Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 31 de agosto de 2014

REFLEXÃO: Duas maneiras infalíveis de negar a Cristo

“Qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem...” Lucas 9:26a 
 
“Não me envergonho do evangelho, pois é o poder de Deus...” Romanos 1:16a

Há duas maneiras de negar a Jesus.

A primeira é envergonhando-se d’Ele, como fez Pedro no pátio do Templo, enquanto se aquecia ao redor de uma fogueira à espera do veredicto que condenaria Jesus (Lc.22). Preocupado em salvar a própria pele, por três vezes Pedro negou conhecer seu Mestre. O canto do galo foi o despertador usado por Deus para chamar a sua atenção. Não foi por falta de aviso. Mas a pressão psicológica a que Pedro estava sendo submetido era tamanha, que ele sequer se lembrou da advertência de Jesus.

Quantas vezes temos nos envergonhado de Jesus? Infelizmente, nem sempre temos um galo por perto para despertar nossa consciência. Porém, há situações que nos servem como despertadores. Circunstâncias adversas, decepções, e até tragédias, chegam em hora oportuna, mas nem sempre conseguem chamar nossa atenção. 

sábado, 30 de agosto de 2014

Netanyahu: "palestinos devem escolher entre a paz e o Hamas"

Premier teria aceitado encerrar hostilidades por causa de outras ameaças regionais

O premier de Israel, Benjamin Netanyahu, disse neste sábado na TV que aceitou encerrar as hostilidades na Faixa de Gaza para manter recursos frente a outras potenciais ameaças na região.

"Combatemos por 50 dias, e poderíamos ter continuado por 500, mas estamos em uma situação em que temos o Estado Islâmico às portas da Jordânia, a Al-Qaeda no Golã, e o Hezbollah na fronteira com o Líbano", disse Netanyahu em uma entrevista à TV pública exibida na noite deste sábado.

"Decidimos não nos afundar mais em Gaza e nos limitar ao nosso objetivo: recuperar a calma para os cidadãos de Israel", acrescentou.

Netanyahu pediu ao presidente da Autoridade Palestina, Mahmud Abbas, que escolha entre negociar a paz com Israel ou o movimento islâmico palestino Hamas: "Os palestinos têm que entender que devem escolher entre a paz e o Hamas."

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Jihad islâmica desafia Israel com desfile entre as ruínas em Gaza

Militantes palestinos fizeram desfile comemorando 'vitória' sobre Israel.
Os milicianos desfilaram com roupa militar e armas erguidas.


Militantes palestinos da jihad islâmica fazem desfile em Gaza celebrando vitória sobre Israel nesta sexta-feira (29) (Foto: Ibraheem Abu Mustafa/Reuters)
Militantes palestinos da jihad islâmica fazem desfile em Gaza celebrando vitória sobre Israel nesta sexta-feira (29) (Foto: Ibraheem Abu Mustafa/Reuters)
Milhares de combatentes da jihad islâmica desfilaram nesta sexta-feira (29) em Gaza, em um gesto de desafio três dias depois do cessar-fogo que pôs fim a uma sangrenta guerra entre Israel e milicianos em Gaza.

Os milicianos desfilaram com roupa militar e armas erguidas, assim como todo tipo de foguete que foram lançados contra Israel durante o conflito que durou 50 dias.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Confederação Mulçumana (do Anticristo?) é anunciada na Turquia

Primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan
Em uma cobertura incrível que só saiu hoje, e que foi publicado em todo o mundo muçulmano, incluindo até mesmo na versão árabe da CNN, o presidente da União Internacional de Sábios Muçulmanos, Sheikh Yusuf al-Qaradawi, que sua união representa o maior corpo de estudiosos muçulmanos em todo o mundo, e em seu nome acaba de anunciar na Turquia, que:

"O Califado na era de hoje deve ser estabelecido através de SÉRIE DE VÁRIOS ESTADOS GOVERNADOS PELA SHARIA, e apoiado por ambas autoridades e o povo na forma de uma federação ou confederação, E NÃO COMO ERA NO PASSADO."


Por isso, a união muçulmana de estudiosos liderados por Qaradawi está estabelecendo a precedência teológica, anunciando que uma confederação futura de nações muçulmanas devem e serão criadas e centrada na terra do califado muçulmano na Turquia.

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Israel e palestinos discordam sobre negociações após cessar-fogo; entenda

Gaza (AFP)
Grupos de direitos humanos alertam para a situação dos civis de Gaza após o conflito
Israel e militantes palestinos na Faixa de Gaza chegaram a um acordo de cessar-fogo, interrompendo o conflito mais violento na região nos últimos anos.

Após difíceis negociações, ambos os lados concordaram com um acordo mediado pelo Egito. Este não é o primeiro cessar-fogo desde que Israel iniciou sua ofensiva em Gaza em 8 de julho - diversos acordos foram acertados, mas tiveram curta duração.
No entanto, este cessar-fogo não tem prazo para terminar. Após 50 dias de conflito, a percepção de analistas é de que há agora mais vontade - e cansaço - em ambos os lados para colocar um fim definitivo à recente sequência de ataques.

Divergências sobre o que será discutido a seguir ameaçam, porém, reascender a tensão entre os dois lados.

Veja outros pontos sobre a história do conflito em Gaza:

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Israel e Hamas acordam cessar-fogo duradouro

Israel, Palestina, trégua
O movimento Hamas, sob cujo controle se encontra a Faixa de Gaza, e Israel chegaram hoje, dia 26 de agosto, a um acordo sobre uma trégua de longo prazo, informa a Associated Press, citando um representante não identificado do Hamas.

A agência observa que uma declaração oficial a este respeito será emitida hoje mais tarde.

O canal de televisão inter-árabe Al-Arabiya dispõe igualmente de informação acerca de um entendimento sobre o cessar-fogo de longo prazo. Por sua vez, o jornal israelense Haaretz, referindo-se a um dos líderes do Hamas, Ismail Haniya, afirma que as partes "estão perto de chegar a um entendimento".

Conforme relatos anteriores, as delegações palestina e israelense mantêm negociações no Cairo com mediação egípcia.

Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira

Irã vai armar palestinos, depois de derrubar drone israelense

O general Amir-Ali Hajizadeh em entrevista coletiva em Teerã
Teerã vai acelerar o envio de armas à Cisjordânia, em resposta ao uso de um drone espião israelense no Irã, que foi abatido, anunciou um comandante da Guarda Revolucionária.
 
"Vamos acelerar o fornecimento de armas a Cisjordânia e nos reservamos o direito de dar qualquer resposta ao envio de um avião não tripulado israelense do tipo Hermes, abatido quando se aproximava da central de enriquecimento de urânio de Natanz", declarou o general Amir Ali Hajizadeh, segundo o site oficial Sepahnews.com.

A televisão iraniana exibiu imagens de destroços que pareciam corresponder a um avião não tripulado.

O Irã, que não reconhece a existência do Estado de Israel, afirmou nas últimas semanas que forneceu aos combatentes palestinos do Hamas e da Jihad Islâmica a tecnologia necessária para a fabricação de mísseis destinados a bombardear cidades israelenses a partir de Gaza.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Sobreviventes do Holocausto assinam nota contra 'genocídio' em Gaza'

Protesto nos EUA
A violência na Faixa de Gaza vem provocando fortes reações nos Estados Unidos
Mais de 300 sobreviventes do Holocausto e seus descendentes lançaram uma nota condenando o que chamam de "genocídio" de Israel na Faixa de Gaza.

A Rede Internacional Judaica Antissionista (Rija) publicou o manifesto como um anúncio pago no jornal americano The New York Times.

A nota é uma reação ao anúncio publicado por outro sobrevivente da perseguição na Alemanha de Adolf Hitler, Elie Wiesel, que comparou o movimento palestino Hamas ao nazismo.

Mais de 2.000 pessoas já morreram na atual onda de violência na Faixa de Gaza, na sua maioria, civis palestinos.

Jornal italiano refere que Francisco é um alvo do Estado Islâmico

  Jornal italiano refere que Francisco é um alvo do Estado Islâmico
 
O artigo cita fontes israelitas que acreditam que o papa Francisco é um alvo por ser "portador de uma verdade falsa".

A mesma notícia cita também "fontes dos serviços de informações italianos" referindo que Itália é um ponto de partida dos "combatentes da guerra santa do Islão" e que "o desembarque contínuo de emigrantes acaba por provocar a formação de uma base para os extremistas no Ocidente".

O jornal conservador Il Tempo alerta também para o fato de o autoproclamado califa do Estado Islâmico. Abu Bakr Al Baghdadi, "querer superar a Al-Qaeda e os feitos do 'chefe do terror', Ossama bin Laden".

domingo, 24 de agosto de 2014

A decapitação do jornalista James Foley: o que a mídia não está dizendo a você

A cena é forte. Um americano foi degolado por um membro da organização terrorista EIIL (Estado Islâmico no Iraque e Levante). A cena foi filmada e divulgada com o objetivo de retaliar os recentes ataques aéreos dos EUA contra terroristas do EIIL.
James Foley: ativista esquerdista pró-islamismo e anti-Israel
James Foley era um americano esquerdista que acreditava que o islamismo é uma religião de paz e amor. A revista FrontPage disse que Foley era de uma nova espécie de ativistas que se autointitulam jornalistas. Por isso, ele não havia ido ao Oriente Médio para noticiar, mas para promover sua agenda. E essa agenda era evidente a partir do que ele mesmo dizia publicamente pelo Twitter.

sábado, 23 de agosto de 2014

Suposta rede do Hamas pretende derrubar a Autoridade Palestina, diz inteligência de Israel

Para Israel, os líderes do grupo recrutaram dezenas de pessoas para a tomada do poder

Militantes do Hamas participam de um protesto contra Israel
Uma mobilização do Hamas planeja desestabilizar a região de Gaza por meio de uma série de ataques terroristas em Israel e derrubar a Autoridade Palestina (governada pelo grupo da oposição, Fatah), informou nesta segunda-feira (18) a ASI, (Agência de Segurança de Israel).

Ainda segundo a ASI, as matrizes do Hamas na Turquia organizam os ataques contra alvos israelenses e palestinos, para alterar ânimos e usar a instabilidade para dar um golpe militar, derrubando o governo de Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina.

De acordo com o jornal The Jerusalem Post, o Hamas conta com o apoio de grupos da Jordânia, que enviam dinheiro aos militantes pelo correio. Segundo a investigação, o grupo tem pelo menos R$ 1 milhão e 300 mil (dois milhões de shekels novo, a moeda israelense). O dinheiro é utilizado para comprar armas e casas, que são usadas como esconderijos.

Segundo informação da ASI, 93 membros do Hamas estão sob custódia de Israel e 46 já foram interrogados. As forças de segurança pretendem indiciar outros 70 suspeitos.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Guerra no mundo: ONU cifra em 191.369 número de mortos no conflito sírio

O número de mortos documentados e verificados no conflito armado na Síria até abril deste ano é de 191.369, segundo uma análise do Escritório de Direitos Humanos da ONU e que foi tornado público nesta sexta-feira.

Segundo o relatório, o número provavelmente subestima o número de mortos porque em alguns casos faltavam elementos de verificação e muitas mortes nunca foram documentadas por nenhuma das cinco fontes utilizadas.

ONU diz que número de mortos documentados em conflito armado na Síria chega a 191.369. EFE/Arquivo

"O número total pode ser considerado como um mínimo dos assassinatos entre março de 2011 e abril de 2014", esclarece o relatório, que não inclui as vítimas dos últimos meses.

O número de mortos estabelecido neste relatório é o dobro de um ano atrás.

A base de dados criada revela que das vítimas, pelo menos 8.803 eram crianças, e 2.165 tinham menos de dez anos.

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Perseguição a judeus na Europa

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcThJ-VVRHoMq1_Vtd_6LfS...rlz1wmgRxQ]
Imagem: MídiaIndependente.org
O presidente da Agência Judaica e legendário refusenik Natan Sharansky disse nesta semana que “estamos vendo o fim da história judaica na Europa”.

Os comentários de Sharansky vieram em resposta ao aumento substancial do antissemitismo no Continente nos últimos meses, devido não somente às ações de Israel em Gaza, mas primordialmente como resultado de uma longa política europeia.

A Europa está abandonando seus valores básicos de respeito às diferentes identidades, mas mantendo a liberdade de expressão mesmo quando exercida de modo violento. Além disso, está aceitando uma quantidade enorme de imigrantes muçulmanos que não têm os mesmos valores de liberdade e tolerância o que tem fortalecido os partidos de extrema direita que querem expulsar todos os estrangeiros, entre os quais também os judeus.

Cenas de sinagogas cercadas, de judeus surrados nas ruas e passeatas com slogans de “judeus para o gás”, se tornaram rotina na Europa, tudo com a cobertura de serem anti-Israel. 

Na semana passada milhares de pessoas foram mortas, mas não houve qualquer protesto ou reunião de emergência na ONU. A culpa destes massacres não podia ser jogada em Israel ou nos judeus.

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Papa Francisco diz ter "dois ou três anos" de vida e que pode se aposentar

Francisco conversa com jornalistas durante o voo da companhia Korean Airlines que o levou de volta para o Vaticano, após uma visita de cinco dias à Coreia do Sul
Francisco conversa com jornalistas durante o voo da companhia Korean Airlines que o levou de volta para o Vaticano, após uma visita de cinco dias à Coreia do Sul
Francisco conversa com jornalistas durante o voo da companhia Korean Airlines que o levou de volta para o Vaticano, após uma visita de cinco dias à Coreia do Sul

Em tom de brincadeira, o papa Francisco, 77, especulou sobre sua própria morte pela primeira vez, dando a si mesmo mais "dois ou três anos de vida" mas não descartando uma aposentadoria antes disso.

As declarações foram feitas a jornalistas que o acompanhavam no voo de volta da Coreia do Sul, onde o papa esteve por cinco dias.

Vaticano: homossexualismo, garotos de aluguel e venda de hóstias para satanistas…

Homossexualismo no Vaticano: Sexo com garotos de aluguel e venda de hóstias para rituais de satanismo revelados pelo sacerdote pedófilo Don Patrizio Poggi. Sacerdotes contratavam garotos de aluguel para (rentboys) sexo e homossexualismo em instalações da igreja de Roma. Padre que vendia hóstias consagradas para cafetão repassar para satanistas, diz clérigo excomungado.

O Vaticano negou peremptoriamente as alegações de Don Patrizio Poggi sobre a existência de uma rede de prostituição de menores dentro do Vaticano. Investigadores da polícia italiana abriram uma investigação sobre as alegações de um padre pedófilo condenado que declarou haver uma rede de prostituição de menores que vem operando dentro da “Santa Igreja” Romana com clérigos contratando garotos de programa para sexo dentro das igrejas.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Irmandade Muçulmana declara: 'TURQUIA é a CAPITAL DO CALIFADO ISLÂMICO', e que Ministro Erdogam é o 'PRÍNCIPE DO POVO QUE HÁ DE VIR'


Daniel 9:26

Escutem pessoal! O líder espiritual mais proeminente para a Irmandade Muçulmana não é outro senão Sheikh Yusuf al-Qaradawi, e neste domingo (17/08/14) ele declarou que a Turquia é o lugar onde o Califado será estabelecido
.
Em entrevista à TV Turkia, http://www.alalam.ir/news/1624047, Qaradawi declarou que:
"Viemos para a Turquia para avaliar a IV Assembléia da União dos Sábios Muçulmanos em Istambul, capital do Califado Islâmico!"

Qaradawi acrescentou:
"A Turquia é o Estado Califado, e Istambul a sua capital... a Turquia une religião e o mundo, árabes (wahhabistas sunitas) e persas (xiitas), Ásia e África, e ele (o Califado) deve basear-se nesta nação (Turquia) ", https://www.youtube.com/watch?v=hx8jmCC8PLg

Dirigindo-se ao povo turco em relação à eleição de Recep Tayyip Erdogan, o chefe de Estado, Qaradawi disse:
"Erdogan é o homem de Estado, um líder que conhece o seu Senhor ... é dever da nação [islâmica] apoiá-lo E DAR FIDELIDADE A ELE".

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

'Vivemos a 3ª Guerra Mundial', diz Papa Francisco

Pontífice afirmou que esta guerra é marcada por fragmentações
 
Papa Francisco encerrou nesta segunda-feira (18) sua viagem oficial à Coreia do Sul (foto: EPA)
Após uma viagem de cinco dias à Coreia do Sul, o papa Francisco voltou nesta segunda-feira (18) à Itália, mas não sem fazer duras críticas aos confrontos mundiais durante seu vôo de regresso a Roma. "Vivemos a Terceira Guerra Mundial, mas em fragmentos", disse o Pontífice.

Destacando que as guerras estão atingindo "um nível de crueldade espantoso", Francisco afirmou que "é lícito interromper uma agressão, mas não bombardear".

"Quando há uma agressão injusta, posso dizer que é lícito parar o agressor. Mas ressalto o verbo parar, porque isso não significa bombardear ou fazer uma guerra", afirmou o Papa sobre os ataques norte-americanos ao Iraque com o objetivo de destruir rebeldes jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (Isis), que recentemente declarou a criação de um califado e começou a perseguir civis e cristãos.

"A tortura se tornou quase um meio ordinário. Esses são os frutos da guerra. Estamos em guerra, há a Terceira Guerra Mundial, mas em fragmentos'", disse o Papa, referindo-se aos conflitos simultâneos que atingem o mundo, como as crises na Síria, no Iraque, na península coreana, no continente africano na Faixa de Gaza.

Sinais do fim: Metano no Ártico é bomba relógio, alertam cientistas

Liberação de metano que ocorre na Sibéria será causa, no futuro, de danos superiores aos ganhos para a economia global, como inundações e secas ou talvez uma grande erupção
Metano liberado pelo degelo que ocorre no Ártico é uma verdadeira bomba relógio, alertam os estudiosos (NINA LARSON/AFP/Getty Images)

O gás metano que está se desprendendo no Ártico graças ao derretimento maciço das geleiras – e que está se acelerando a cada verão – é “uma bomba-relógio” que será bastante visível nos litorais, acelerará a mudança climática e, para a economia global no curto prazo, irá causar perdas superiores aos ganhos globais, afirmou um grupo de cientistas de três universidades britânicas.

O estudo concluído após 40 anos de análise dos efeitos do metano liberado pelo “desaparecimento do gelo marinho no verão do Ártico”, mostra que os líderes mundiais não têm considerado as perdas econômicas trazidas pelas próximas enchentes, secas e problemas de saúde causados pelas mudanças climáticas aceleradas, nem é considerado que este metano pode ser liberado em uma grande erupção.

domingo, 17 de agosto de 2014

Fim dos tempos: Livro infantil 'Os príncipes e o tesouro' será lançado no mercado Brasileiro no próximo dia 21

[Imagem: t5ta1s.jpg]
Capa do livro
Vendido em mais de 130 países, o livro infantil "The princes and the treasure" do professor universitário americano Jeffrey A. Miles chega ao Brasil, traduzido para o português. Com o nome 'Os príncipes e o tesouro', o conto de fadas que narra a história de amor entre dois rapazes será lançado oficialmente no dia 21 de agosto, em versões digitais e impressas.
 
A versão em português não estava prevista para ser produzida até o meio de 2015. Mas houve tanta repercussão na imprensa e nas redes sociais e pedidos de uma versão em português, que mudei a data para este mês para atender a demanda - conta Jefferey.

Lançado no primeiro semestre deste ano, o livro é totalmente ilustrado, e não tem o tradicional beijo no final. Os protagonistas, entretanto, têm direito a um casamento celebrado por um vigário numa igreja medieval. O trabalho tem feito sucesso e Jefferey já trabalha numa continuação.

Quanto ao lançamento no Brasil, o autor está certo de que a obra será bem recebida, apesar de ter consciência de não estar livre das críticas.

Israelenses e palestinos retomam negociações reiterando suas exigências

Imagem: Wikipédia
As difíceis negociações para manter um cessar-fogo precário observado na Faixa de Gaza foram retomadas neste domingo no Cairo entre israelenses e palestinos, com ambos os lados se mostrando firmes em suas exigências.
 
"Nós aceitaremos um acordo sobre um cessar-fogo apenas se houver uma resposta concreta às nossas necessidades de segurança", afirmou o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu na abertura do conselho ministerial israelense.

"Para obter a segurança, é preciso, antes de tudo, levantar o bloqueio" ao enclave palestino, respondeu Sami Abu Zurhi, porta-voz do Hamas.

As negociações foram retomadas no Cairo após três dias de interrupção sem alguns dos representantes do Hamas e da Jihad Islâmica vindos de Gaza e que devem chegar no Cairo à noite, de acordo com Sami Abu Zuhri.

“Israel não vai mais existir se baixar suas armas”, diz rabino-chefe

Ele destacou que o número de mortos foi menor por conta do escudo antimíssil
“Israel não vai mais existir se baixar suas armas”, diz rabino-chefe
Rabino-chefe dos judeus ortodoxos da Grã-Bretanha, Ephraim Mirvis
 
O rabino-chefe dos judeus ortodoxos da Grã-Bretanha, Ephraim Mirvis, afirmou que, ao atacar Gaza, Israel defendeu seus cidadãos e se desistir dos ataques deixará de existir.
 
A declaração foi dada à BBC inglesa e divulgada no Brasil pela Veja que destacou as falas de Mirvis ao justificar os ataques de Israel em Gaza, bombardeios que mataram mais de 1.900 palestinos.

Para ele, que também é chefe do Commonwealth, a ofensiva militar “defendeu de maneira compreensível e justificável os seus cidadãos” e “Israel não vai mais existir se baixar suas armas”.

“Israel enfrentou um ameaça clara e direta de destruição de vidas israelenses por causa do disparo de mais de 3.000 foguetes contra centros populacionais”, disse Mirvis. O rabino lembrou que o escudo antimíssil conseguiu evitar que o número de mortos em Israel fosse maior que os de Gaza.

sábado, 16 de agosto de 2014

Sinais dos fim: Crianças são obrigadas a beber sangue dos pais para sobreviver no Iraque

Famílias yazidíes, presas sem água e nem comida nas montanhas de Sinjar, no Iraque, que foi cercada pelas milícias do Estado Islâmico, se veem obrigadas a praticar cortes em seus corpos para que seus filhos possam beber seu sangue.

As milícias do Estado Islâmico mantêm presas cerca de 40 mil membros da comunidade yazidíes na montanha Sinjar, ao norte do Iraque, depois de te-los tirados de sua aldeia, informa “Internationa Business Times”. Os yazidíes estão cercados nas montanhas a mais de dez dias, os adultos se veem obrigados a praticar cortes em seus braços para que as seus filhos desidratados possam beber o seu sangue.

Os yazidíes que conseguiram fugir do cerco da milícia do Estado Islâmico e que alcançaram o acampamento improvisado na província de Dohuk, no Curdistão contam as terríveis historias de seus companheiros que permanecem presos pelos islamitas.

Um homem disse que viu o seu filho de quatro anos morrer de sede, enquanto que uma mulher relatou a emissora britânica Channel 4 que se viu obrigada a amamentar o seu filho de dois meses em uma cabra pois o seu leite tinha secado. Testemunhas afirmam terem visto algumas mulheres yazidies se suicidando pulando das rochas pelo medo de serem estupradas pelas milícias ou feitas de escravas pelo Estado Islâmico. 


REFLEXÃO: Divina proporção

Todos nós já ouvimos falar em número PI. É o irracional mais famoso da história, com o qual se representa a razão constante entre o perímetro de qualquer circunferência e o seu diâmetro - conhecido "vulgarmente" como 3,1416, mas equivale a exatos:
3.141592 653589793238462643383279502884197169399375.

Não confundir com o número Phi que corresponde a 1,618. O número Phi (letra grega que se pronuncia "fi") apesar de não ser tão conhecido, tem um significado muito mais interessante.

Durante anos o homem procurou a beleza perfeita, a proporção ideal. Os gregos criaram então o retângulo de ouro. Era um retângulo, do qual havia proporções (do lado maior dividido pelo lado menor) e a partir dessa proporção tudo era construído. Assim eles fizeram o Parthernon... (proporção do retângulo que forma a face central e lateral). A profundidade dividida pelo comprimento ou altura, tudo seguia uma proporção ideal de 1,618. 
 
Os Egípcios fizeram o mesmo com as pirâmides cada pedra era 1,618 menor do que a pedra de baixo, a de baixo era 1,618 maior que a de cima, que era 1,618 maior que a da 3a fileira e assim por diante.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Israelenses e palestinos concordam em estender trégua por cinco dias

Israel, Palestina, trégua

Israelenses e palestinos concordaram em estender o cessar-fogo por mais cinco dias, segundo o chefe da delegação palestina de negociação.

O acordo foi divulgado pouco antes do fim da trégua anterior, que durou 72 horas. Com isso, seguem as negociações de uma trégua permanente, que acontecem no Egito.

O chefe de negociação palestino, Azzam al-Ahmad, disse que o objetivo do cessar-fogo é proporcionar um ambiente favorável às tratativas, e disse que já houve "muitos progressos".

Fontes israelenses dizem que o governo do país concordou em aliviar o bloqueio a Gaza em alguns aspectos, como expandir da zona permitida para pesca, facilitar o acesso à Cisjordânia e permitir a entrada de maior quantidade de bens na região.

Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Fim dos tempos: Série de TV mostra Jesus negro que bebe, fuma maconha e fala palavrões

Estreou nos Estados Unidos o seriado humorístico americano Black Jesus (Jesus Negro) que, mesmo antes de ir ao ar, já havia despertado a ira de grupos cristãos e de conservadores.

A série do canal de TV a cabo Adult Swim tem como protagonista um sorridente Jesus Cristo negro que bebe, fuma maconha e fala palavrões ao passear de túnica branca pelas ruas de Compton, um bairro pobre de maioria negra em Los Angeles.

No primeiro episódio, que foi ao ar na quinta-feira, o personagem transforma água mineral em conhaque e tenta transformar um terreno baldio em um jardim comunitário – onde pretende plantar legumes e verduras e maconha.

terça-feira, 12 de agosto de 2014

REFLEXAO: A velha cruz e a nova

Imagem: www.martynlloyd-jones.com
O evangelismo de confrontos amistosos entre os caminhos de Deus e os do homem falsifica as Boas-Novas e apresenta ao mundo uma nova cruz, sem ação e sem poder.
 
Sem fazer-se anunciar, e em grande parte despercebida, entrou nos meios evangélicos populares uma nova cruz. Parece-se com a velha cruz, porém é diferente: as semelhanças são superficiais; as diferenças, fundamentais.

Dessa nova cruz nasceu uma nova filosofia de vida cristã; dessa nova filosofia, uma nova técnica evangélica: um novo tipo de reunião e de pregação do evangelho. Esse novo evangelismo emprega a mesma linguagem do antigo; seu teor, porém, não é mais o mesmo, e sua ênfase também difere da anterior.

A velha cruz não transigia com o mundo. Constituía o fim da linha para a altiva carne de Adão, ao executar a sentença imposta pela lei do Sinai. A nova cruz não tem qualquer conflito com a raça humana; antes, é considerada bem camarada. E fonte de abundância de divertimento sadio e prazeres inocentes. Deixa o nosso Adão viver sem opor-lhe obstáculo, sem modificar-lhe a razão de viver. Ele continua vivendo para seus interesses egoístas, com a diferença de que, agora, em lugar de entoar canções indecentes e tomar bebidas fortes, se deleita em cantar corinhos e assistir a filmes religiosos. A motivação continua sendo o divertimento, embora o prazer, agora, esteja em plano moralmente mais elevado.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Jihadistas estão a enterrar vivas mulheres e crianças e a decapitar cristãos

Iraque: jihadistas estão a enterrar vivas mulheres e crianças e a decapitar cristãos
O governo iraquiano acusou os jihadistas do Estado Islâmico do Iraque e Levante (EI) de ter executado cerca de 500 pessoas, a maioria da etnia yazidi, e terão enterrado vivas mulheres e crianças. 
 
Entretanto, surgem relatos de que os jihadistas estão a matar todos os cristão que encontram e a decapitar as crianças cristãs, colocando as suas cabeças em estacas.
 
Segundo o ministro dos Direitos Humanos iraquiano, Mohammed Shia al-Sudani, o governo de Bagdade tem provas das atrocidades cometidas. 

domingo, 10 de agosto de 2014

REFLEXÃO: Acima de qualquer SUSPEITA

Há pessoas que parecem ter o "dom" de se camuflar, esconder suas verdadeiras motivações. Vendem uma imagem de bom moço, conseguindo enganar até pessoas de seu círculo íntimo. Vinte anos se passaram, desde que Jacó fugira de sua casa, e encontrara abrigo na casa de seu tio Labão. Lá ele aprendeu o quanto dói ser enganado e passado pra trás. Por várias vezes foi trapaceado pelo seu próprio tio.
 
Logo que chegara, propôs trabalhar de graça por sete anos, desde que recebesse a mão de Raquel em casamento. No dia do casório, Labão aproveitou-se da embriaguês de Jacó, e deu-lhe Lia, sua primogênita, no lugar de Raquel, sua caçula e preferida. Jacó só se deu conta do equívoco no dia seguinte pela manhã, após ter consumado o casamento.

As Escrituras são claras: tudo o que homem semear, isso também ceifará. Assim como ele enganou a seu pai, fazendo-se passar por seu irmão para receber a bênção, Labão fez com que Lia se fizesse passar por Raquel, para que Jacó a recebesse por esposa. Ele bem que tentou argumentar com seu tio. Mas cedeu ante o argumento de que em sua cultura, primeiro se casava a primogênita, para depois casar a caçula.

Tudo bem! Jacó se deu por vencido. Mas não desistiu de seu sonho de consumo: Raquel. Dispôs-se a trabalhar por mais sete anos pela mão da pastorinha que conquistara seu coração desde o primeiro encontro.

sábado, 9 de agosto de 2014

A terra de Israel é uma dádiva perpétua e incondicional de Deus a um único povo:os judeus

A discussão e as guerras à volta da posse da Terra de Israel são quase tão antigas como a própria existência do homem. 
 
