Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Ebola se espalha em Serra Leoa e número global de casos ultrapassa 20 mil

Ambulância transporta novo paciente com Ebola até centro de tratamento nos arredores de Freetown, em Serra Leoa, na semana passada. 22/12/2014
Foto: Baz Ratner / Reuters
O vírus Ebola ainda está se espalhando na África Ocidental, especialmente em Serra Leoa, e o número global de casos da epidemia ultrapassou 20.000 registros conhecidos, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quarta-feira. 

O número de mortos do surto, que tem se restringido principalmente na África Ocidental, subiu para 7.905, de acordo com a OMS, depois que 317 mortes foram registradas desde que os últimos dados foram divulgados em 24 de dezembro.
 
O número de casos conhecidos, incluindo fatalidades, chegou a 20.206 no fim deste ano, acrescentou.

Serra Leoa teve 337 dos 476 novos casos confirmados em laboratório desde 24 de dezembro, incluindo 149 casos em Freetown, a mais elevada incidência na capital da ex-colônia britânica em quatro semanas.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

EUA criticam novo projeto palestino de resolução na ONU sobre Estado próprio

Departamento de Estado americano não considera projeto construtivo para processo de paz com israelenses
 
Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina, durante missa no Natal: proposta deve ganhar novo veto Foto: AMMAR AWAD / AFP
Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina, durante missa no Natal: proposta deve ganhar novo veto - AMMAR AWAD / AFP
Diante de um projeto de resolução palestina na ONU sobre a criação de um Estado próprio, os EUA reagiram rapidamente. Segundo o porta-voz do Departamento de Estado americano, Jeff Rathke, o país não enxerga a medida como construtiva, já que não promoveria um processo de paz definitivo com Israel e nem garantiria uma transição segura.

— Acreditamos que esta resolução coloca prazos arbitrários para chegar a um acordo de paz e a saída de Israel da Cisjordânia. Estas medidas parecem mais capazes de prejudicar negociações do que dar a elas uma conclusão bem-sucedida — afirmou Rathke.

Os palestinos apresentaram à ONU nesta segunda-feira o rascunho final de uma resolução sobre Estado próprio, defendendo um acordo de paz com Israel dentro de um ano e o fim da ocupação dos territórios palestinos por volta do final de 2017.

domingo, 28 de dezembro de 2014

Nova doutrina militar de Putin coloca EUA e Otan como maiores ameaças à Rússia

Em 2015, Moscou deve reforçar alianças como o Brics e a Organização de Cooperação de Xangai 

Reuters
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, aprovou nesta sexta-feira (26) uma nova doutrina militar, que leva em conta as mudanças geopolíticas e de segurança que aconteceram este ano com a crise na Ucrânia e que aponta os Estados Unidos e a Otan como maiores ameaças.

Entre as principais ameaças exteriores para a Rússia, o documento destacou o aumento do potencial militar da Aliança Atlântica, sua aproximação das fronteiras russas e ter assumido funções globais, que para a Rússia violam o direito internacional.

Além disso, fez referência à teoria de "ataque global" embaralhada pelos Estados Unidos, que contempla um ataque estratégico, mas sem o uso de armas nucleares; em vez de armamento de alta precisão o início de uma corrida armamentista no cosmos.

A nova doutrina mostrou que a Rússia adotará medidas para resistir às tentativas de certas potências de conseguir "superioridade militar" por meio do desdobramento de elementos estratégicos de defesa antimísseis, em clara alusão à presença do escudo americano na Europa.

Outras ameaças externas listadas são as pretensões sobre o território da Rússia e de seus aliados, a ingerência em assuntos internos e a explosão de conflitos em territórios limítrofes com a Rússia ou de seus aliados.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Pela primeira vez em 2000 anos, foi usado azeite "puro" na celebração do "Hanuká" em Jerusalém

Foram precisos 2 mil anos para que se conseguisse produzir azeite "puro" semelhante àquele que era utilizado no Templo de Jerusalém!
 
Centenas de pessoas reuniram-se nesta passada Segunda-Feira na capital de Israel, Jerusalém, para presenciarem o "milagre" do azeite do "Hanuká" que, segundo a História e tradição judaicas, durou 8 dias, só que desta desta vez usando azeite puríssimo, tal e qual era usado nos dias de Jesus.
 
O azeite foi usado no 7º dia da Festa da Dedicação, uma festa também celebrada pelo próprio Messias Jesus.
 
O evento que reuniu na Cidade velha centenas de pessoas foi organizado pelo "Instituto do Templo" e pela "Associação dos Movimentos do Templo." 

Cientistas criam esperma e óvulos humanos artificiais, diz jornal

[Imagem: esperma1.jpg]
Esperma e óvulos foram criados a partir de pele humana (Foto: BBC)
Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, criaram formas primitivas de esperma e óvulos a partir de células de pele humana, relatou o jornal "The Guardian", nesta quarta-feira (24).

De acordo com a pesquisa, esse avanço médico poderia transformar doenças relacionadas com a idade e problemas de fertilidade. Estas células teriam a capacidade de se transformarem em espermatozoides e óvulos maduros, algo que nunca foi feito em laboratório.

A lei britânica proíbe clínicas de fertilidade de utilizar esperma e óvulos artificiais para tratar casais inférteis. Em 2012, cientistas japoneses criaram óvulos de camundongos a partir de células-tronco e os utilizaram para o nascimento de filhotes.
 
G1
DeOlhOnafigueira

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Israel ataca Gaza após ação de atiradores palestinos

Imagem: Manchete Online
As Forças Armadas de Israel informaram que usaram tanques e ataques aéreos contra alvos na Faixa de Gaza nesta quarta-feira, após soldados terem sido atacados por atiradores palestinos na fronteira. 
 
O grupo militante islâmico Hamas, que controla Gaza, disse que um dos seus membros foi morto, mas não comentou sobre a atuação de atiradores contra israelenses. Já o governo de Israel informou que um soldado ficou gravemente ferido.
 
Segundo moradores de Gaza, os ataques de Israel duraram cerca de 30 minutos. No último sábado forças israelenses haviam atacado o território pela primeira vez desde o conflito que durou 50 dias e terminou no fim de agosto. A ação foi uma retaliação contra o disparo de um foguete por limitantes de Gaza.

"Esse ataque de hoje, que já é o segundo em uma semana, é uma violação letal da relativa calmaria na fronteira de Gaza e uma afronta patente à soberania de Israel", disse o tenente-coronel Peter Lerner, porta-voz das Forças Armadas israelenses. Segundo ele, as tropas "não vão hesitar" em responder a qualquer tentativa de ferir soldados israelenses.
 
Associated Press
DeOlhOnafigueira

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

O Natal da Nova Aliança

Isaías estava falando de Jesus quando profetizou estas palavras: “Diz ainda o Senhor: No tempo aceitável, eu te ouvi e te socorri no dia da salvação: guardar-te-ei e te farei mediador da aliança do povo, para restaurares a terra e lhe repartires as herdades assoladas” (Isaías 49:8, ênfase minha).
 
Como igreja de Jesus Cristo, celebramos o anúncio profético de Isaías todos os natais. O profeta declara que Deus está para enviar o Seu Filho como resposta a todo clamor e oração. Contudo há mais embutido nesse versículo do que aquilo que geralmente associamos com a história do bebê na manjedoura. Vemos que Jesus estava sendo enviado em forma humana desvendando a aliança de Deus com o homem: “Te farei mediador da aliança do povo” (49:8).

Quando Deus nos deu a Sua Nova Aliança, Ele não estabeleceu um novo sistema com um novo conjunto de regras. Pelo contrário, Ele nos enviou uma pessoa. Em suma, Jesus é a aliança que Deus enviou.

A Velha Aliança era com muita certeza um conjunto de regras baseadas em condições. Ela afirmava: “Se você fizer isso ou aquilo, então Deus vai lhe dar vida. Mas se não o fizer você perderá a bênção de Deus”. Claro, o povo constantemente ficava aquém do padrão de Deus. Eles eram incapazes de guardar a Sua lei, que era santa e pura. Como resultado, suas vidas eram acossadas pela culpa, pela vergonha e pelo desânimo.
 

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

REFLEXÃO: A arrogância do religioso e a humildade do pecador

Os que se consideram “justos” olham o pecador de cima pra baixo; eles fazem questão de publicar as suas virtudes, méritos e conquistas; eles são obcecados em afirmar as suas diferenças para com os pecadores a fim de sugerir que eles, por serem “justos”, são os melhores.

Analisem Jesus, vejam que Ele ensinava como quem tem autoridade, e não como os mestres da Lei – da boca pra fora. Se havia naquela época uma “capa religiosa” que só de olhar já se media o nível de espiritualidade do fiel, não tenho a menor dúvida de que Jesus não a usou.

