Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Milhares de cristãos sionistas marcham por Israel

Milhares de peregrinos cristãos de todo o mundo marcharam pelas ruas de Jerusalém, na quinta-feira ao lado de soldados israelenses e os trabalhadores, em um show anual de solidariedade para com Israel.
Um porta-voz da Embaixada Cristã Internacional de Jerusalém (ICEJ) disse cerca de 5.000 peregrinos de cerca de 90 países participaram, de uma participação total que autoridades israelenses estimada em cerca de 25.000.
 
O porta-voz ICEJ David Parsons disse que a afluência de peregrinos era quase o mesmo que no ano passado, embora tenha havido alguns cancelamentos daqueles temendo um surto iminente de guerra entre Israel e Irã.

"Eu entendo que houve um bom número de cancelamentos de alguns, pelo menos da América do Norte e algumas outras áreas, por causa do nervosismo sobre algo sair daqui", disse à AFP. Delegados cristãos têm vindo a realizar uma conferência em Jerusalém durante o festival de Sucot semana - a Festa dos Tabernáculos - que os fiéis judeus foram celebrando desde domingo.
 
Os organizadores disseram que os participantes incluíram representantes da Conferência Presidentes de Israel Aliados Fundação, que reúne parlamentares pró-Israel de governos de todo o mundo. 

O Congresso Judaico Mundial, disse ele, organizou uma reunião de legisladores de 17 países, que "endossado o direito de Israel de se defender contra ameaças existenciais, como os colocados pelo regime iraniano e seu programa nuclear".
 
Israel e grande parte da comunidade internacional acreditar máscaras nucleares iranianas projeto uma unidade de armas, apesar de repetidas negativas de Teerã, e Israel advertiu que poderia lançar um ataque preventivo militar.
 
A marcha de quinta-feira incluiu trabalhadores uniformizados da empresa estatal de eletricidade e outras utilidades, Sindicatos representantes, funcionários da companhia aérea nacional El Al e funcionários do banco, um jornalista AFP no local disse.
 
Entre os participantes estavam os cristãos delegações familiares da Europa e América do Norte, bem como um grande contingente da China e que Parsons disse que era um grupo de 1.300 forte do Brasil.
 
"Este ano, mais de 50 por cento dos nossos peregrinos são de países em desenvolvimento: América Latina, África e Ásia", disse ele.
 
Entre os espectadores israelenses ao longo das ruas fechadas de centro de Jerusalém, várias seguravam cartazes dizendo: "Obrigado por apoiar Israel."

Traduzido de jordantimes.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário