Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Dia Internacional do Holocausto?

Todos os anos em 27 de Janeiro o Mundo para afim de recordar milhões de vítimas do Holocausto Nazista. Infelizmente, ainda em todo Mundo o termo Holocausto é utilizado para retrarar o maior massacre de um povo da história da humanidade. A palavra holocausto que vem do grego era utilizada para retratar o sacrifício completo que era feito ao Eterno, com a queima total do animal que era sacrificado. Quando lemos a Bíblia e o termo holocausto aparece, está relacionado aos sacrifícios completos, este erro grave leva-nos a pensar que as vítimas de Adolf Hitler teriam sido um sacrifício ao Deus Eterno.

Quando buscamos o termo Shoah que foi escolhido pelo povo de Israel para designar os acontecimentos durante a Guerra Mundial, podemos encontrar diversos sinônimos bem mais apropriados, que exprimem melhor o sentimento das vítimas que estiveram alí, sem fazer nenhuma analogia que "justifique" um sacrifício de vidas tão preciosas de forma tão irônica.
Shoah em primeiro lugar, é Desastre, Catástrofe e Cataclismo(Desastre Social) e a última coisa que poderia ser considerada era um sacrifício justo e perfeito ao Deus Eterno, pois o mesmo foi o resultado da maldade e crueldade de um líder nazista seguido por seu povo que estava cego e mergulhado em uma filosofia satânica. Gostaria de lembrar que para um Sacrifício de Holocausto, tanto a vítima(um cordeiro) quanto o Sacerdote(Cohen) deveriam estar completamente puros e inocentes, livres de culpa e de pecado, exatamente o oposto do que ocorreu na era nazista das trevas.

Algo positivo no Dia Internacional do Holocausto.

Apesar de tantos erros na definição deste dia tão importante para a humanidade, fica pelo menos algo positivo, a lembrança e reconhecimento mundial da grande tragédia ocorrida primeiramente ao povo judeu e posteriormente as outras menorias que viviam então na Europa.

Junto com os judeus, foram mortos muitos ciganos, negros, homossexuais, poloneses, ou simplesmente evangélicos que discordavam da crueldade nazista. Infelizmente, o regime totalitário de Hitler levou consigo muitos líderes cristão, católicos, espíritas e maçônicos a acreditarem que era "a vontade de D'us" o extermínio do povo de Israel, e muitos soldados nazistas, ao prenderem e matarem os judeus declaravam que isto era uma punição por terem "matado a Jesus". Hoje, com o esclarecimento do Espírito de Adonai, nós sabemos que não foi um povo que matou a Yeshua, não foram os judeus, não foram os romanos, mas sim os pecados de toda a humanidade, os meus e os seus. Sendo assim, podemos perceber o quanto a "justificativa" nazista não passava de mais uma grande tolice sem fundamento algum.

6.000.000 de judeus, entre eles 2.000.000 de crianças

O absurdo numérico se torna ainda mais cruel quando analisamos os números, entre os muitos exterminados, cerca de um terço eram crianças, que culpa eles tinham? Será que o Mundo aprendeu ou somente estão aguardando a próxima oportunidade de se livrarem do Povo de Israel? Isto é o que aparenta quando um tirano como Mahmoud Ahmadinejad abre a sua boca proferindo maldições e prometendo exterminar o Estado de Israel e o mundo se cala, como se outro louco não tivesse tentado o mesmo a apenas 65 atrás.

Fica aqui a nossa esperança de que a lembrança deste dia internacional venha a despertar as mentes humanas para a necessidade de lutarem contra líderes e nações que lutam e pregam o extermínio de outros povos.

Yad Vashem abre seus arquivos na Internet junto com o Google:

No Dia internacional do Holocausto, o Museu do Holocausto - Yad Vashem em conjunto com a empresa Google pôs a disposição o seu arquivo de vítimas que consta com milhões de nomes e um arquivo fotográfico com mais de 100.000 fotos das vítimas, onde você pode contribuir com o sistema, enviando fotos e dados de parentes seu que por ventura tenha sido mortos alí.

Fonte: www.cafetorah.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário