Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Irã manda um aviso para Israel

Vice-chefe da Guarda Revolucionária diz que Teerã se prepara para 'novas frentes abertas ", em resposta a ação em que general iraniano foi morto

Hossein Salami (photo credit: AP photo)
Hossein Salami (photo credit: AP photo)
 O Irã ameaçou atacar Israel a partir da Cisjordânia, em retaliação a um suposto ataque aéreo israelense na Síria no domingo, que deixou 12 agentes iranianos e do Hezbollah mortos. O ataque aéreo tem sido atribuído a Israel e que Jerusalém não confirmou oficialmente, no entanto fontes governamentais anônimas admitiram.

O vice-chefe do Irã da Guarda Revolucionária tenente-Gen. Hossein Salami prometeu neste fim de semana, que passou a "abrir novas frentes [contra Israel] e mudar o equilíbrio de poder". Em um trecho de uma entrevista com Salami, o número dois da IRGC dissera que o Irã e o Hezbollah trarão uma "represália especial" pela ação, de acordo com a Agência de Notícias Tasnim, acrescentando que a abertura de uma nova frente na Cisjordânia estava sendo planejada.

domingo, 25 de janeiro de 2015

O Império Otomano voltou? Presidente apresenta “grupo de guerreiros” em cerimônia oficial

Estudiosos acreditam que Turquia faz ameaça velada a Israel

O Império Otomano voltou? Presidente apresenta “grupo de guerreiros” em cerimônia oficial
O Império Otomano durou 400 anos (1517-1917). Ao longo de sua existência manteve Israel como um território conquistado a partir de 1516. Com sede na atual Istambul, os otomanos não tinham origem árabes, mas foram responsáveis pela consolidação da fé islâmica em seus domínios.

Judeus e cristãos sempre pagaram altos impostos e padeceram sob o domínio otomano. Em janeiro de 2015, um recado foi dado ao mundo: o império turco está de volta. Durante a visita do presidente palestino Mahmoud Abbas, no luxuoso palácio presidencial de Recep Tayyip Erdogan, um grupo de 16 “guerreiros” usando trajes típicos e armados com escudos e espadas, lembrava ao mundo a história da Turquia.

Cada um deles simboliza um dos 16 “impérios” da história turca. Desde os nômades Xiongnu da Mongólia, do século II antes de nossa era, até os otomanos, passando pelos períodos mongóis e seljúcidas. Enquanto para muitos a exibição era meramente cultural, especialistas acreditam que se trata de uma tentativa de “seduzir eleitores nacionalistas conservadores e partidários de um regime forte”. Segundo comunicado do governo, os “guerreiros” farão parte de todas as visitas de pessoas importantes ao país.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Igreja presbiteriana e cristãos liberais palestinos estão rescrevendo a Bíblia para remover referências a Israel

Sabeel (Centro Ecumênico Palestino de Teologia da Libertação) está fazendo uma parceria com a Igreja Presbiteriana dos Estados Unidos para produzir uma nova versão da Bíblia que mudará a Palavra de Deus.
Delegações presbiterianas dos EUA celebrando 25 anos da Teologia da Libertação Palestina no Sabeel
Essa nova versão não faz menção de Israel como nação judaica nem menciona Jesus como judeu. Aliás, Jesus (Yeshua) é mudado de judeu para árabe palestino, de acordo com Geri Ungurean in NowTheEndBegins.
Sabeel (que em árabe significa “o caminho” e também “um canal” ou “fonte”) é uma organização cristã de teologia da libertação com sede em Jerusalém. Foi fundada pelo sacerdote anglicano palestino Rev. Naim Ateek, ex-cônego da Catedral de St. George em Jerusalém.

Judeus, muçulmanos e cristãos se unem em Davos para condenar violência religiosa

Imagem: Editora Abril
O que há em comum entre um rabino, um arcebispo, um clérigo muçulmano e o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair?
 
Muitas coisas, de acordo com uma sessão incomum consagrada à religião realizada na quarta-feira no Fórum Econômico Mundial em Davos, onde discutiram o extremismo, a violência e a liberdade de expressão após os ataques contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo em Paris há 2 semanas.
 
Durante um longo debate sobre os conflitos no Oriente Médio, Nigéria, República Centro-Africana e também os recentes ataques em Paris, os debatedores reconheceram que não há nada de novo.

"O extremismo não é um fenômeno recente, tivemos o extremismo no século 20, através do comunismo e do fascismo, que eram ambos ideologias profundamente anti-religiosas", declarou Blair, um cristão engajado, que é agora enviado especial para a paz no Oriente Médio.

Relógio do Juízo Final avança e fica a 3 min da meia-noite

Quanto mais próximo das 24:00 está seu ponteiro, mais o apocalipse se aproxima da civilização, segundo cientistas
 
 O Relógio do Juízo Final está a apenas três minutos da meia-noite catastrófica Foto: Twitter

O ponteiro do Relógio do Juízo Final, também conhecido como Pêndulo do Apocalipse, que simboliza a iminência de um cataclismo planetário, foi adiantado em dois minutos e agora está a apenas três minutos da meia-noite catastrófica, disseram cientistas internacionais nesta quinta-feira.

O Boletim dos Cientistas Atômicos, uma associação que conta com 18 prêmios Nobel entre seus membros, considera "muito alta a possibilidade de que ocorra uma catástrofe planetária se não forem tomadas medidas rapidamente" contra o aquecimento global e a corrida armamentista nuclear, que ameaçam a civilização.


terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Tensão: Comandante Iraniano morto num provável ataque aéreo Israelita em território do Líbano

Indivíduos que foram mortos no ataque
Doze terroristas foram ontem mortos num ataque "cirúrgico" a 2 viaturas que se deslocavam em território do Líbano, a uns 7 quilómetros da fronteira Norte de Israel.
 
Ainda que não haja confirmação oficial de Israel sobre a autoria do ataque - uma habitual postura do estado judaico - a certeza da morte de um general iraniano já foi confirmada pelo governo iraniano.
 
O comandante iraniano chamava-se Mohammed Ali Allah Dadi, e a sua morte foi já confirmada pelos Guardas Revolucionários Iranianos.
 
O ataque aéreo realizado ontem com um helicóptero, provavelmente por Israel, atingiu elementos de chefia do grupo terrorista Hezbollah, com ligações estreitas ao Irã.
 
Segundo alegações das autoridades do Líbano, o ataque terá atingido 2 veículos através do disparo de 2 rockets e causado 12 vítimas mortais, entre elas o general iraniano e o filho de Imad Mughniyeh, a cerca de 7 kms a Norte da fronteira com Israel.
 

Os cinco países mais intolerantes ao cristianismo

Perseguição a cristãos aumenta em Coreia do Norte, Somália, Iraque, Síria e Afeganistão

Os cinco países mais intolerantes ao cristianismo
A perseguição contra cristãos tem crescido em todo o mundo, mas há alguns países que lideram a quantidade de casos onde cristãos são presos, mortos, torturados e vítimas das maiores crueldades.
 
O ministério Portas Abertas listou os cinco países onde ser cristão representa um grande risco à vida: Coreia do Norte, Somália, Iraque, Síria e Afeganistão.

Nesses locais o cristianismo é cruelmente combatido, nem mulheres e crianças são poupadas. O que o Estado Islâmico tem feito no Iraque e na Síria é um dos maiores exemplos de intolerância religiosa, enquanto os homens cristãos são forçados a se converterem ao islamismo, quem não aceita é expulso de sua própria casa ou é morto.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Repórter alemão infiltrado: Os planos do ISIS são de matar ‘centenas de milhões’ em uma ‘limpeza religiosa’


Jurgen Todenhofer, o primeiro repórter ocidental a se infiltrar junto aos militantes do Estado islâmico e a não ser morto no processo, falou para a rede Al Jazeera sobre o seu tempo com o grupo terrorista.

Todenhofer viveu lado a lado com os combatentes jihadistas durante dez dias na cidade-fortaleza de Mosul do Estado Islâmico, no Iraque. Ele estava acompanhado apenas pelo seu filho, que serviu como seu cameraman.

“Eu sempre perguntei-lhes sobre o valor da misericórdia no Islã”, mas “eu não vi qualquer misericórdia em seu comportamento”, explicou Todenhofer. Ele acrescentou: “Algo que eu não entendo nada é o entusiasmo no seu plano de limpeza religiosa, planejando matar aos não-crentes … Eles também irão matar democratas muçulmanos, porque eles acreditam que os não-muçulmanos colocam as leis dos seres humanos acima dos mandamentos de Deus”. 


domingo, 18 de janeiro de 2015

Preparação para a guerra? Mais países na Europa lançando manual de sobrevivência por temor de invasão russa

russia-mobilizes-2
 
Enquanto a maioria dos norte-americanos descartam a possibilidade de um grande conflito com a Rússia, os europeus que viram duas grandes guerras no século passado, conhecem melhor e não descartam.

O país como a Lituânia, bem como os seus vizinhos, estão se preparando para uma invasão total pelas forças russas e seu governo está emitindo um manual de sobrevivência para os seus cidadãos. Embora os detalhes completos ainda não foram liberados, o manual, entre outras coisas, aconselha os cidadãos a "manter uma mente sã, não entrar em pânico e não perder a lucidez."

O ministro da Defesa lituano Juozas Olekas revelou as 100 páginas de informações públicas do panfleto nesta última terça-feira em uma conferência de imprensa em Vilnius. O livro, "Como agir em situações ou casos de guerra extremas" tem como objetivo educar os cidadãos do país sobre o que fazer no caso de uma invasão.

O manual instrui lituanos como "agir durante a organização da resistência civil, mas também como agir em condições de campo de batalha", para além de conter informações sobre as mudanças governamentais na sequência de uma declaração de guerra e procedimentos para a evacuação de um edifício, de acordo com Olekas.

Controle total: Consumidor terá que informar CPF em compras acima de R$ 400 em supermercados

Consumidor terá que informar CPF em compras acima de R$ 400 em supermercadosO fornecimento do número do CPF no ato de pagamento em compras feitas em redes de supermercados, com valor acima de R$ 400, será obrigatória a partir do dia 1º de março. 
 
A determinação é da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), em acordo com associações e sindicatos do setor e vale para atacado e varejo. O objetivo é inibir a concorrência desleal e ampliar o combate à sonegação do Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS). 
 
De acordo com o superintendente de Administração Tributária da Sefaz, José Luiz Souza, a medida não resultará em aumento de custos para o consumidor e para as redes de supermercado. 
 
“Com as informações em mãos, a Sefaz cruzará os dados para verificar se o titular de um CNPJ está adquirindo produtos em grandes quantidades, omitindo não só a compra como a venda das mercadorias. Caso as situações sejam identificadas, o contribuinte será chamado para prestar esclarecimentos na Sefaz”, explica Souza. 
 
Bahia Notícias
DeOlhOnafigueira