Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 31 de agosto de 2013

Palestinos temem que ataque à Síria acenda pavio na região

Imagem: Pragmatismopolitico
Os palestinos vivem na incerteza os últimos eventos na Síria e têm sentimentos variados sobre se Damasco ou seus aliados poderiam responder com um ataque dirigido a Israel.
 
Na Faixa de Gaza, governada pelo movimento islamita Hamas, a maioria da população rejeita uma intervenção dos Estados Unidos na Síria "apesar dos massacres cometidos pelo regime de Bashar al Assad contra o povo sírio e, também, contra os refugiados palestinos que lá vivem", afirmou à Agência Efe o analista palestino Hassan Abdo.

Na Cisjordânia, há a mesma sensação: embora alguns defendam a necessidade de derrubar Assad por quaisquer meios, a maioria opina que o Ocidente não deve intervir e teme que um eventual ataque acenda o pavio na região.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Guerra contra Síria é prenuncio da volta de Jesus, afirmam estudiosos

Conflito no Oriente Médio seria cumprimento de profecia do Livro de Isaías e de escritos muçulmanos 
 
Guerra contra Síria é prenuncio da volta de Jesus, afirmam estudiososA segunda vinda de Jesus está ligada à cidade de Damasco, capital da Síria, acreditam estudiosos das profecias cristãos e muçulmanos. A crescente ameaça de guerra dos sírio contra outros países gerou uma série de análises de antigos escritos.
 
Em comum entre as previsões está o iminente retorno de Cristo. Da parte dos cristãos, alguns apontam para Isaías 17:1, que diz: “Eis que Damasco será destruída, e já não será cidade, antes será um montão de ruínas. As cidades de Aroer serão abandonadas; hão de ser para os rebanhos que se deitarão sem que alguém os espante”. Para alguns, esse seria um prenúncio do Armagedon, a batalha final.

Documentos revelam que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos classifica cristãos como “extremistas” semelhantes à Al-Qaeda

Documentos revelam que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos classifica cristãos como “extremistas” semelhantes à Al-Qaeda
Em tempos de divulgação de documentos secretos e constrangimento entre governos por causa de espionagens e violação de privacidade, questões como princípios religiosos ainda são tratadas como ameaça à segurança de uma nação.
 
Documentos oficiais do governo norte-americano revelados nesta semana pela Alliance for Religious Liberty, entidade de defesa da liberdade religiosa nos Estados Unidos, revelaram que grupos religiosos como católicos, evangélicos, judeus e mórmons são vistos como “extremistas” semelhantes à Al-Qaeda e o Ku Klux Klan.

O documento conseguido pela entidade é um relatório de mais de 1.500 páginas do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, de acordo com informações do Christian Post.

EUA defendem direito de agir sem aval da ONU na Síria

O presidente americano, Barack Obama, reserva-se o direito de agir de forma unilateral contra o regime sírio para castigá-lo pelo uso de armas químicas, sem esperar a decisão da ONU, ou de aliados como a Grã-Bretanha - sinalizou a Casa Branca nesta quinta-feira.
 
Obama, que na quarta-feira evocou uma "advertência" necessária ao governo de Bashar al-Assad, dará prioridade aos interesses dos Estados Unidos para decidir as ações a tomar, disse seu porta-voz adjunto, Josh Earnest.

"O presidente deve, antes de tudo, prestar contas aos americanos que o elegeram para protegê-los. E o presidente está firmemente convencido de que a chave desta situação são as medidas necessárias para proteger nossos interesses básicos de segurança nacional", acrescentou o porta-voz.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

EUA e britânicos dão passo atrás sobre ação na Síria

Barack Obama e David Cameron
Líderes dos EUA e Grã-Bretanha responsabilizaram governo sírio sobre ataque químico em Damasco
Apesar das indicações de que os Estados Unidos, Grã Bretanha e França se moviam para iniciar uma ofensiva militar na Síria neste fim de semana, resistências internas e externas enfrentadas por esses países podem forçá-los a recuar – ao menos, momentaneamente.

Na noite de quarta-feira, o premiê britânico, David Cameron, sinalizou que deixaria de propor uma votação no Parlamento do país nesta quinta que autorizasse uma ação militar na Síria, após opositores do Partido Trabalhista pedirem mais tempo para colher provas sobre a autoria de um possível ataque com armas químicas na nação árabe.
 
Cameron busca apoio doméstico para embasar sua posição favorável ao ataque.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Israel se prepara com sistemas de defesa

Estado de Israel não espera pelos primeiros disparos por parte dos americanos e dos sírios e se prepara com seus avançados sistemas de defesa em três camadas diferentes. 
 
 
 
A primeira camada de defesa é o sistema Cúpula de Ferro (Iron Dome em Inglês e Kipat Barzel em Hebraico), cuja função é proteger os cidadãos do país dos mísseis e morteiros de curto alcance.

A segunda camada é pelo sistema Cúpula de Ferro e pelos mísseis Patriot de fabricação americana que visa dar proteção as cidades de Israel dos mísseis de médio alcance.

Putin pode ordenar ataque em massa contra a Arábia Saudita se Ocidente atacar a Síria.

Um sombrio "memorando de ação urgente", foi emitido pelo Presidente Putin para que a partir de hoje as Forças Armadas da Federação Russa estejam preparadas para um "ataque militar massivo " contra a Arábia Saudita, se acaso o Ocidente atacar a Síria.

De acordo com fontes do Kremlin familiarizadas com este momento extraordinário "para a guerra", Putin ficou "furioso" depois de sua reunião de agosto recente com o príncipe saudita Bandar bin Sultan, que alertou que se a Rússia não aceitar a derrota na Síria, a Arábia Saudita desencadearia o caos durante a Olimpíada de Inverno programada para ser realizada entre 7-23 fevereiro de 2014 em Sochi, na Rússia, através de terroristas chechenos sob seu controle causando mortes em massa.

Preparados: 500 Mísseis Scud sírios foram direcionadas à Israel!

34Um grande conflito mundial pode começar a qualquer momento...

EUA-Europa irão atacar a Síria, em resposta, Rússia pode atacar Arábia Saudita e Irã à Israel...

Síria pode também responder com ataque de mísseis Scud à Israel.

E a China? Ainda quieta...
Havendo caos no mundo, quem trará a ordem? Quem 'salvará' o mundo?
Nem precisamos falar...
Vamos acompanhar os acontecimentos...

Site libanês informou que as forças sírias direcionou 500 mísseis Scud do Exército para Israel. De acordo com o relatório, mísseis de fabricação russa têm ogivas pesando meia tonelada.

"A Síria implantou 500 mísseis Scud e os guiou em direção a Israel" - relata o site.

De acordo com o relatório, há um grande alerta militar na zona fronteiriça de Israel, por medo do presidente sírio Bashar Assad, lutando pela sobrevivência contra os rebeldes, usar essas armas. Não há um relatório oficial sobre o tema.

Libertar
Jewsnews.co.il
DeOlhOnafigueira

EUA atacarão Síria na noite de quinta para sexta-feira

Síria, EUA, ataque, armas químicas, Reino Unido, Bashar Assad, mísseis
Flickr.com/mindfrieze/cc-by-sa 3.0
Os navios da Marinha de Guerra dos EUA e da Frota Real do Reino Unido que estão no leste do Mediterrâneo, possivelmente, efetuarão um ataque aéreo contra alvos na Síria já na noite de quinta para sexta-feira, logo depois da votação no parlamento britânico em apoio da operação militar contra o regime sírio, informa a imprensa e televisão norte-americanas.

Pressupõe-se que o ataque pode durar várias horas, entre objetivos principais citam unidades do Exército da Síria que podem potencialmente usar armas químicas, bem como os Estados-Maiores, centros de comunicação e complexos de lançamento de mísseis, afirma a mídia, se referindo a uma fonte anônima no Pentágono.
 
Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Guerra na Síria resulta na conversão de milhares de muçulmanos a Jesus

Em meio à tristeza pelos mortos, a esperança na vida eterna se fortalece
 
Guerra na Síria resulta na conversão de milhares de muçulmanos a Jesus
Nos últimos meses a guerra civil na Síria matou mais de cem mil pessoas desde seu início, em março de 2011. Também fez com que quase dois milhões fugissem do país, refugiando-se nos países vizinhos. Algumas agências humanitárias acreditam que o uso de armas químicas na semana passada pode ser um divisor de águas. Ou as Nações Unidas interveem e põem um fim ao conflito ou o número de refugiados sairá de controle.
 
Em média, cerca de 3000 refugiados saem diariamente pelas fronteiras da Síria. Entre as agências de socorro, existem ministérios cristãos que estão trabalhando para aliviar o sofrimento dos sírios. A rede cristã CBN visitou o trabalho no Vale de Bekaa, no Líbano, onde se concentra a ONG evangélica “Coração pelo Líbano”. Ali existe uma liberdade religiosa impensável para os que fugiram para o também vizinho Iraque.

Embora o foco sempre foi a evangelização de libaneses muçulmanos, nos últimos 18 meses eles se voltaram inteiramente para anunciar a esperança cristã para os sírios. Citada na Bíblia como um dos inimigos de Israel, hoje os seguidores de Jesus são menos de 10% dos 22 milhões de habitantes da Síria. Ela figura entre os 10 países que mais perseguem os cristãos no Oriente Médio, segundo a avaliação anual do ministério Portas Abertas.

Rússia pede prudência aos EUA e à comunidade internacional sobre a Síria

A Rússia pediu nesta terça-feira "prudência" aos Estados Unidos e à comunidade internacional e destacou que uma intervenção militar teria consequências "catastróficas" para os países do Oriente Médio e do norte da África.
 
"As tentativas de usar o Conselho de Segurança (da ONU), de criar mais uma vez pretextos artificiais e sem fundamentos para uma intervenção militar na região causarão mais sofrimento na Síria e terão consequências catastróficas para os outros países do Oriente Médio e do norte da África", afirma um comunicado do ministério das Relações Exteriores.

Também pede a Washington e à comunidade internacional "prudência e respeito estrito ao direito internacional, baseado sobretudo nos princípios fundamentais da Carta da ONU".

Israel diz ser claro o uso de armas químicas na Síria

Ministro israelense disse que é "claro como a água" que o regime sírio empregou recentemente armas químicas contra seu próprio povo.
 
Refugiados sírios
Refugiados sírios: oposição síria denunciou mais de mil mortes em um suposto ataque químico no país
O ministro de Assuntos Estratégicos e Inteligência de Israel, Yuval Steinitz, disse nesta segunda-feira que é "claro como a água" que o regime sírio empregou recentemente armas químicas contra seu próprio povo.

"Não foi a primeira vez. A diferença é que agora as armas não foram empregadas contra forças da oposição em combate, mas contra próprios civis", disse Steinitz.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Marinha americana e inglesa prontas para lançar o primeiro ataque à Síria

A Grã-Bretanha está planejando unir forças com os Estados Unidos e lançar uma ação militar contra a Síria dentro dos proximos dias, é oque afirmou o jornal "The Telegraph", citando uma fonte "totalmente confiável". 

Navios da Marinha Real estão sendo preparadas para participar de uma possível série de ataques com mísseis de cruzeiro ao lado dos Estados Unidos, com os comandantes militares finalizando uma lista de alvos potenciais.

Fontes do governo disseram que as negociações entre o primeiro-ministro e os líderes internacionais, incluindo Barack Obama, iria continuar, mas que qualquer ação militar que foi acordado poderia começar na próxima semana.


domingo, 25 de agosto de 2013

Síria diz que qualquer ação militar dos EUA "inflamaria o Oriente Médio"

Imagem: Terra
A Síria disse que uma ação militar dos Estados Unidos em resposta a um suposto ataque com armas químicas iria "criar uma bola de fogo que inflamaria o Oriente Médio".

O Irã, um dos principais aliados do presidente sírio Bashar al-Assad, também afirmou que Washington não deve cruzar a "linha vermelha" na Síria, onde médicos acusaram suas forças de um ataque com gás venenoso que matou centenas de pessoas na semana passada.

A equipe de inspetores da Organização das Nações Unidas (ONU) estão aguardam em um hotel em Damasco, a poucos quilômetros do local do ataque, mas a Síria sugeriu que eles não seriam autorizados a visitar.

Benjamin Netanyahu: "Se for preciso, pomos o dedo no gatilho"

Benjamin Netanyahu: "Se for preciso, pomos o dedo no gatilho"
 
Israel acompanha atentamente o desenrolar da situação na Síria. Esta declaração foi feita hoje por Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro israelense.

“Temos sempre tudo sob controle, disse Netanyahu. – Nossos movimentos são ponderados e, se for preciso, pomos o dedo no gatilho”. Israel “é capaz de proteger a qualquer momento seus cidadãos contra indivíduos mal-intencionados”, frisou.

Segundo o premiê, Israel tira três conclusões do ocorrido: “Em primeiro lugar, é inadmissível que esta situação continue; em segundo lugar, é inadmissível que os regimes mais perigosos do mundo tenham armas perigosíssimas em sua posse; em terceiro lugar, esperamos o fim desta situação”.
 
Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira

sábado, 24 de agosto de 2013

Qual é a maior nessidade do Mundo?

http://www.ajesus.com.br/assets/images/stories/a_maior_necessidade.jpg
Se a necessidade fosse econômica, Deus teria enviado um Ministro da Economia. Se fosse segurança, Deus teria enviado um Chefe de Polícia. Se fosse um emprego melhor, Deus teria enviado um Ministro do Trabalho. Se fosse a saúde, Deus teria enviado um médico. 
 
No entanto, por entender que nossa maior necessidade seria a de ter um relacionamento pessoal com Deus, Ele nos enviou um Salvador divino.

A maior necessidade do ser humano é conhecer a Deus e desfrutar Sua companhia por toda a eternidade! A Bíblia afirma que o homem está separado de seu Criador por causa do pecado. Todavia, com a finalidade de proporcionar uma solução para isso, Deus enviou a Jesus Cristo para perdoar esse pecado. Estimado amigo e leitor: se Deus coloca alguma inquietação a esse respeito em seu coração, lhe peço que leia esse folheto até o fim, com um coração disposto a ser moldado pelos ensinamentos da Bíblia.

Seguem 4 verdades extraídas da Bíblia que nos guiarão para o suprimento de nossa maior necessidade: a de iniciar uma relação pessoal com o Deus vivo e verdadeiro. 

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Forte tempestade solar deve atingir a Terra a partir de sábado

Uma grande quantidade de partículas carregadas provenientes do Sol deve atingir a magnetosfera da Terra neste final de semana e provocar blecautes de radiopropagação e auroras polares em regiões de latitudes elevadas.

A causa dessa tempestade é o rompimento de um filamento de plasma ocorrido na terça-feira no hemisfério sul da estrela. O evento liberou uma grande quantidade de partículas carregadas que se desloca 1.55 milhões de km/h.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Aterrorizante: Funcionária da NASA adverte o mundo sobre caos eminente. Seria verdade?

[Imagem: pattie.jpg]

Em entrevista nos dias 6 e 7 de agosto de 2013 à Veritas Rádio, Pattie L. Brassard que trabalhou para o exército americano, justamente no setor de comunicação por satélite, defesa anti-mísseis e uplinks, na Microsoft e NASA, adverte o mundo sobre caos eminente. 

Sem titubear, Brassard inicia suas revelações ao tratar do acidente nuclear em Fukushima, Japão, em 2011. Sim, o terremoto/tsunami foi um evento natural se você considera como 'natural' o alinhamento do  Segundo Sol que está entrando no Sistema Solar e já poderá ser visto por todos antes mesmo do fim deste ano.

Encontro conclama países a despenalizar prática do aborto

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcQc6j-AtMnc-RyUyVG5KpM...5g1LiFavUw]
A penalização do aborto provoca o aumento da mortalidade e morbidade materna (complicações pós-parto), como aponta o documento final da 1ª Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento, reunida na semana passada em Montevidéu, Uruguai. 
 
O encontro reuniu organizações da sociedade civil de mais de 30 países da América Latina e do Caribe.

O
documento conclama os países “a considerar a possibilidade de modificar leis, regulamentos, estratégias e políticas públicas sobre a interrupção voluntária da gravidez para salvaguardar a vida e a saúde de mulheres e adolescentes, melhorando sua qualidade de vida e diminuindo o número de mortes”.

Palestinos ameaçam denunciar Israel por conta de novas colônias

Eles protestam contra construções em Jerusalém Oriental e Cisjordânia. Questão da colonização é um dos problemas nas negociações de paz.

Os palestinos ameaçaram nesta quarta-feira (21) recorrer a instâncias internacionais e apresentar denúncias contra a construção de novas colônias israelenses que, segundo eles, pode levar as atuais discussões de paz ao fracasso.

"Não se trata apenas de pontos em um mapa, mas de medidas deliberadas e destruidoras que buscam impedir a criação de um Estado palestino", afirmou Hanane Achraui, do comitê executivo da Organização pela Libertação da Palestina (OLP).

Achraui se refere ao recente anúncio do governo israelense sobre a construção de mais de 2.000 casas nas colônias da Cisjordânia e de Jerusalém Oriental, pouco antes da retomada, em Jerusalém, em 14 de agosto, das negociações diretas entre ambos os lados.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Terra enfrenta forte tempestade magnética

tempestade magnética, sol, terra
 © the-day-x.ru
Os funcionários da NASA registraram uma ejeção de massa coronal do sol. No momento, o fluxo de plasma solar está se movendo em direção à Terra a uma velocidade de cerca de 930 km por segundo.

A medição da velocidade das partículas permitiu aos cientistas prever a eventual data de início da tempestade magnética na Terra. Segundo os cálculos, o início de perturbações magnéticas terá lugar no dia 22 de agosto.

Apesar da dimensão da nuvem que se aproxima, os cientistas afirmam que o fluxo não deverá afetar os satélites, sistemas de rádio e GPS. No entanto, as pessoas sensíveis ao tempo têm de estar mais atentas estes dias. 

Voz da Rússia
DeOlhOnafigueira


Veja também:
Snowden: Cataclismo global acontecerá em Setembro/2013

 

ONU espera um ano "decisivo" para Israel e Palestina

A ONU está esperançosa com o reatamento das negociações diretas entre palestinos e israelenses e espera que este ano seja "decisivo" para alcançar a paz no Oriente Médio, disse nesta terça-feira o secretário-geral adjunto da ONU para Assuntos Políticos, o argentino Óscar Fernández-Taranco.

O secretário-geral adjunto afirmou durante a sessão mensal sobre o Oriente Médio no Conselho de Segurança que se alcançou "um ponto decisivo" e o importante agora é que "ambas as partes não decepcionem seus povos".

Fernández-Taranco ressaltou que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, mostrou seu "total apoio" ao processo com a recente visita à região e pediu que os líderes palestinos e israelenses entendam que se encontram em um momento que "não podem desperdiçar".