Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Justiça determina recolhimento de Vogue Kids da Editora Globo com ensaio sensual de crianças

[Imagem: 4ceoLKr.jpg]
A Justiça de São Paulo determinou a interrupção da distribuição e o recolhimento da revista Vogue Kids, encartada na edição de setembro da revista Vogue, neste sábado (13). 
 
A publicação, que é de responsabilidade da editora Globo, foi muito criticada nas redes sociais pelo conteúdo publicado no encarte, que traz fotos de meninas menores de idade em poses sensuais e, em alguns casos, com pernas abertas.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, a ação foi acatada pelo Juiz Auxiliar da Infância e Juventude do TRT (Tribunal Regional do Trabalho). O Ministério Público decidiu fazer a denúncia após entender que a publicação do ensaio “Sombra e Água Fresca” violou o princípio da proteção integral à criança, previsto pela Constituição.

“São garotas em poses sensuais e (existe) uma clara ‘adultização’ precoce dessas crianças“, afirma a psicóloga Laís Fontenelle, em entrevista à colunista Giovanna Balogh, do blog Maternar da Folha. Laís é integrante do Instituto Alana, uma das organizações que se revoltaram com o ensaio publicado pela revista.
 
De acordo com a especialista, é saudável quando crianças brincam com as roupas, sapatos e maquiagens dos pais e mães, mas não faz bem quando a indústria passa a incentivar o comportamento precoce. “Assim como essas fotos, que mostram a menina tirando a blusa”, opinou a especialista.

O advogado de família Danilo Montemurro afirmou à colunista da Folha que os pais das crianças podem virar réus por terem autorizado as fotos. “Além da exposição sexualizada, as crianças foram expostas como adultos. Isso fere o artigo 17 do ECA, que preserva o direito da identidade do menor”, disse ele.
 
Bol via Carta Capital
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário