Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 7 de março de 2013

Hugo Chavez e seu ódio por sionistas

Hugo Chavez e seu ódio por sionistas
Em Israel os judeus oriundos da Venezuela respiram com alívio após 12 anos de terror psicológico, afinal de contas, Hugo Chavez foi um perseguidor do sionismo e simpatizante dos árabes e dos principais inimigos de Israel.

Pela internet podem ser vistas facilmente fotos do ex-presidente da Venezuela ao lado de terroristas como Kadafi, ex-líder da Líbia que tomou o poder em uma revolução sangrenta. Em outras oportunidades ele fotografou-se ao lado do Presidente da Síria, Bahsar Assad, um dos líderes mais cruéis entre os países do Oriente Médio, responsável por mais de 100.000 mortos do povo sírio e a mão continua a fazer o seu país sangrar.

Além destes dois terroristas acima, ele era simpatizante de Mubarak, o ex-presidente e ditador do Egito e até mesmo de Nasrallah, líder do Hezbolla no Líbano. O que dizer então quando se pode ver fotos dele com Ahmadinejad, o louco presidente iraniano que ameça por fogo no Mundo?


Seu ódio por sionistas não era infundado, era fruto de uma frustrada política econômica e cultural do seu povo. A Venezuela que já é um país a séculos, com exceção de questões de petróleo, continua atrasada décadas ou séculos em relação ao Estado de Israel que têm menos de 70 anos. Mas creio que esta não é a causa principal, seu ódio vinha na realidade de sua necessidade de alimentar a população com idéias populistas e racismo, afinal, ele tinha que transferir a frustração de seu povo para outra direção.

Os judeus venezuelanos que vivem em Israel relatam um vida de terror, onde o medo de atentados anti-sionistas podia ser sentido no ar. Para os venezuelanos, enviar dinheiro para fora do país, sair em turismo ou simplesmente visitar um parente fora dali, poderia ser um verdadeiro pesadelo. Não é ato que Barack Obama declarou esperar que esta seja uma nova fase para a Venezuela, uma fase de liberdade, salve o povo venezuelano!


CafeTorah
DeOlhOnafigueira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário