Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 15 de março de 2013

A ordem dos jesuítas, o papa negro e o oitavo papa


A Ordem dos jesuítas
Ficheiro:Ihs-logo.svg
Símbolo da Ordem dos Jesuítas
Também denominada de Companhia de Jesus, com sua Sede em Roma, e à qual pertence o novo Papa Francisco, a Ordem dos Jesuítas foi fundada em 1540 pelo espanhol Inácio de Loyola, que lançou suas bases em Paris, a partir de 1534, com outros seis companheiros, dentre eles São Francisco Xavier. Daí, a escolha do Cardeal argentino e filho de italianos, Jorge Mário Bergoglio, pelo nome Francisco.

É uma das principais Ordens religiosas masculinas católicas, organizada em 91 províncias com cerca de 20 mil membros. É denominada de mílicia do Vaticano, considerando que os seus integrantes são leais e são determinados quando são imbuídos de uma missão.

Segundo Eric Jon Phelf, em sua obra “Vatican Assassins”, a Ordem dos Jesuítas, quando criada, os seus principais objetivos eram:
1. Destruir as três grandes religiões, que não obedecem ao papa, isto é, a Igreja Ortodoxa (Grega e Russa), o Islamismo e, principalmente, o Protestantismo. Destruir, tambem, o povo judeu e todos os dissidentes de Roma considerados hereges.
2. Criar uma Nova Ordem Mundial, através da dissolução de todos os governos democráticos e liberais, a fim de estabelecer um governo absolutista único, sob a égide do papa de Roma, como na Era das Trevas.
3. Construir o Templo de Salomão em Jerusalém, de onde o papa de Roma governaria o mundo, econômica, política e espiritualmente, através do Papa Negro (seria o governo do Anticristo dirigido pelo falso profeta).
A eficácia da sua organização, seu papel na contra-reforma protestante, tornaram sua história por vezes turbulenta, sendo eles expulsos de diversos países por terem a reputação de possuírem poder oculto. 

O papa negro
O superior geral da Ordem, é o Sacerdote Adolfo Nicolau. Ele, é chamado de papa negro por causa da cor de sua vestimenta e sua suposta influência oculta. Desde que foi estabelecida a Companhia de Jesus, que um papa jesuíta existe nas sombras, com mais poder do que imaginamos.

O 8º deveria ter sido eleito no lugar do 7º
Papa Francisco
Segundo o jornalista alemão Andreas Englisch, correspondente no Vaticano desde 1986, em seu livro “O Homem que Não Queria Ser Papa”, de (Ed. Universo dos Livros), cujo protagonista é Bento 16, no conclave anterior, Bergoglio “estava pronto” para ser papa, mas o colégio de cardeais eleitores temeu escolher um papa que pudesse ter depois revelada uma história de parceria com um dos regimes mais violentos da América Latina. Bergoglio é acusado de ter colaborado com o regime militar que impôs a ditadura na Argentina.

Acabaram optando pelo alemão Ratzinger. Agora, foi eleito aquele que já deveria ter sido eleito quando do conclave que elegeu Bento 16. 

Após a eleição, em tom de brincadeira, o papa Francisco disse aos cardeais no jantar, na quarta-feira (13): “Deus os perdoe pelo que fizeram.” Fazendo alusão ao passado de não ter sido ele o escolhido ao papado.

Dois papas jesuítas
Logo, hoje existem dois papas jesuítas. E sempre usaram vestimentas negras. Assim, para o mundo, temos de fato um novo papa negro?

Fatos curiosos
    Ficheiro:Flag of Argentina.svg
    Bandeira nacional Argentina
  • Como Pedro, o qual a igreja Católica intitula de primeiro papa, o papa Francisco é merecedor de destaque, pois, também, foi pioneiro em alguns aspectos: não tem números romanos em seu nome, é o primeiro jesuíta a ser escolhido papa, é o primeiro da América latina e primeiro não europeu da era moderna.
  • A bandeira da Argentina, pátria do papa Francisco, tem a imagem do deus Sol Inca ou Sol de Maio, e a Companhia de Jesus, a qual pertence o novo papa, tem também o mesmo símbolo.  
  • O papa Francisco, é o 8º após o reconhecimento do Vaticano como Estado independente – Tratado de Latrão em 1929. É filho de italianos. A sua escolha para ser o papa, foi no dia 13.03.2013 (1+3+3+2+1+3=13). Ou seja, 13 dias depois da renúncia de Bento 16. Papa Francisco (13 letras), tem 76 anos de idade (7+6=13). O número 13, somente para lembrar, é o número sagrado dos Iluminatis.E é  considerado sagrado porque é formado pela adição do seis (número da alma do homem) com o  7 (sendo que o 7 para ocultismo é o centro invisível, o espírito de tudo). O número 13 também é considerado o número da rebelião contra Deus. Outra curiosidade é que o fundador dos Iluminatis, Adam Weishaupt, era judeu e jesuíta.
Enfim, tirem suas próprias conclusões enquanto aguardamos os próximos acontecimentos.

A. C. Carrafa
DeOlhOnafigueira
 
 
 

4 comentários:

  1. DEUS do Ceu, realmente estamos vivendo os últimos tempos, agora mais que nunca percebo que jesus esta para buscar a sua igreja, n existe mais ninguém inocente, a palavra do SENHOR já e conhecida no mundo todo, então o fim esta próximo."orai e vigiai para que ninguém roube a tua coroa"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continue assim que você vai morre iludida acreditando em um ser inexistente!
      Acreditar em "deus" é a mesma coisa de você acreditar que os cavaleiros do zodíacos existem ou que se abrir o guarda-roupa você vai parar em Nárnia. rsrsrsr boa sorte com o sei fim dos tempos!!!

      Excluir
  2. Jesus está voltando...quem é santo santifique-se ms,ou seja enuqanto estamos aqui,a tempo de um arrependimento e o perdoa de Deus por Jesus Cristo nosso Senhor...seremos arrebatados e nao estaremos aqui quando se alastra isso tudo...Deus te abençoe e venha rapido para Jesus enquanto a tempo.

    ResponderExcluir
  3. Coitado do amigo Sam Souza, você e nem ninguém é obrigado a crer em Deus, todavia você precisa respeitar o livre arbítrio dos outros. Acredite você ou não em Deus , ninguém e nem você mudará a história sobre a existência de Deus. A propósito , Ele não leva em conta o tempo de sua ignorancia, mas te convida ao arrependimento. O maior ego é aquele que não quer ver!....

    ResponderExcluir