Ao ler os Evangelhos, perceba que a autoridade dEle era recheada de legitimidade e adornada pela humildade, aquela mais completa possível ... a do Verbo que se fez gente da gente, simples, comum e que sabia lidar com as intenções do homem. Observe como Ele andou, por onde andou, com quem andou, como tratou gente simples, e como Ele lidou com os “doutores da lei".

Amigo leitor, você há de concordar comigo: Jesus não usou sua autoridade pra “colocar Anel no dedo”, um “paletó intimidador”, nem ao menos se apressou em procurar uma expressão de tratamento especial antes do seu próprio nome, tipo: Apóstolo, Bispo, Evangelista ou Pastor (não que isso seja errado, a saber, que há uma funcionalidade para a igreja sim!).

Aonde quero chegar é que o verdadeiro discípulo de Jesus não se considera um “justo” e sim justificado (pela fé que é dádiva de Deus), ele olha para o seu semelhante olho no olho, nem por cima, nem por baixo. Ele na verdade sabe que tornou a ser o que hoje é, por pura Graça de Deus.

Governo declara o 25 de dezembro como o dia de perseguir cristãos na Índia

Atal Bihari Vajpayee
A comemoração do nascimento de Cristo, data comemorada por cristãos em todo o mundo, sempre foi alvo de muitos grupos na Índia, grupos que não são de todo em favor do cristianismo. O governo declarou que neste dia pelo menos quatro mil cristãos terão de se converter ao hinduísmo.

O governo da Índia declarou que 25 de dezembro deve ser comemorado como o “Dia dos Bons Governantes”' porque esta data passa a homenagear Atal Bihari Vajpayee (ex-primeiro - ministro da Índia, fundador do Janta Partido Bharatiya), bem como o de Pandit Madan Mohan Malaviya (educador indiano e político, conhecido por seu papel no movimento de independência da Índia e sua adoção de nacionalismo hindu). 

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Gaza ataca, Israel retalia, Hamas ameaça...

Poder-se-ia quase dizer que é a rotina diária na região sul de Israel. 
 
Mal refeitas dos ataques com centenas de rockets disparados pelos terroristas do Hamas na Faixa de Gaza, as populações do sul de Israel viveram ontem mais um assustador prenúncio da repetição de um filme que estão mais que cansadas de ver: ontem, no final da manhã, caiu em zona árida no sul de Israel um rocket disparado desde a Faixa de Gaza. Poucos minutos antes do meio dia as sirenes tocaram na região de Eshkol, perto da fronteira com Gaza, tendo sido seguidas por explosões. 
 
Elementos das Forças de Defesa de Israel vasculharam a área e encontraram um rocket caído em campo aberto, não havendo por isso quaisquer danos materiais ou humanos. 

Esta é já a terceira vez desde o fim da operação em Gaza no passado Verão que cai em Israel um rocket disparado de Gaza. 

ISRAEL RETALIA
Ontem mesmo à noite a poderosa Força Aérea de Israel avançou com um ataque aéreo contra uma unidade de treinamento do Hamas em Khan Younis, na Faixa de Gaza, como retaliação ao disparo do rocket
 

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Pena de morte para quem carregar a bíblia na Arábia Saudita

Nova lei sobre literatura pode por fim ao cristianismo na região

A Arábia Saudita é o “berço” do Islamismo, tendo em Meca a cidade mais sagrada desta religião. Já é proibido aos não muçulmanos entrarem naquela cidade. De modo geral, a perseguição religiosa só aumenta. Não há igrejas conhecidas e a maioria dos cristãos naquela nação são imigrantes estrangeiros.

Agora, o governo do país que já se diz regido pela lei sharia, anuncia modificações em uma lei sobre literatura. Isso poderá marcar o fim do cristianismo na região. O motivo é simples: está prevista pena capital para quem carregar Bíblias para dentro da Arábia. Ou seja, o que já era considerado contrabando, agora chega ao extremo. Não se pode comprar legalmente uma cópia das Escrituras por lá.

A missão Heart Cry [Clamor do coração] divulgou em seu relatório mais recente que ao legislar sobre a importação de drogas ilegais, incluiu-se um artigo que aborda “todas as publicações de outras crenças religiosas não islâmicas e que tragam prejuízo”. Ou seja, na prática, entrar com uma Bíblia na Arábia Saudita será o mesmo que carregar cocaína ou heroína.