É impressionante como um pedaço de terra tão pequeno que mal se avista no mapa seja motivo de tanta cobiça e ódios por parte de tantos! Aquela terra já foi dominada por muitos impérios no passado, conquistada e destruída por outros tantos, desejada e cobiçada por inúmeros povos e alvo das maiores disputas e conflitos até à actualidade.
 
Alguém se perguntará qual a razão de tantas discussões, guerras, ódios e disputas por causa de um "naco" de terra. No nosso entendimento, só há uma explicação: há uma causa espiritual, e não política. Ainda que toda a discussão gire em torno de alegadas questões políticas, a verdade é que por trás desta disputa há uma séria questão espiritual, revelada nas Sagradas Escrituras, e que nos deve dar pleno conhecimento e entendimento sobre as razões e as causas do milenar conflito entre judeus e árabes. 
 
Trata-se na verdade de um conflito entre o cumprimento dos desígnios e propósitos de Deus em relação ao povo judeu e à terra de Israel, e os malévolos desígnios do "príncipe deste mundo", Satanás, o grande instigador da mentira, violência e rebeldia contra todos os projetos de Deus em relação ao Seu povo. 
 
A Bíblia é a nossa única regra de fé, entendimento e ética, pelo que a nossa posição em relação a este conflito é aquela que o próprio Deus estabeleceu. E se Ele tem cumprido fielmente tudo aquilo que prometeu em relação ao povo eleito (judeus) e à terra da promessa (Israel), então é por essa "agenda" que nós nos orientamos, independentemente das agendas políticas e religiosas que grassam por aí. Ou seja: a única opinião válida sobre este assunto é aquela que Deus nos revela através dos Seus santos profetas, pelo que tudo o resto terá de ser alinhado por esta agenda profética. Todos quantos lutam e conflituam contra esse programa divino estarão sujeitos às respectivas sanções divinas, pois é o próprio Deus Quem promete "entrar em juízo" contra as nações que "espalharam a Sua herança Israel por entre os povos" e que "repartiram a Sua terra entre si." (Joel 3:2).
 
Vejamos então o ponto de vista bíblico (o único que nos interessa) sobre a origem, o desenvolvimento e a conclusão deste conflito:

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

OMS declara estado de EMERGÊNCIA MUNDIAL por causa do Ebola

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta sexta-feira uma emergência internacional de saúde por conta da disseminação do vírus ebola, que já matou mais de 930 pessoas neste ano no oeste da África.

Obama autoriza ataque aéreo contra jihadistas no norte do Iraque

Dois anos e meio após retirada americana, grupo se apoderou de região.
Presidente anunciou ainda ação humanitária de assistência aos deslocados.


Barack Obama durante discurso sobre o Iraque nesta quinta-feira (7), nos Estados Unidos. (Foto: Saul Loeb/AFP)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quinta-feira (7) que autorizou ataques a posições do grupo jihadista Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) no norte daquele país, além de uma operação humanitária de assistência aos deslocados.

"Nós podemos agir, com cuidado e responsabilidade, para evitar um potencial ato de genocídio", disse Obama, em referência às minorias religiosas sitiadas no norte do Iraque pelo avanço das forças do Estado Islâmico.

"Eu, então, autorizei ataques aéreos seletivos para auxiliar as forças do Iraque a romper o cerco e proteger os civis encurralados", disse. Obama reafirmou ainda que não enviará tropas americanas para o Iraque, dois anos e meio depois da retirada dos soldados dos EUA do país.


Canal de televisão leva mensagem do evangelho no Irã

Os cristãos são a minoria mais perseguida no Irã. Aqueles que deixam o islã pelo cristianismo enfrentam uma maior perseguição, mesmo na prisão. Um canal de televisão, que opera a partir de locais diferentes, envia mensagens de esperança diretamente para o país islâmico… e isso tem provocado o desagrado das autoridades.

Estes são os momentos de pico e emocionantes na Mohabat TV, conforme levam a cabo a sua missão de transmitir o cristianismo no Irã.

“Estamos vendo um grande numero de iranianos que entram em contato com nosso canal e nosso call center, somente para conhecer mais sobre Jesus”, disse Mike Ansari, gerente geral da Mohabat TV

Mike Ansari supervisiona o popular canal. Desde 2006, tem enviado programas cristãos via satélite no Oriente Médio, Europa e partes da Ásia. Mas, para o elenco, a equipe, a produção do escritório administrativo da Mohabat, seu foco principal é a nação islâmica do Irã.


“A maioria parte de nossa audiência faz contato do Irã e dizem que o islã não tem cumprido com suas expectativas. Então, quando sintonizam o canal e veem Mohabat TV, escutam uma nova mensagem sobre Jesus, do perdão, amor e aceitação“, disse Ansari.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Grupo judeu começa arrecadação para construção do Terceiro Templo

Instituto do Templo propõe campanha online para reconstruir o templo bíblico
 
Grupo judeu começa arrecadação para construção do Terceiro TemploMesmo em meio a guerra atual com o Hamas em Gaza, os membros do Instituto do Templo continuam com sua campanha mundial pela reconstrução do Beit HaMikdash (Templo Sagrado), também chamado de Terceiro Templo.
 
Ele recebe esse nome por que o original, edificado por Salomão, terminado em cerca de 950 a.C. foi destruído na invasão babilônica em 586 a.C., sendo substituído pelo Templo construído pelo governador Herodes, que estava em pé nos dias de Jesus, e foi demolido no ano 70 pelo exército romano.

No ano passado, o movimento pela reconstrução ganhou novo fôlego, quando foram retomados os sacrifícios rituais no local, depois novos sacerdotes levitas foram treinados pelos rabinos para recomeçar os rituais descritos no Antigo Testamento, incluindo os que exigem a novilha vermelha. Por fim, anunciou-se que todas as 102 peças do interior do templo estão prontas, incluindo o véu de separação do Santo dos Santos.

A única peça faltante é a arca da aliança, que os rabinos acreditam estar enterrada no monte do Templo e que poderia ser recuperada assim que Israel retomar controle do local.


OMS convoca reunião de emergência sobre ebola



A Organização Mundial de Saúde se propõe a realizar uma reunião de emergência em Genebra, para decidir se a propagação da febre mortal ebola representa uma ameaça de natureza global.

Pretende-se criar um comitê formado por especialistas de diferentes países. Após ter analisado a situação, eles poderão tomar medidas referentes à possibilidade de deslocação da população dos países afetados pela febre.

A OMS estima que o atual surto de ebola é o maior na história desde a descoberta da doença. Segundo dados atualizados, o número de vítimas mortais de ebola na África já subiu para 887.

No presente momento, no mundo não existe um tratamento específico nem vacina contra esta doença mortífera.

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Tempestade Solar à vista: A Terra deve-se preparar para um golpe "iminente"

Imagem: Nasa.org
O perigo de uma super tempestade solar sobre a Terra é "iminente", como têm alertado os cientistas, da Universidade de Bristol, Reino Unido.

O investigador Dale Ashley que trabalha na identificação dos riscos de uma tempestade solar, como parte do grupo internacional SolarMAX, diz que é "apenas uma questão de tempo para uma tempestade solar excepcionalmente violenta "atingir a Terra e" devastar "seus sistemas de comunicação e fornecimento de eletricidade."

Sem eletricidade, as pessoas têm dificuldade para reabastecer seus carros ou tirar dinheiro do banco. Além disso, os sistemas de água e esgotos seriam afetados também, o que criaria epidemias nas áreas urbanas, com o retorno de doenças que pensávamos que tínhamos deixado para trás à séculos ", garantiu Dale Ashley à revista "Physics World '.

Israel pronto para aceitar prorrogação de cessar-fogo em Gaza

Israel aceita prorrogar o cessar-fogo na Faixa de Gaza sem condições e sem limite de tempo, para além de sua expiração prevista para sexta-feira, declarou uma autoridade.
 
"Israel não vê nenhum problema em prorrogar o cessar-fogo sem pré-condições", declarou esta autoridade à AFP, que não quis se identificar. 
 
Questionada sobre a duração desta possível prorrogação, a fonte indiciou que poderia ser ilimitada.

Israel e o movimento palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, aceitaram um cessar-fogo de 72 horas e que entrou em vigor na terça-feira às 8h00 (2h00 no horário de Brasília).

Durante este período, as delegações israelense e palestina tentam negociar no Cairo uma trégua mais duradoura.
 
AFP
DeOlhOnafigueira

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Israel anuncia retirada de tropas de Gaza para posições defensivas

Anúncio foi feito 15 minutos antes de cessar-fogo proposto pelo Egito.
Israel e facções palestinas aceitaram trégua de 3 dias.


http://www.dw.de/image/0,,17831884_303,00.jpg

Israel anunciou no início da madrugada desta terça-feira (5) a retirada de suas tropas da cidade de Gaza para posições defensivas. O anúncio foi feito 15 minutos antes do cessar-fogo de 3 dias proposto pelo Egito e aceito por israelenses e as facções palestinas, incluindo o Hamas, entrar em vigor, informam as agências internacionais de notícias France Presse (AFP), Reuters e BBC, além da rede americana "CNN".

"As forças de defesa de Israel serão redistribuídas em posições defensivas fora da Faixa de Gaza. Vamos manter essas posições defensivas", disse o tenente-coronel e porta-voz do Exército Peter Lerner.

Um porta-voz militar disse que o principal objetivo da missão terrestre, destruir túneis de infiltração transfronteiriços, foi concluído. "Missão cumprida", disse o Exército no Twitter.

Israel e o Hamas aceitaram na segunda-feira (4) a proposta do Egito de trégua de pelo menos três dias.

O Egito também convidou Israel e os palestinos a comparecerem a negociações de alto escalão no Cairo, com o objetivo de obter um acordo de longo prazo para encerrar a guerra, que já deixou quase 2 mil mortos. “Esperamos que isso garanta um cessar-fogo permanente e restabeleça a estabilidade”, declarou o Ministério das Relações Exteriores egípcio em um comunicado.

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, celebrou a trégua de 72 horas acatada nesta segunda e pediu as duas partes que iniciem negociações para acabar com o conflito.

Em um comunicado, Ban solicitou "o início, o mais cedo possível, de negociações no Cairo para se alcançar uma trégua durável e tratar dos problemas que estão na origem" do conflito. "As Nações Unidas estão prontas para dar seu pleno apoio a estes esforços", destacou o secretário-geral.

Autoridades de Gaza disseram que 1.834 palestinos, a maioria civis, foram mortos no conflito. Israel confirmou que 64 de seus soldados morreram em combate, e os bombardeios palestinos mataram três civis em Israel.

Grupos palestinos, incluindo enviados do Hamas e da Jihad Islâmica, já estavam na capital egípcia, onde encontraram o chefe da inteligência do país nesta segunda para apresentar suas principais exigências para pôr fim à violência, que já deslocou mais de um quarto dos 1,8 milhão de habitantes de Gaza e destruiu 3 mil residências.

Imediatamente após a reunião, o Egito comunicou as demandas a Israel, entre elas um cessar-fogo, a retirada de forças israelenses de Gaza, o fim do bloqueio do empobrecido enclave e a libertação de alguns prisioneiros.

Israel começou a desacelerar sua ofensiva dizendo que o Exército alcançou o principal objetivo da operação terrestre: a destruição dos túneis usados pelos militantes para se infiltrar em seu território.

O Egito já se posicionou como mediador em outros conflitos em Gaza, mas, como Israel, se opõe ao Hamas, e tem se empenhado em fechar um acordo que ponha fim aos conflitos.

Já o Catar, que apoia o Hamas, ficou de fora das conversas egípcias, mas manteve consultas com a Turquia e com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, com o propósito de encerrar a crise caso o Egito fracasse, disseram uma fonte do Golfo e uma autoridade do Hamas em Doha.
 

