Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 22 de julho de 2014

Israel trava guerra paralela nas redes sociais

Enquanto fotos de vítimas civis palestinas inundam a internet, governo e organizações israelenses usam Facebook e Twitter para tentar reverter opinião pública sobre a mais recente ofensiva na Faixa de Gaza.

Nas duas últimas semanas, mídias sociais como Facebook e Twitter vêm recebendo uma enxurrada de imagens sobre a ofensiva israelense na Faixa de Gaza. As fotos do banho de sangue aparecem de forma tão imediata, que mesmo aqueles que nunca foram a Israel e não têm qualquer ligação com os palestinos acabam se envolvendo emocionalmente.

Foi assim, por exemplo, na semana passada, quando quatro crianças palestinas foram mortas por um bombardeio israelense quando brincavam numa praia em Gaza. Outras três crianças foram levadas às pressas a uma varanda próxima ao hotel Al-Deira, onde jornalistas realizavam medidas de primeiros-socorros para tentar salvar a vida de uma delas, ferida por um estilhaço no peito.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Chefão do Hamas confessa: grupo terrorista usa, sim, escudos humanos e ainda convoca população a morrer

[Imagem: proxy?refresh=86400&container=or...AA4xXX.jpg]

Quando se fala que o Hamas recorre a escudos humanos no confronto com Israel, o que, obviamente, provoca um grande número de mortos, muitos críticos da política israelense contestam o que é uma evidência. Dizem que essa afirmação faz parte da máquina de propaganda de Israel. Será mesmo?

Gaza: Conselho de Segurança da ONU foi impotente

Gaza, Israel, ONU, Conselho de Segurança

A reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU, convocada para a noite de segunda-feira para discutir a situação na Faixa de Gaza, terminou praticamente sem resultados. As partes apenas conseguiram acordar o comunicado à imprensa que focou exclusivamente os aspectos humanitários do conflito na Faixa de Gaza.

“Os membros do Conselho de Segurança expressaram a sua grande preocupação pelo aumento do número de vítimas da violência”, declarou no final da reunião o atual presidente do Conselho de Segurança e representante permanente de Ruanda na ONU Eugène-Richard Gasana. Entretanto, na sua intervenção ele não se referiu uma única vez nem à Palestina, nem a Israel.

Seguidamente falou o representante permanente da Autoridade Palestina nas Nações Unidas Riyad Mansour, o qual não escondeu seu desapontamento pelos resultados da sessão extraordinária do Conselho, que o próprio tinha solicitado. “Nós esperávamos que o Conselho de Segurança aprovasse uma resolução que condenasse a agressão contra o nosso povo e que exigisse o fim imediato dessa agressão”, disse o diplomata.

Gaza continua somando mortos, apesar de apelos para trégua

Equipes de resgate em meio a ruínas em Gaza
Resgate em Gaza: conflitos já deixaram mais de 500 palestinos e 20 israelenses mortos
Conflito entre Israel e Hamas continuava hoje na Faixa de Gaza, apesar dos apelos da comunidade internacional por uma trégua

Israel e o Hamas protagonizaram novos confrontos fatais nesta segunda-feira, após um domingo sangrento na Faixa de Gaza, e apesar dos apelos da comunidade internacional por uma trégua.

O Conselho de Segurança da ONU pediu no domingo "o fim imediato das hostilidades", que já deixaram 509 palestinos mortos, a maioria civis. Vinte israelenses faleceram - 18 deles soldados - desde o início do conflito, no dia 8 de julho.

domingo, 20 de julho de 2014

Israel amplia ofensiva em Gaza. Número de palestinos mortos chega a 400

Mais de 40 pessoas morreram no distrito de Shejaiya em fortes bombardeios, dizem médicos
ONU alertou para o fim do estoque de suprimentos para ajudar mais de 50 mil palestinos que se abrigam em escolas em Gaza

A operação já deixou mais de 400 palestinos mortos, a maioria civis, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Cinco soldados e dois civis israelenses morreram.

Mais de 40 pessoas morreram no distrito de Shejaiya em fortes bombardeios durante a noite, disseram médicos.

Ambulâncias não puderam chegar ao local devido a ataques, e testemunhas relataram que corpos estão espalhados pela rua.

No sábado, dois soldados israelenses morreram durante um tiroteio com militantes palestinos que usaram túneis para invadir Israel e realizar ataques, disse o Exército.

Apesar da ofensiva israelense, militantes continuam a lançar foguetes contra Israel.

sábado, 19 de julho de 2014

Tendência entre adolescentes cristãs, selfies sedutoras são criticadas por blogueira: “Vivemos numa cultura que treina a mente para a sedução”

Tendência entre adolescentes cristãs, selfies sedutoras são criticadas por blogueira: “Vivemos numa cultura que treina a mente para a sedução”A exploração da sensualidade na mídia funciona como uma espécie de bombardeio, e termina por influenciar pessoas de todas as faixas etárias e crenças. Com a ascensão de redes sociais exclusivamente voltadas para fotos, como Pinterest e Instagram, muitas adolescentes evangélicas publicam fotos em poses sociais, e esse fato gerou um movimento contra-cultura nos Estados Unidos.
 
