Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Encontro conclama países a despenalizar prática do aborto

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcQc6j-AtMnc-RyUyVG5KpM...5g1LiFavUw]
A penalização do aborto provoca o aumento da mortalidade e morbidade materna (complicações pós-parto), como aponta o documento final da 1ª Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento, reunida na semana passada em Montevidéu, Uruguai. 
 
O encontro reuniu organizações da sociedade civil de mais de 30 países da América Latina e do Caribe.

O
documento conclama os países “a considerar a possibilidade de modificar leis, regulamentos, estratégias e políticas públicas sobre a interrupção voluntária da gravidez para salvaguardar a vida e a saúde de mulheres e adolescentes, melhorando sua qualidade de vida e diminuindo o número de mortes”.

Sem diminuir o número de aborto, os Estados da região não vão alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, alerta o documento caribo-sul-americano. A situação de crianças, jovens e adolescentes, reconhecidos como “sujeitos de direito e atores de desenvolvimento”, foi um dos eixos do debate em Montevidéu. A América Latina e o Caribe têm uma população de 160 milhões de pessoas entre 15 e 29 anos de idade. Um de cada quatro habitantes do continente é jovem.

O encontro de Montevidéu foi preparatório para a Conferência Mundial Cairo +20, agendada para setembro de 2014, em Nova York. Esse evento revisará o cumprimento das metas do Programa de Ação definidas em 1994, no Cairo, como mortalidade infantil, igualdade de gênero e o reconhecimento de direitos dos povos indígenas, das pessoas com deficiência e dos migrantes.
 
Vermelho
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário