onde se encontrou com o chefe de Estado israelense, Reuven Rivlin, e o premiê, Benjamin Netanyahu.

Há uma grande expectativa que ele faça anúncios para um acordo de paz no Oriente Médio. “Estamos diante de uma oportunidade pouco comum para trazer segurança e estabilidade à região. Para criar harmonia, prosperidade e paz”, destacou Trump logo em sua chegada ao aeroporto de Ben Gurion. Ele permanecerá cerca de 28 horas no país, visitando Jerusalém e indo a Belém falar com a Autoridade Palestina.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Netanyahu: 'Jerusalém será sempre a capital de Israel'

Imagem: middleeasteye.net
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou neste domingo à noite (21) que Jerusalém será “sempre” a capital de Israel, às vésperas da visita do presidente americano, Donald Trump, à cidade santa. 

Diante das muralhas da Cidade Antiga de Jerusalém, Netanyahu se pronunciou na abertura das festividades organizadas pela prefeitura de Jerusalém, as quais marcam o 50º aniversário da conquista de Jerusalém Oriental pelo Exército israelense.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Trump suspende plano de mudar embaixada americana em Israel

https://gdb.voanews.com/D4F97717-0235-4868-84BE-50995F1CD017_cx1_cy6_cw97_w1023_r1_s.jpg
Benjamin Netanyahu e Donald Trump na Casa Branca
Presidente americano prometeu mudar a representação diplomática de Telaviv para Jerusalém

O Presidente dos Estados Unidos suspendeu o plano de mudar a embaixada do país em Israel de Telavive para Jerusalém, uma promessa que fez há meses, mas que poderia prejudicar qualquer aproximação com os palestinianos, informou a Casa Branca nesta quarta-feira, 17, à Agência.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Países do Golfo Árabe propõem melhorar as relações com Israel se pararem as construções na Judeia e Samaria


A visita de Donald Trump à Arábia Saudita e a Israel na próxima semana está a despontar todo o tipo de posicionamentos da parte dos políticos árabes e dos países vizinhos de Israel.
 
Enquanto ontem o Egito e a Jordânia mandaram um "recado" a Trump de que querem ver um estado palestino com Jerusalém oriental como capital desse estado, hoje é jornal norte-americano"Wall Street Journal" a reportar de um documento que terá recebido a aprovação da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes, propondo o congelamento das construções e o início de conversações políticas em troca da normalização das relações com Israel.
 
Aquilo que os países do Golfo querem de Israel é o reinício do processo de paz, levando à paragem das construções e a um alívio do bloqueio à Faixa de Gaza.
 

Em sua 1ª viagem oficial ao exterior, Trump buscará 'unir povos de todas as religiões', diz governo

Presidente americano Donald Trump recebeu o premiê israelense Benjamin Netanyahu na Casa Branca. (Foto: Win McNameer/Getty Images)
 
O Sinédrio enviou nesta segunda-feira (15) um convite ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para que ele suba no Monte do Templo e faça uma oração pela paz no mundo. O líder americano fará sua primeira visita de Estado a nação judaica e estará em Jerusalém na próxima semana.

“Nós esperamos que você venha até o Monte do Templo, o Monte Moriá, para as áreas apropriadas. Ao fazer isso, você receberá as bênçãos do Rei Salomão, que fundou o Templo com a intenção de que os líderes estrangeiros viessem de longe para trazer a paz a suas terras”, disse trecho da carta do Sinédrio ao presidente dos EUA.

O rabino Hillel Weiss, porta-voz da assembleia religiosa judaica, enfatizou a importância da oração diante do cenário atual. “Trump está diante de um momento extremo na história, quando o mundo pode se deparar com um grande conflito. Se isso começar na Coreia do Norte, na Síria ou na Europa, as sementes de guerra estarão semeadas”, disse Weiss ao site Breaking Israel News.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Reinado cristão existiu na arábia antes do islã

Arqueólogos da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, descobriram uma imagem que pode significar que a Arábia teve um rei que usava a cruz cristã como símbolo do seu poder. 

A imagem aparece em uma parede monumental de um monarca ainda não identificado gravada pouco antes de 550 d. C, décadas antes do nascimento de Maomé. 

O retrato de 1,70 metros de altura foi analisado por Paul Yule que escreveu um artigo para a revista científica “Antiquity” falando sobre o achado. Yule faz parte do Departamento de Línguas e Culturas Orientais de Heidelberg e contou com o apoio de outros arqueólogos para concluir o estudo nas ruínas de uma cidade antiga em Zafar, no Iêmen. 

O homem mostrado na imagem pode ser o rei de Himyar, Zafar era a capital do reinado e ele se estendia por 2,5 milhões de quilômetros quadrados. Textos da época do Império Romano e algumas inscrições nativas chegam a falar desse reino perdido, mas há muitas partes dessa história que não foram reveladas. 

De acordo com o jornal Folha de São Paulo o que se sabe sobre o reinado é que ele faz parte de uma região que era estratégica para o comércio de especiarias, perfumes e objetos de luxo do oceano Índico. 

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Parlamento israelense aprova lei que define Israel como ‘lar nacional do povo judeu’

Parlamento israelense aprova lei que define Israel como ‘lar nacional do povo judeu’
(Arquivo) O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu - EPA POOL/AFP/Arquivos
Parlamento israelense aprovou nesta quarta-feira em primeira leitura um controverso texto de lei que define Israel como o “lar nacional do povo judeu”, que seus detratores criticaram por excluir ainda mais a grande minoria árabe.

O texto é “crucial para momentos como o atual, quando alguns procuram minar o direito do povo judeu a ter um lar nacional em sua terra”, de acordo com as notas que acompanham o documento.

Seus críticos veem na lei um projeto discriminatório para os árabes israelenses, que representam 17,5% de uma população predominantemente judaica.

Israel reage a proposta de invasão de Jerusalém

Israel reage a proposta de invasão de Jerusalém
Recep Tayyip Erdogan presidente da Turquia afirmou durante um fórum em Istambul nesta segunda-feira (8), que os planos de Donald Trump em transferir a embaixada dos Estados Unidos em Israel de Tel Aviv para Jerusalém são “extremamente errados e devem ser abandonados”. 

Afirmou também que mesmo “realocar uma pedra” na cidade teria sérios impactos. Por isso, pediu que os muçulmanos “invadam” o Monte do Templo em uma demonstração de solidariedade com os seus “irmãos palestinos”. 

“Nós, como muçulmanos, devemos visitar Al-Quds com mais frequência”, bradou ele, referindo-se a Jerusalém pelo seu nome islâmico, que significa “A Santa”. Em seguida, desafiou: “Cada dia que Jerusalém permanece sob ocupação é um insulto para nós”.

Para Erdogan, um movimento massivo de muçulmanos no Monte do Templo mandaria uma mensagem clara para Israel, que ele considera “racista e discriminatório” contra os árabes, sobretudo os palestinos. Acrescentou que o bloqueio israelense da Faixa de Gaza “não tem lugar na humanidade”. 

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Donald Trump vai visitar este mês os berços do Judaísmo, do Cristianismo, do Islamismo e do Catolicismo Romano

Não param as surpresas para este mês de Maio...

Numa agenda inédita para qualquer presidente norte-americano, e tendo certamente em vista o desalavancar do moribundo processo de paz do Médio Oriente, o presidente norte-americano vai fazer no final deste mês um périplo pelos centros espirituais do judaísmo, do cristianismo e do islamismo. E, como seria de esperar, não voltará a Washington sem passar por Roma para receber a bênção do falso profeta...

A primeira paragem de Trump será na Arábia Saudita, berço da religião islâmica, que tantos males tem causado à humanidade, especialmente com os atentados terroristas cometidos por islamitas radicais, ou seja, aqueles que levam a sério a mensagem do sanguinário profeta Maomé.
 

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Plano contra Teerã: Como Israel pretende conter o Irã




O ministro dos Serviços de Inteligência de Israel, Yisrael Katz, propôs à administração de Trump um plano de cinco pontos para fazer com que Irã e todas as forças pró-iranianas deixem a Síria. O cientista político, Vladimir Sazhin, revela para a Sputnik o conteúdo do plano e a possível reação do Oriente Médio e do mundo.
"Não é surpresa para ninguém que Israel é o segundo inimigo oficial do Irã depois dos EUA. A propósito, a República Islâmica do Irã (RII) é o único país do mundo que não reconhece a existência de tal Estado como Israel. É compreensível que Tel Aviv esteja preocupada com a crescente atividade política-militar de Teerã no Oriente Médio, especialmente, na Síria", diz o especialista em assuntos do Oriente Médio.
Na véspera de sua visita a Moscou, o premiê de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que o Irã visa usar Síria como um campo de operações militares na região, instalando nela de modo permanente suas forças terrestres e navais, o que permitirá "abrir contra Israel uma frente nas Colinas de Golã". Ele sublinhou estar prestes a expressar ao presidente Putin desacordo completo de Israel quanto ao caso. 

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Libéria tem ao menos 12 mortes por uma doença não identificada



Ao menos 12 pessoas morreram em menos de dez dias na Libéria devido a uma doença não identificada que provoca febre e vômitos, e que deu negativo para ebola, informou na terça-feira o Ministério da Saúde liberiano.

Em Genebra, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta terça-feira de novos casos desta doença, cujos primeiros pacientes foram identificados no condado de Sinoe, no sudeste da Libéria.

terça-feira, 2 de maio de 2017

Unesco aprova resolução contra Israel sobre Jerusalém

Imagem: Gospel Prime
A Organização das Nações Unidos para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) aprovou nesta terça-feira (2) a controversa resolução que retira a soberania de Israel da cidade de Jerusalém. O texto, votado em uma reunião em Paris, na França, foi aprovado por 22 países. Dez nações, entre elas a Itália, votaram contra e 23 se abstiveram.

A resolução foi apresentada pela Argélia, Egito, Libano, Marrocos, Omã, Qatar e Sudão, em apoio à Palestina. Ela afirma que Jerusalém é importante para três religiões monoteístas e, portanto, não poderia ficar sob domínio de algum país ou religião.

Esta nova medida vem após a Unesco aprovar em outubro outra que tiram o poder ou condenam atos de Israel em Jerusalém. (ANSA)

Jornal do Brasil
DeOlhOnafigueira

Nota do blog: E mais uma vez o Brasil votou contra Israel. Lamentável.

Hamas faz concessões e aceita Estado palestino com fronteiras de 1967

O movimento de resistência islâmica Hamas divulgou nesta segunda-feira uma versão atualizada do seu programa político admitindo, pela primeira vez, a criação de um Estado palestino limitado às fronteiras de 1967.

https://cdnbr1.img.sputniknews.com/images/644/60/6446064.jpg

"Sem comprometer sua rejeição à entidade sionista e sem renunciar a quaisquer direitos palestinos, o Hamas considera o estabelecimento de um Estado palestino totalmente soberano e independente, com Jerusalém como sua capital e ao longo das fronteiras de 4 de junho de 1967, com o retorno dos refugiados e deslocados para as suas casas", escreveu o grupo em sua página na internet.

No documento, o Hamas diz ser "totalmente ilegal" o estabelecimento de Israel, mas explica que sua luta não é contra o povo judaico em geral, uma vez que a mesma não tem caráter religioso.

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Coreia do Norte ameaça bombardear Israel

Ameaças geram especulação sobre antiga “profecia” de rabino
 
http://navalbrasil.com/wp-content/uploads/2013/03/6h_50720163.jpg
A Coreia do Norte ameaçou bombardear Israel e chamou os comentários do ministro de Defesa Avigdor Liberman de “precipitados e maliciosos”. 

O incidente diplomático ocorreu neste sábado (29) após ele ter chamado o líder coreano Kim Jong Un de “extremista e louco”.

Em um comunicado oficial do Ministério de Exterior, Pyongyang disse que Liberman desafiou a Coreia do Norte ao fazer comentários “maliciosos” contra a nação. A resposta foi: “Nossa mensagem constante é castigar sem piedade aos que ofendem a nossa dignidade. Advertimos a Israel a pensar melhor sobre as implicações de sua campanha de difamação contra nós”.

A declaração norte-coreana repreendeu Israel por sua política nuclear, e acusou o Estado judeu de abusar dos direitos dos árabes em todo o Oriente Médio, relata o jornal Times of Israel.

“Israel é o único portador ilegal de armas nucleares que contam com o apoio dos Estados Unidos, mas Israel está atacando a Coreia do Norte por possuirmos armas nucleares”, insiste o documento, que acusa “a ocupação israelense” de cometer “crimes conta a humanidade”.

sábado, 29 de abril de 2017

Fim dos tempos: EUA elaboram plano de ação em caso da guerra com China e Rússia

http://www.ultimosacontecimentos.com.br/static_img/264689/resize-500x271_6-1051.jpg

O exército norte-americano elaborou um plano em caso de guerra com a Rússia e China, escreve o analista Daniel Gouré no The National Interest.

O novo programa de investimentos norte-americano se chama "Terceira Estratégia de Proteção (Third Offset Strategy)" e é a continuação das duas anteriores estratégias destinadas a conter o reforço militar da União Soviética e dos seus aliados, comunica o The National Interest.

De acordo com Gouré, os EUA precisam da nova estratégia porque a Rússia e outros potenciais adversários investiram muito na criação de equipamento, táticas, estruturas destinadas a conter o potencial militar e técnico dos EUA e da OTAN. Além do mais, estes países estão realizando a sua própria estratégia de guerra ofensiva rápida e não nuclear.

Assustador: Desemprego no Brasil já atinge 14,2 milhões de pessoas

Número de trabalhadores sem emprego no país bate novo recorde
 
http://midias.gazetaonline.com.br/_midias/jpg/2017/01/20/290x175/1_eco-4856265.jpgO número de trabalhadores sem emprego atingiu o nível recorde de 14,2 milhões de pessoas no trimestre encerrado em março deste ano, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada ontem pelo IBGE.

Isso significa 1,8 milhão de pessoas a mais que em igual período do ano passado, uma alta
de 27,8%. É a primeira vez que o número de desempregados ultrapassa a marca de 14 milhões de pessoas.

A taxa de desemprego alcançou 13,7%, também recorde da série histórica do IBGE, que começou em 2012. O avanço é forte tanto em relação ao primeiro trimestre de 2016 – quando estava 10,9% – quanto ao quarto trimestre de 2016 – quando chegou a 12%.

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Sinais do fim: Aceleração de degelo do Ártico

Um iceberg derrete nas redondezas da cidade de Narsarsuaq, no sul da Groelândia (Foto: REUTERS/Bob Strong)
A aceleração do degelo do Ártico está derretendo o subsolo congelado sob edifícios e estradas da Sibéria ao Alasca, elevando os níveis dos mares globais e alterando os padrões de temperatura mais ao sul, revelou um estudo internacional nesta terça-feira (25).

O fato de a região gelada estar se tornando mais quente e úmida, o que resulta no derretimento do gelo ao seu redor, pode custar trilhões de dólares à economia mundial neste século, estimou o relatório.

O estudo de 90 cientistas, incluindo especialistas dos Estados Unidos, exortou governos com interesse no Ártico a cortar as emissões de gases de efeito estufa.

"O Ártico está esquentando mais rápido do que qualquer outra região da Terra, e se tornando um meio ambiente mais quente, úmido e variável rapidamente", de acordo com o relatório, que atualiza descobertas científicas de 2011.

Donald Trump visitará Israel em maio, a sua primeira visita oficial como presidente dos EUA


Representantes dos governos de Jerusalém e de Washington irão reunir-se amanhã para acertarem os pormenores da primeira visita oficial do presidente norte-americano a Israel, prevista para finais do próximo mês de Maio.
 
Segundo consta, o presidente norte-americano poderá visitar Jerusalém durante as celebrações da reunificação da Cidade capital eterna de Israel, que ocorrerão na noite de 23 de Maio e no dia seguinte.
 

sábado, 22 de abril de 2017

Fim dos tempos: EUA abrem primeira igreja dedicada ao consumo ritual de maconha

Murais do artista Okuda San Miguel no interior da Igreja Internacional da Cannabis, em Denver, Colorado (EUA) Murais do artista Okuda San Miguel no interior da Igreja Internacional da Cannabis, em Denver, Colorado (EUA)... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2017/04/20/denver-abre-primeira-igreja-dedicada-ao-consumo-ritual-de-maconha.htm?cmpid=copiaecola&cmpid=copiaecola
Letreiro na entrada da Igreja Internacional da Cannabis (Todd Pierson/EFE)
Todd Pierson/ EFE... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/efe/2017/04/20/denver-abre-primeira-igreja-dedicada-ao-consumo-ritual-de-maconha.htm?cmpid=copiaecola
A primeira igreja dedicada ao consumo de maconha com propósitos espirituais dos Estados Unidos abre suas portas nesta quinta-feira no Colorado, o primeiro estado do país onde foi permitido o uso de maconha com fins recreativos. Sem um livro sagrado nem hierarquias eclesiásticas, a Igreja Internacional da Cannabis (ICC) é um local para “pessoas de todo o mundo que querem fazer parte de uma organização que aceita o uso da cannabis na viagem pessoal de busca de significado”, explicou à Lee Molloy, um de seus três fundadores.

A abertura oficial da nova igreja acontece neste dia 20 de abril, data popularmente associada ao consumo de maconha e escolhida, disse Molloy, porque “é fácil de lembrar”. Este particular templo está situado em um edifício do início do século XX, onde existiu uma igreja luterana, ao sul da cidade de Denver, e quem quiser pertencer à congregação deve fazer uma doação que serve como pagamento de uma associação. “É um lugar de reunião, onde não se julga ninguém”, disse Molloy.

Os membros da nova igreja se denominam como “elevacionistas”, porque o consumo ritual de maconha “eleva nossas mentes até alcançar a melhor versão de nós mesmos”. Um dos princípios fundamentais dos “elevacionistas” é considerar a flor da cannabis como um “presente da Força Criadora Universal”, ressaltou Molloy.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Documentos da ONU recentemente publicados revelam que já em 1942 os países aliados tinham conhecimento do massacre dos judeus

Documentos da ONU de há 70 anos atrás só agora tornados públicos revelam que os países aliados tinham conhecimento do extermínio dos judeus que estava sendo levado a cabo por Hitler muito antes do que até agora se supunha. 
 
Estas evidências tinham até agora sido negadas pelo Departamento de Estado norte-americano.
 
Um historiador recentemente entrevistado pelo jornal britânico "The Independent" confirmou que os países do Ocidente - os assim-chamados "aliados" para combater Hitler - tinham conhecimento do extermínio sistemático dos judeus da Europa às mãos de Hitler já em 1942.
 

terça-feira, 18 de abril de 2017

Alerta: Jogo suicida “Baleia Azul” chega ao Brasil

Iniciado na Rússia em 2016, o jogo “Baleia Azul” já foi associado a mais de 100 casos de suicídio no mundo

(Wikipédia/Wikimedia Commons)

Se você acha que Black Mirror é só obra de ficção, aqui está uma prova de que tudo está se misturando.

Iniciado na Rússia em 2016, “o jogo "Baleia Azul" já foi associado a mais de 100 casos de suicídio no mundo. E, aparentemente, chegou ao Brasil.

O jogo consiste em 50 desafios, distribuídos diariamente por um “curador” em grupos fechados de redes sociais. Todo dia, às 4h20 (hue-hue…), uma mensagem com a nova missão é publicada. O grau de seriedade é variável. 
 

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Israel dá mais um passo para a reconstrução do Templo

The future Third Temple ... as it would appear
O futuro Terceiro Templo ... como seria
O governo israelense está considerando uma proposta para criar uma nova fundação responsável por fornecer "pesquisa, informação e advocacia" sobre a conexão judaica com Jerusalém e com a celebração do 50º aniversário da reunificação de Israel da capital de Jerusalém. O que muitos consideram o local mais sagrado em todo o Judaísmo - o lugar onde o Templo permaneceu até o ano 70 dC.

A
Fundação da Herança do Monte do Templo foi proposta pela ministra da Cultura Miri Regev e Proteção Ambiental e pelo ministro de Jerusalém Ze'ev Elkin, com um orçamento anual de US $ 550.000. Ele será baseado no Fundo de Patrimônio do Muro Ocidental financiado pelo governo, que administra o local adjacente ao Monte do Templo - que se acredita ser o muro de contenção para a base de 35 acres sobre a qual o Templo foi construído.

O projeto está recebendo grandes elogios dos defensores de Israel para a reconstrução do Templo.

Rabi Yehuda Glick, que foi alvo de uma tentativa de assassinato em 2014 por sua defesa no Templo, disse que congratulou-se com o plano de uma Fundação do Templo da Montanha e tem pressionado pessoalmente para a sua criação.

"Precisamos declarar claramente: O Monte do Templo é o fundamento da história do povo judeu e do retorno à terra desde o início do sionismo", disse ele.

Pesquisador propõe clonar Jesus a partir do DNA de João Batista e de Tiago

A figura de Jesus movimenta os crentes em direção á fé, e os incrédulos, em direção aos estudos e pesquisas, seja para comprovar sua existência, ou em busca de provas que desmascarem a narrativa bíblica. Agora, cientistas europeus querem clonar Jesus a partir do DNA de João Batista.

O geneticista George Busby, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, publicou um artigo em que garante que um grupo de cientistas está muito próximo de conseguir amostras de DNA de Jesus e, assim, tornar a clonagem possível.

A busca dos pesquisadores é pela ossada de João Batista, primo de Jesus, e eles contam com o trabalho dos arqueólogos búlgaros Kazimir Popkonstantinov e Rossina Kostova, que alegam ter encontrado parte do esqueleto em uma escavação em uma antiga igreja em Sveti Ivan, uma ilha no Mar Negro.

No texto, publicado na revista acadêmica The Conversation, Busby afirma que se for comprovado que os restos mortais pertencem a João Batista, será possível obter material que viabilizaria a clonagem de Jesus.

Síria divulga vídeo ameaçando invadir Israel

https://i1.wp.com/www.gospeln.com/wp-content/uploads/2017/04/treinamento-sirio-invadir-israel.jpg?resize=201%2C113
Um vídeo produzido pelas Forças de Defesa Nacional (NDF), uma milícia que apoia o presidente sírio, Bashar al-Assad, foi divulgado nesta sexta-feira (14), mostrando um treinamento que tem como alvo Israel.

O material, gravado de forma bastante amadora, mostra como as tropas sírias invadiriam um posto avançado israelense e, em meio a um bombardeio, dominam o lugar. O ponto alto é quando os soldados retiram a bandeira israelense, colocando em seu lugar duas bandeiras, uma da NDF e outra do Hezbollah, grupo terrorista libanês que apoia Assad e constantemente ameaça Israel.

Com uma música dramática tocando ao fundo, os soldados conseguem chegar ao local que representaria o território israelense. A retirada da bandeira é uma mensagem clara que o regime de Assad, apesar da guerra em seu território, planeja ataques contra Israel, a quem vem ameaçando nos últimos meses.

sexta-feira, 31 de março de 2017

Rússia reitera vontade de ajudar Palestina a criar seu próprio Estado

Rússia reitera vontade de ajudar Palestina a criar seu próprio Estado

© AP Photo/ Majdi MohammedA Rússia está disposta a ajudar a população da Palestina a realizar sua pretensão legal de criar seu próprio Estado. Quem afirma é o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Mikhail Bogadnov, durante a 28ª cúpula da Liga dos Estados Árabes, realizada na Jordânia.
Bandeiras da Palestina.

A Rússia está disposta a ajudar a população da Palestina a realizar sua pretensão legal de criar seu próprio Estado. Quem afirma é o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Mikhail Bogadnov, durante a 28ª cúpula da Liga dos Estados Árabes, realizada na Jordânia.

"A Rússia confirmou a sua vontade de também contribuir ainda mais para implementar as aspirações legais do povo palestino para que tenham seu próprio Estado, de acordo com as decisões da comunidade internacional sobre a questão, incluindo a iniciativa de paz árabe", adotada pela Liga Árabe para promover o diálogo entre israelenses e palestinos, disse ele após uma reunião com o presidente palestino, Mahmoud Abbas.