Duas irmãs texanas lançaram o blog Girl Defined, em que se engajam contra o feminismo e a favor da distinção de gênero, como forma de frisar e manter “o propósito que Deus definiu” para as meninas.

“Infelizmente, vivemos em uma cultura que treina as nossas mentes para ver sedução como norma a partir de uma idade muito jovem. Basta dar uma rápida caminhada pelo shopping e você verá cartazes atrás de cartazes com modelos em poses sensuais. Desde a invenção do Pinterest, Instagram e outros aplicativos, imagem sensuais estão em nossa frente mais do que nunca”, diz Kristen Clark, uma das autoras do movimento.

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Ofensiva terrestre de Israel em Gaza mata 11 palestinos

Gaza (Reuters)
Israel iniciou ofensiva terrestre em Gaza após 10 dias de ataques aéreos
Pelo menos 11 palestinos e um soldado israelense morreram nas primeiras horas da ofensiva terrestre do Exército de Israel na Faixa de Gaza, intensificando uma operação militar iniciada há dez dias.

Aviões, artilharia e navios israelenses realizaram bombardeios pesados como parte da operação iniciada na quinta-feira à noite. A imprensa em Gaza informou que soldados chegaram à praia do território e testemunhas disseram que dez tanques de Israel haviam cruzado a fronteira.

Após o início da ofensiva, foguetes teriam sido disparados de Gaza contra o sul de Israel, disseram autoridades israelenses.

O Ministério da Saúde de Gaza disse que 11 palestinos foram mortos nessa ofensiva terrestre. Uma criança de cinco meses de idade estava entre os mortos, médicos palestinos disseram à agência de notícias AFP.

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Netanyahu instrui início de ofensiva por terra em Gaza

Segundo comunicado, premiê instruiu os militares para iniciar uma ofensiva terrestre na Faixa de Gaza

Comboio de tanques israelenses perto da fronteira com a Faixa de Gaza
 
O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, instruiu nesta quinta-feira os militares para iniciar uma ofensiva terrestre na Faixa de Gaza, de acordo com um comunicado oficial do gabinete do premiê.

"O primeiro-ministro e o ministro da Defesa instruíram o IDF a começar hoje à noite uma operação terrestre a fim de alvejar os túneis terroristas de Gaza para Israel", disse o comunicado.

Testemunhas da Reuters e moradores de Gaza relataram que há artilharia pesada e bombardeios navais ao longo da fronteira de Gaza.
 
Exame
DeOlhOnafigueira

Guerra: Avião de passageiros da Malaysia Airlines é abatido na Ucrânia. 295 mortos.

Um avião da Malaysia Airlines caiu na Ucrânia, perto da fronteira com a Rússia, nesta quinta-feira, 17. A queda da aeronave de passageiros foi confirmada por um conselheiro do Ministério do Interior ucraniano, segundo informações da Associated Press.

De acordo com a agência Interfax, o avião fazia o trajeto de Amsterdã, na Holanda, para Kuala Lumpur, na Malásia, com 280 passageiros e 15 tripulantes a bordo. Ainda conforme o Ministério do Interior ucraniano, a queda da aeronave, um Boeing 777, foi causada por "um míssil disparado do solo".

A Malaysia Airlines diz que perdeu contato com voo MH17 que partiu de Amsterdã. A empresa ainda informou pelo Twitter que a última posição da aeronave foi registrada no espaço aéreo ucraniano.
 
O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, acredita que um "ato terrorista" foi a causa da queda de um avião da Malásia na quinta-feira, disse seu assessor.

"Poroshenko crê que esse avião foi abatido: não é um incidente, não é uma catástrofe, mas um ato terrorista" disse Svatoslav Tsegolko. 

Portal A Tarde e Reuters
DeOlhOnafigueira

Israel anuncia trégua mas já foram disparados três morteiros a partir de Gaza

Pressionado pela linha dura, Netanyahu deu luz verde à expansão da operação em Gaza. Forças israelitas recomendaram a evacuação de várias localidades palestinianas, ONU confirma mais de 18 mil refugiados nas suas instalações.

Famílias palestinianas abandonam as suas casas depois dos alertas de Israel REUTERS/Mohammed Salem
Israel anunciou uma trégua unilateral de cinco horas na Faixa de Gaza, esta quinta-feira. Entre as 10h e as 15h, todos os ataques das Forças de Defesa de Israel (IDF) sobre o enclave palestiniano serão suspensos, para que a população possa reabastecer-se em segurança, informou o brigadeiro general Yoav Mordechai. Porém, do lado de Gaza, já foram disparados três morteiros sobre zonas desabitadas do Sul de Israel.

O Governo israelita não se pronunciou ainda sobre estes lançamentos e também ainda não retaliou, continuando a cumprir a trégua por si declarada.

A decisão israelita, de cariz humanitário, foi anunciada ao início da noite desta quarta-feira. No início do dia, as forças judaicas tinham aconselhado a evacuação de várias localidades do norte e centro da Faixa de Gaza, onde vivem mais de cem mil pessoas, em antecipação de uma nova chuva de bombas contra alvos do Hamas ou, eventualmente, do avanço dos tanques e tropas israelitas pelo território dominado pelo Hamas.