Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Impressionante: Mar Vermelho e o furacão Irma nas Bahamas (VÍDEO)

https://abrilveja.files.wordpress.com/2017/09/screen-shot-2017-09-10-at-2-19-28-pm.png?w=1000&h=666&crop=1
Mar em Bahamas desaparece temporariamente
“Sem acreditar nesse momento… Esta é a Long Island, nas Bahamas, e a água do oceano desapareceu, até onde os nossos olhos conseguem enxergar”, detalhou uma usuária no Twitter, com o vídeo do fenômeno.

As imagens são impressionantes. No jornal americano Washington Post, a meteorologista Angela Fritz faz a seguinte citação:

“Há coisas que um meteorologista aprende em livros, mas talvez nunca veja pessoalmente. Você sabe que elas acontecem em teoria, mas a chance de se deparar com o fenômeno mais extraordinário é de pequena a nenhuma. Essa é uma dessas coisas — um furacão forte o suficiente para mudar a forma de um oceano”, escreveu Fritz neste domingo.

Como cristã, não pude deixar de lembrar do fato narrado na Bíblia a respeito do Mar Vermelho: “Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o SENHOR fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.” (Êxodo 14:21). Com certeza vivenciamos algo muito parecido ao que foi narrado em Êxodo.

Para os descrentes, os fatos narrados na Bíblia que fogem da compreensão humana são vistos como folclore. Mas ao me deparar com os instantes que o mar de Bahamas sumiu foi apenas um pequeno vislumbre de que para Deus nada é impossível, é chegado o tempo que Deus se mostrará de diversas maneiras aos descrentes.

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Veja quais foram os principais terremotos ocorridos no mundo nos últimos 30 anos

Resultado de imagem para terremotos placas tectonicas
Placas Tectônicas - Imagem: fmrp.usp.br
Cerca de uma dúzia de terremotos de magnitude igual, ou superior, ao que atingiu o México (8,2) na madrugada desta sexta-feira (8) sacudiram o planeta nas últimas três décadas.

Os dois mais potentes - na Ásia, em 2004, e no Japão, em 2011 - também foram os mais letais.

O número de vítimas depende em grande parte das zonas afetadas, se são menos, ou mais, povoadas, e se é acompanhado, ou não, de tsunami.

Confira abaixo os principais sismos dos últimos 30 anos:

Assustador: Furacão Irma vai "devastar os Estados Unidos", avisam autoridades

Esta sexta-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse numa mensagem em vídeo que esta "tempestade tem um potencial destrutivo histórico" e pediu que a população seguisse os conselhos das autoridades.
O furacão Irma vai "devastar os Estados Unidos", afirmou esta sexta-feira o diretor da Agência Federal norte-americana para a Gestão de Emergências (FEMA, sigla em inglês). Brock Long realçou hoje mais uma vez que os Estados Unidos serão fortemente afetados pela tempestade que já provocou pelo menos 19 mortos nas ilhas das Caraíbas e está a caminhar para a Florida.

Apesar de o furacão ter diminuído de intensidade e estar agora na categoria 4, a segunda mais alta e perigosa na escala Saffir-Simpson, as autoridades referem que ainda pode provocar grandes danos. Registam-se esta sexta-feira rajadas de ventos de 250 km/hora.

"O furacão Irma continua a ser uma ameaça que vai devastar os Estados Unidos, ou na Florida ou em outros estados a sudeste", afirmou Brock Long num briefing, segundo a Reuters.

'Não permitiremos um corredor entre Teerã e Damasco', ameaça Israel após ataque à Síria


O ministro da Defesa de Israel, Avigdor Lieberman, divulgou uma ameaça velada contra a Síria, sem confirmar ou negar um ataque aéreo denunciado pela Síria nas últimas horas.
"Estamos determinados a prevenir o ataque, ou a possibilidade de ataque dos nossos inimigos, em prol da segurança dos cidadãos de Israel", afirmou Lieberman, em entrevista à TV israelense.
A Síria denunciou Israel por um ataque contra uma de suas posições, em um evento que matou duas pessoas. O local em questão seria uma edificação responsável pela produção de armas químicas, segundo a Agência AFP.

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Comandante do exército do Irã profetiza que Israel não sobreviverá aos próximos 25 anos

https://cdnbr2.img.sputniknews.com/images/921/64/9216491.jpg

Novo comandante em chefe do exército iraniano, general Abdolrahim Mousavi, que assumiu o posto em 21 de agosto, advertiu que o "regime sionista" deixará de existir nos próximos 25 anos.

Segundo informa a agência de notícias iraniana Tansim, o general fez essas declarações durante um evento cultural na cidade de Qom, poucos dias depois de assumir o cargo.

O jornal The Times of Israel, por sua parte, anota que as declarações são "um eco" de uma afirmação semelhante do líder supremo iraniano aiatolá Ali Khamenei, em meados de 2015. Em uma entrevista publicada na conta oficial de Khamenei no Twitter em 9 de setembro de 2015, o líder iraniano se dirigiu a Israel, dizendo: "Não chegarão a ver os próximos 25 anos" e acrescentou que o estado judeu será perseguido até à sua destruição.

"Nossos inimigos devem saber que, se tiverem a ideia de um ato de agressão contra o Irã, eles terão de enfrentar uma dura reação", advertiu Khamenei.

O general Mousavi anunciou ainda que "a era dos abusos terminou" e, se um país optar por entrar em guerra com o Irã, "será o país persa quem vai decidir como terminará esse conflito".
 
Sputnik News
DeOlhOnafigueira

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

'Brasil será nosso próximo mercado', diz CEO que implantou chips no corpo de funcionários nos EUA

Chip
Chip, do tamanho de um grão de arroz, é aplicado com seringa sob a pele entre os dedos polegar e indicador
Uma empresa de tecnologia de Wisconsin, nos Estados Unidos, causou furor ao anunciar que implantaria chips no corpo de seus funcionários para substituir crachás, chaves e a necessidade de senhas em computadores e equipamentos eletrônicos.

Um mês após o anúncio, passado o frenesi inicial da imprensa americana, 61 dos 80 funcionários da Three Square Market já convivem com esse corpo estranho, do tamanho de um grão de arroz, aplicado com uma seringa sob a pele entre os dedos polegar e indicador.

O chip funciona como um código de barras e permite que leitores digitais identifiquem o nome, a área de trabalho e até mesmo o cartão de crédito dos funcionários que decidem comprar algo para lanchar na cantina da empresa.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Eclipse que ocorreu hoje, em 21 de agosto, seria prenúncio do fim do mundo em 23 de setembro?

Eclipse solar total visto da Ilha Ternate, na Indonésia, em março de 2016.
Eclipse solar total visto da Ilha Ternate, na Indonésia, em março de 2016. Reuters
Hoje aconteceu o tão esperado eclipse lunar. Quando a lua cobriu o sol provocando uma queda repentina da temperatura e mergulhando a Terra na escuridão (Na verdade, algumas regiões do hemisfério norte).

Mais da metade do planeta – inclusive 12 Estados dos EUA – presenciou esse evento único na vida – apelidado de O Grande Eclipse Total Americano. Também a região nordeste do Brasil pode vislumbrar parcialmente esse acontecido.

Mas, o que se diz é que o eclipse de hoje, seria prenúncio de uma catástrofe maior em 23 de setembro de 2017. Será?  

Pois é... 

Se tornou viral na internet anunciar uma grande calamidade para o mês que vem. O fim do mundo, como alguns dizem. E algumas dessas afirmações, inclusive, são baseadas na bíblia sagrada.

Um dos primeiros a anunciar esse pressuposto acontecimento, seria o  astrônomo amador cristão David Meade. Que inclusive afirma que Nibiru – também conhecido como Planeta X – aparecerá nos céus em 23 de setembro de 2017. Isso mesmo!, daqui a exatos 33 dias!

"A Europa está perdida". Alertou o principal Rabino da Espanha, aconselhando os judeus a se mudarem para Israel

A Europa "civilizada" pós-cristã e hedonista tem provado nestas últimas 24 horas a espada do Islão na sua sociedade acomodada e egocêntrica.

Não só os dois bárbaros ataques terroristas islâmicos em nome de Alá no coração da Espanha, causando pelo menos 14 mortos e dezenas de feridos, como o esfaqueamento esta tarde de várias pessoas na pacata Finlândia, provocando 2 mortos e muitos feridos, provam que a Europa já não é mais o paraíso seguro e próspero que a tornou tão atraente para tantos.

Parece que as notícias de mais um ataque terrorista islâmico começam a fazer parte da rotina diária do europeu, tão incomodado quando Israel se defende legitimamente dos ataques dos seus inimigos, mas agora revoltado quando esse mesmo tipo de terrorismo "em nome de Alá" lhe vem bater à porta...

Ciente da realidade atual de uma Europa cada vez mais invadida pelas hordes islâmicas oriundas do Médio Oriente e do Norte de África, o rabino de Barcelona Meir Bar-Hen emitiu um alerta aos cidadãos judeus que vivem em Espanha: "A Europa está perdida. Digo aos meus congregantes: Não pensem que estamos aqui para sempre. Encorajo-os até a comprarem propriedades em Israel."

Profeta judeu que predisse 3 guerras fez prognóstico alarmante sobre Pyongyang




A profecia foi feita em 1994, muito antes de a Coreia do Norte ter começado a desenvolver seu potencial nuclear.

Um rabino que predisse o início de três guerras assegurou há duas décadas que um conflito com a Coreia do Norte levaria ao fim do mundo, informa a edição Daily Star.

A previsão de Levi Saadia Nahmani apanhou muitos de surpresa, dado que o país comunista não tinha armas nucleares na época e não era visto como uma ameaça pelos outros países, exceto pela Coreia do Sul.

'Coreia virá até aqui'

Naquela época, muitos judeus tinham medo dos mulás radicais do Irã, de Saddam Hussein no Iraque, do coronel Muammar Kadhafi na Líbia e de Hafez Assad na Síria.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Fim dos tempos: Gráficos mostram como a Terra ficou mais quente nos últimos 100 anos

http://www.ultimosacontecimentos.com.br/static_img/264689/resize-500x281_5-1170.jpg

O meteorologista finlandês Antti Lipponen produziu um vídeo (abaixo) revelando as anomalias de temperatura ao redor do mundo desde 1900.

Ele analisou dados de 190 países nas cinco regiões do globo coletados pela Nasa, a agência especial americana. Lipponen calculou primeiro a temperatura média de 1951 a 1980 em cada país - o que chamou de período-base.