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Palestinos querem paz em 12 meses com Israel

Palestinos apresentaram projeto à ONU para paz 'justa e duradoura'.
EUA podem vetar proposta. 

Os palestinos apresentaram nesta quarta-feira (17) ao Conselho de Segurança das Nações Unidas um projeto de resolução que 'afirma a urgência de se alcançar uma paz global, justa e duradoura' em um prazo de 12 meses. 

O texto, obtido pela AFP, menciona como um dos 'parâmetros' de uma solução negociada 'a retirada completa e por etapas das forças de segurança israelenses, para terminar com a ocupação que começou em 1967 (...), em um prazo razoável, que não deverá ir além do final de 2017'.

Ambas exigências são, a priori, dificilmente aceitáveis para os Estados Unidos, que ameaçam utilizar seu direito de veto, assim como para Israel.

O embaixador palestino na ONU, Riyad Mansur, anunciou que os palestinos estão dispostos a realizar mudanças no texto e que podem esperar antes de submetê-lo a voto, contrariando altos dirigentes palestinos de Ramallah, na Cisjordânia.


Sob a pressão dos europeus e dos países árabes, principalmente Jordânia, os palestinos aceitaram prosseguir com as negociações, incluindo com EUA, para atingir um texto de consenso que possa ser aceito pelo Conselho.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Terceira Guerra? Rússia irá declarar GUERRA aos EUA se Obama assinar lei pelo apoio à Ucrânia!


Rússia vai reagir, mas só após a entrada em vigor da lei "Apoio a liberdade na Ucrânia", aprovada por unanimidade pelo Congresso dos Estados Unidos, e que permite a primeira fase de entrega de armas letais Ucrânia.

De acordo com UNIAN , sobre isso, o chanceler russo, Sergei Lavrov, disse em entrevista à "France 24".

"Em primeiro lugar, o documento deve ser assinado. Em segundo lugar, se for assinado e entrará em vigor, após deve ser aplicado na prática. Vamos ver se isso é assim, e se isso acontecer, será o presidente dos EUA, Barack Obama para aplicar as disposições da presente lei. Então, vamos avaliar a situação", - disse Lavrov.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Palestinos apresentarão projeto de resolução na ONU; EUA ameaçam vetar

Imagem: Grato.org
Os palestinos submeterão na quarta-feira ao Conselho de Segurança da ONU seu projeto de resolução para reivindicar o fim da ocupação israelense, ao que os Estados Unidos reagiram com uma ameaça de veto, disseram nesta terça dois altos funcionários à AFP.

"Enviaremos amanhã nosso projeto ao Conselho de Segurança da ONU", disse na noite desta terça-feira à AFP Nimr Hamad, conselheiro do presidente palestino, Mahmud Abbas.

O principal negociador palestino, Saeb Erakat, se reuniu nesta terça-feira, em Londres, com o secretário de Estado americano, John Kerry, que lhe disse que os Estados Unidos vetarão o texto, explicou o dirigente palestino à AFP.

"Kerry disse à delegação palestina: 'Vamos vetá-lo'", afirmou Erakat.

Sinais do fim: ONU alerta que seca na América Central está se tornando crise humanitária

seca2 1024x688 Seca na América Central pode se transformar em crise humanitária, alerta ONU
Foto: OCHA/Dan DeLorenzo
Quase 2,5 milhões de pessoas em Honduras, Guatemala e El Salvador estão sofrendo com a seca prolongada, que já afetou a safra de milho, de feijão e matou centenas de cabeças de gado.

A seca prolongada que afeta os países da América Central está se transformando em uma crise humanitária com impacto em quase 2,5 milhões de pessoas que vivem em Honduras, Guatemala e El Salvador, afirmou o porta-voz do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), Jens Laerke, nesta sexta-feira (12).

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Netanyahu rejeita ultimato palestino para fim da ocupação

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu
O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu: segundo o governo de Israel, a resolução do conflito deve ser o resultado de uma negociação direta com os palestinos
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, rejeitou nesta segunda-feira o projeto que os palestinos pretendem apresentar durante a semana ao Conselho de Segurança da ONU, no qual pedem a aprovação de uma resolução para acabar com a ocupação israelense no prazo de dois anos.

"Não aceitamos as tentativas que pretendem nos impor medidas unilaterais em um prazo determinado, em um momento no qual o islamismo radical se propaga no mundo", afirmou Netanyahu, segundo a rádio militar israelense, antes de viajar a Roma para uma reunião com o secretário de Estado americano, John Kerry.

A ofensiva diplomática palestina estará no centro das conversações entre Netanyahu e Kerry.


Sinais do fim: Suecos fazem 'festas do implante' para se transformar em ciborgues

Suecos fazem 'festas do implante' para se transformar em ciborgues. Entusiastas da tecnologia usam chips que permitem abrir portas sem chave e destravar celulares
Suecos fazem 'festas do implante' para se transformar em ciborgues. Entusiastas da tecnologia usam chips que permitem abrir portas sem chave e destravar celulares
Já era noite em Estocolmo quando um grupo de oito pessoas chegou ao Swahili Bobs, um estúdio de tatuagem nos becos escuros do bairro de Sodermalm.

Durante o dia, eles são empresários de tecnologia, estudantes, web designers e consultores de TI, mas, naquela noite, eles seriam transformados em ciborgues.

Pode parecer o início de um romance de ficção científica, mas é um relato de acontecimentos reais, protagonizados pelo biohacker Hannes Sjoblad.

Ele organizou o que chama de "festa do implante", que aconteceu no final de novembro e foi um de muitos eventos semelhantes. Durante o encontro, oito voluntários recebem implantes com um pequeno chip de identificação por rádiofrequência (RFID) sob a pele da mão. Sjoblad também tem um.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Pastores e líderes do candomblé se unem na Bahia

Pastores e líderes do candomblé se unem na Bahia
Pastores e líderes do candomblé se unem na Bahia
Encontro ecumênico na Bahia surpreende. Com cerca de 27 metros de diâmetro, a rocha conhecida como “Pedra de Xangô” fica em Salvador, entre os bairros Cajazeiras X e Fazenda Grande II. Há séculos é visitada pelos seguidores das religiões afro-brasileiras. Para eles é um local sagrado, onde depositam suas oferendas e fazem rituais.
 
Em novembro, um grupo de evangélicos foi acusado de pichar a pedra, despejar 200 quilos de sal grosso no local e destruir as oferendas. Isso causou revolta nos adeptos das religiões afro, que passaram a pedir o tombamento do local pelo poder público. O governo da Bahia, que é do PT, já sinalizou que assentará.

“Esse monumento aqui significa muito para o povo do axé, para o povo do candomblé, de Umbanda, que aqui cultuam suas divindades e este monumento precisa ser preservado”, disse Leonel Monteiro, da Associação de Preservação da Cultura Afro.

Uma denúncia formal foi feita ao Centro de Referência de Combate ao Racismo Nelson Mandela, localizado na capital baiana, por líderes de religião afro. Eles alegam que é um caso claro de intolerância religiosa. Nenhuma igreja evangélica foi formalmente acusada, pois não há testemunhas.

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Impactante discurso do embaixador israelense Ron Prosor na Assembleia Geral da ONU

Discurso dado às 16h00 em 24Nov2014
Sr. Presidente,
Apresento-me diante do mundo como um orgulhoso representante do Estado de Israel e do povo judeu. Apresento-me ereto frente a vocês por saber que a verdade e a moralidade estão do meu lado. E apesar disto, estou  aqui sabendo que hoje, nesta Assembléia, a verdade será colocada de cabeça para baixo e moralidade será posta de lado.
O fato em questão é que, quando os membros da comunidade internacional falam sobre o conflito israelense-palestino, uma névoa desce no intuito de encobrir toda a lógica e clareza moral. O resultado não é a realpolitik e sim a surrealpolitik.
O foco incansável do mundo sobre o conflito israelense-palestino é uma injustiça para com dezenas de milhões de vítimas da tirania e do terrorismo no Oriente Médio. Enquanto falamos, yazidis, bahai, curdos, cristãos e muçulmanos estão sendo executados e expulsos por extremistas radicais a uma taxa de 1.000 pessoas por mês.
Quantas resoluções vocês aprovaram na semana passada para enfrentar esta crise? E quantas sessões especiais foram convocadas? A resposta é zero. O que isso diz sobre a preocupação internacional para a vida humana? Não muito, mas diz muito sobre a hipocrisia da comunidade internacional.
Estou diante de vocês para falar a verdade. Dos 300 milhões de árabes no Oriente Médio e Norte da África, menos de meio por cento são verdadeiramente livres e eles são todos cidadãos de Israel.