Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 31 de maio de 2016

Televisão palestina ensina crianças a matar judeus

Peça escolar é comparada a recrutamento do Estado Islâmico 
 
Resultado de imagem para Televisão palestina ensina crianças a matar judeus
Uma peça infantil, com crianças entre 4 e 7 anos de idade, causou revolta em Israel nos últimos dias. Em abril, o canal de televisão do grupo político-militar Hamas exibiu imagens de um ‘festival cultural’ para telespectadores em Gaza e na Cisjordânia. 
 
Em cena, meninos e meninas vestindo roupas militares encenam uma preparação para o combate com réplicas de facas, armas, metralhadoras e canhões. O objetivo seria ensinar sobre a guerra contra Israel. Chama atenção que ele não revela como eventualmente deveriam se defender, mas ensina como atacar.

Na televisão, a peça mostra uma das apresentações do festival, onde uma menina palestina tenta matar guardas judeus com uma faca. Ela é baleada e cai no chão em meio aos gritos da plateia. Outras meninas se aproximam e choram sobre seu “corpo”.

Obama aos Hospitais: Se não fizerem abortos e cirurgias de "mudança de sexo", não receberão verba do Governo

Na semana passada, no mesmo dia em que o governo Obama ameaçou as escolas públicas americanas com a perda de financiamento federal, se não aceitarem sua interpretação da teoria de gênero, a Casa Branca fez uma ameaça ainda pior às instituições de saúde que aceitam financiamento do governo.
 
Na última sexta-feira, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS, na sigla em inglês) publicou a regulamentação definitiva para a Seção 1557 do Obamacare, exigindo que fornecedores de serviços de saúde que recebem financiamento federal disponibilizem serviços de “transição de gênero” e aborto, sob pena de interrupção da ajuda governamental e de um possível encaminhamento ao Departamento de Justiça para que sejam tomadas medidas legais.

O HHS afirma que a regra “ajudará a promover a equidade e a reduzir as disparidades de saúde ao proteger setores da população que têm se mostrado mais vulneráveis à discriminação no contexto dos serviços de saúde”.

Ele abarca qualquer programa de saúde ou atividade que receba financiamento do HHS, ou seja, hospitais que aceitam Medicare e médicos que aceitam Medicaid, qualquer programa de saúde administrado pelo HHS, o mercado de planos de saúde e as empresas que atuam nele.

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Vírus Zika: Mais de 100 cientistas pedem em carta que Olimpíada do Rio seja adiada ou transferida

Cristo Redentor
Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro estão marcados para agosto deste ano

Em carta aberta enviada à OMS (Organização Mundial da Saúde), um grupo formado por mais de 100 cientistas internacionais afirma que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro deveriam ser transferidos ou adiados em decorrência do surto de vírus Zika.

Os especialistas dizem que descobertas recentes sobre o zika tornam "antiética" a manutenção dos Jogos no Rio. Na carta, os cientistas também pedem que a OMS reveja com urgência suas recomendações sobre o Zika, um vírus relacionado a uma série de problemas no nascimento, incluindo microcefalia.

A carta ainda diz que o adiamento ou a transferência dos Jogos também "diminui outros riscos trazidos por uma turbulência história na economia, governança e na sociedade do Brasil - que não são problemas isolados, mas que fazem parte de um contexto que tornam o problema do Zika impossível de resolver com a aproximação dos Jogos".


22 países árabes oferecem “proposta de paz” para Israel

Iniciativa ecoa passagens das Escrituras sobre semana profética

http://thumbs.dreamstime.com/x/peace-israel-palestine-7640828.jpg
Imagem: Dreamstime
Dois dias após o ministro israelense da Defesa, Moshe Yaalon, anunciar sua renúncia, afirmando não confiar mais no primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, ainda se especula o que estaria acontecendo nos bastidores.

A decisão inesperada abriu caminho para que o ministério da Defesa fosse entregue ao ultranacionalista Avigdor Lieberman. Ele supervisionará as atividades do exército nos chamados “territórios ocupados”, da Palestina.

Surpreendentemente, 22 países árabes, incluindo a Arábia Saudita, os Estados do Golfo, Jordânia e Egito, anunciaram que estão prontos para discutir com Israel uma iniciativa de paz. Essa coalizão estaria disposta a mudar sua atitude em relação ao Estado judeu, o que incluiria retomada das relações diplomáticas, de acordo com o Israel National.

A emissora de TV Channel 10 divulgou que esses países árabes têm enviado mensagens para o governo de Israel através de vários emissários, incluindo o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair. Como resposta, Israel precisa anunciar uma “retirada” da Judéia e Samaria, nas regiões reclamadas pela Autoridade Palestina.

Essa iniciativa de paz saudita, foi sugeria pela primeira vez em 2002, mas rejeitada por Israel. O governo rejeitou na época o chamado “direito de retorno” de milhões de descendentes dos árabes que fugiram do território de Israel em 1967.

Encontrada pela primeira vez nos EUA bactéria multirresistente

Imagem: Veja.Abril
Uma bactéria resistente a todo tipo de medicamento existente foi descoberta pela primeira vez nos Estados Unidos, gerando preocupação com o efeito cada vez menor dos antibióticos - informaram autoridades de Saúde americanas, nesta quinta-feira.
 
Uma cepa da bactéria E. coli resistente ao antibiótico de último recurso - a colistina - foi detectada em uma paciente com infecção urinária, de 49 anos, na Pensilvânia.

"É um velho antibiótico, mas era o único que restava para o que eu chamo de uma bactéria de pesadelo", afirmou o diretor dos Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, Thomas Frieden, referindo-se à família de bactérias conhecidas como Enterobactérias Resistentes a Carbapenemasas (ERC).

O gene mcr-1, que causa a resistência a antibióticos e foi descoberto recentemente, também foi encontrado na China e na Europa.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

Irã e Estado Islâmico ameaçam aniquilar Israel “em breve”

Comandante iraniano afirma que destruição ocorreria “em menos de oito minutos"

Ahmad Karimpour, um dos principaisconselheiros da Guarda Revolucionária Iraniana, anunciou publicamente que o exército do Irã teria a capacidade destruir Israel “muito rapidamente”, se assim desejasse. 

Para isso, bastava uma ordem do seu líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei, que comanda a elite da Guarda, conhecida como Força al-Quds. 

“Com nossas habilidades e os equipamentos à nossa disposição, arrasaremos o regime sionista em menos de oito minutos”, disse Karimpour à agência de notícias Fars. No início de maio, o governo do Irã testou com sucesso um míssil balístico de médio alcance que poderia facilmente chegar até Israel.

Com autonomia para percorrer 2.000 quilômetros, a precisão para o alvo é cerca de oito metros. Para o brigadeiro-general Ali Abdollahi, em termos militares isso significa que a nova arma tem “erro zero”.

Apesar do acordo nuclear assinado no ano passado com as potências mundiais, o Irã continua fazendo testes com mísseis balísticos, alegando que não violam a resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Pestes: Superbácterias matarão uma pessoa a cada 3 segundos em 2050

Imagem de bactéria
Superbactérias são ameaça global, segundo estudo
Superbactérias irão matar uma pessoa a cada três segundos em 2050 se medidas não forem tomadas imediatamente, de acordo com o relatório encomendado pelo governo britânico e divulgado nesta quinta-feira.

O estudo, encomendado pelo governo britânico e liderado pelo economista Jim O'Neill, criador do termo Bric, sugere um plano que requer bilhões de dólares de investimento para impedir que a medicina "seja levada de volta à idade das trevas".

Também defende uma revolução na forma como os antibióticos são usados e uma grande campanha para educar as pessoas.

O relatório foi recebido sem consenso - houve elogios, mas críticos disseram que ele é "insuficiente".

terça-feira, 17 de maio de 2016

Sinais do Fim: Criadas as primeiras caixas de coleta para depositar bebês não desejados nos EUA

http://www.imaculadamaria.com.br/z1img/13_05_2016__18_32_3056419b171c4fc212a0d6ae44f7739d3364383_640x480.jpg 
O estado de Indiana instalou pela primeira vez nos EUA, caixas de coleta de bebês procedentes de mães que renunciam seus bebês recém nascidos não desejados.

As caixas são parecidas com caixas de correios e estão instaladas nas ruas de Fort Wayne, onde permitirão que as mães que desejam abandonar seus recém nascidos não desejados, possam depositar em um local seguro de forma anônima.

Os depósitos consistem em caixas de incubação instaladas nas paredes externas dos edifícios, onde as mães podem depositar seus bebês recém nascidos de até 31 dias de vida. 



Satanista vai concorrer ao Senado americano

Resultado de imagem para Satanista vai concorrer ao Senado americano
“Eu sou o Diabo”, vem afirmando o candidato
Quando um político conservador defende valores religiosos em sua campanha política, geralmente a primeira reação da mídia é a crítica que as duas coisas não deveriam se misturar. Contudo, Steve Hill, candidato ao Senado americano pela Califórnia, está chamando atenção justamente por fazer questão de mostrar sua opção religiosa, por mais estranha que ela possa ser.
 
“Sou um satanista e tento mostrar para as pessoas que não acredito nem no Diabo nem em Deus. Explicar isso é idiotice, mas se tiver que dizer às pessoas que sou o próprio Diabo, para que elas me ouçam, então ok, eu sou o Diabo”, afirmou durante um discurso.

As afirmações polêmicas serviram para alavancar sua campanha, mesmo ele não tendo no momento nenhuma chance de vencer. A revista Time, um dos maiores veículos de comunicação do mundo, deu espaço a ele.

Curiosamente, Hill é um comediante que faz apresentações de stand-up, mas garante que sua tentativa de ser eleito não é piada. Ele divulgou que está ajudando a organizar a sede do Templo Satânico em Los Angeles.