G1
DeOlhOnafigueira

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Todos os túneis destruídos. Afirma governo israelita

 
Israel informou esta tarde que completou um dos principais objetivos da sua intervenção na Faixa de Gaza: a destruição da infraestrutura dos túneis utilizados para actos de terrorismo em Israel.
 
"As Forças de Defesa de Israel completaram o trabalho de neutralização dos túneis" - afirmou um oficial responsável do comando sul, acrescentando: "e estão agora a reposicionar-se em fortes posições defensivas dentro do território palestiniano."

Israel concedeu uma trégua humanitária unilateral de 7 horas 
Entre as 10 desta manhã e as 5 da tarde Israel concedeu unilateralmente aos palestinianos 7 horas de cessar fogo humanitário, após o que voltou a bombardear posições terroristas em Gaza.
 

domingo, 3 de agosto de 2014

Uma solução para o conflito na Faixa de Gaza: os palestinos se livrarem do Hamas

https://scontent-a-mia.xx.fbcdn.net/hphotos-xpf1/t1.0-9/p526x296/10394072_812644188767781_7982309253225538067_n.jpg  
Uma das causas dos confrontos na Faixa de  Gaza, tem sido decorrente das ações do Hamas, reconhecidamente um grupo terrorista, que tem como objetivo destruir Israel.

Uma solução para o conflito atual, seria a extinção do Hamas, que resultaria em paz para a Palestina.
 
Abaixo, trecho bem esclarecedor, extraído do facebook, de autor desconhecido, sobre o assunto:
Vou resumir em oito pontos por que a Palestina precisa se livrar do Hamas, mas só os palestinos podem fazer isso, não Israel por meio da guerra.

A guerra entre Israel e o Hamas, como toda a guerra, é injustificável e condenável. Mas, além disso, ela também é um erro estratégico para Israel porque:

1 - Os efetivos do Hamas não são compostos por soldados e sim por militantes. Esses militantes não usam uniformes. Estão misturados à população, em todas as ruas e em muitas casas, prédios públicos, escolas, hospitais, mesquitas, entidades e inclusive lojas comerciais. A rigor eles fazem parte da população civil.

2 - Os túneis cavados pelo Hamas para infiltrar jihadistas em território israelense fazem parte de um sistema complexo e são difíceis de ser encontrados com todas as suas ramificações. Suas entradas estão escondidas em edifícios públicos e privados. A rigor para encontrá-los seria necessário fazer buscas de casa em casa, prédio por prédio (o que é inviável em centenas de milhares de construções). Ademais, não é possível identificar facilmente um civil como militante do Hamas (a não ser com a ajuda da população local, que não será obtida pelos motivos que serão expostos mais adiante).

REFLEXÃO: A igreja que bajula o rico

 
Por Antonio Carlos Costa*
“Meus irmãos, não tenhais a fé em nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor da glória, em acepção de pessoas. Se, portanto, entrar na vossa sinagoga algum homem com anéis de ouro nos dedos, e trajes de luxo, e entrar também algum pobre andrajoso, e tratardes com deferência o que tem os trajes de luxo e lhe disserdes: Tu, assenta-te aqui em lugar de honra; e disserdes ao pobre: Tu, fica ali em pé, ou assenta-te aqui abaixo do estrado dos meus pés...". (Tiago 2: 1-3)
Tiago afirma que é possível tratamos o rico como se estivéssemos diante do anjo do Senhor: “… e tratardes com deferência o que tem os trajes de luxo e lhe disserdes: Tu, assenta-te aqui em lugar de honra…”. Thomas Manton nos chama a atenção, no seu comentário sobre o livro de Tiago, para o fato de a palavra grega para “tratardes com deferência" significar “olhar e observar com alguma admiração e especial reverência”.

Por quê essa admiração, culto e bajulação? O que pode levar o povo que diz conhecer “o Senhor da glória” a se deixar fascinar por um mortal? Os motivos são vários. A igreja pode, mencionando uns poucos exemplos, raciocinar da seguinte forma:

Sem acordo: "Israel agirá de acordo com seus próprios interesses"

Israel, negociações, paz, Gaza

As autoridades israelenses não pretendem enviar uma delegação ao Cairo para as negociações sobre o fim das hostilidades na Faixa de Gaza, escreve este sábado o jornal israelense Haaretz, citando uma fonte militar.

"Não faz sentido promover este tipo de acordo. Não se trata mais de um cessar-fogo", declarou ao jornal uma fonte no serviço militar, observando que Israel está pronto para considerar o fim da operação especial somente após a instalação do sistema de contenção contra ataques a partir da Faixa de Gaza.

"Israel agirá de acordo com seus próprios interesses. Nós pretendemos tomar as medidas necessárias contra os ataques a partir da Faixa de Gaza e destruir os túneis", disse a fonte.

Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Fim dos tempos: Epidemia africana pode ser mais temível do que AIDS

África, ebola, vírus, epidemia
Foto: REUTERS/Samaritan's Purse
Uma mulher foi hospitalizada em Hong Kong com possível infeção de ebola. Segundo o jornal China Daily, a paciente acabava de voltar da África, onde a epidemia já matou mais de 670 pessoas. O diagnóstico não se provou mas nem por isso a Ásia está isenta do perigo do ebola.

A Europa também está alarmada. Na segunda-feira desta semana, um avião proveniente da Nigéria levou a Birmingham, segunda maior cidade do Reino Unido, um passageiro que foi logo hospitalizado com sintomas que pareciam de ebola. Segundo o canal Sky News, os testes médicos provaram que não se tratava de ebola. Mas cautela nunca é demais e o governo britânico convocou uma sessão de urgência do comitê anticrise (COBR, na sigla em inglês) dedicada à ameaça do ebola fora da África.

A epidemia atual do ebola começou em fevereiro na Guiné, se espalhando dali para as vizinhas Serra Leoa e Libéria. Recentemente, foi registrado o primeiro caso letal na cidade mais povoada da Nigéria, Lagos.

Dos mais de 1.100 casos de infeção registrados desde o início da epidemia, cerca de 700 foram letais. É a primeira vez que o vírus do ebola é tão cruel, diz Mikhail Schelkanov, chefe do Laboratório da Ecologia e de Vírus do Instituto de Virologia russo: