Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 14 de outubro de 2012

Israel investe em defesa Cibernetica

O Primeiro Ministro de Israel Benjamin Netanyahu, comentou esta manhã que Israel recentemente tem sido alvo de ataques cibernéticos crescentes, principalmente por parte do Irã e de organizações terroristas diversas. Falando a cúpula do governo no início da reunião semanal do gabinete, ele disse que "há uma escalada nas tentativas de realizar um ataque cibernético nas infra-estruturas computadorizadas de Israel". Há tentativas diárias para invadir os sistemas israelenses ".

Até agora, além de casos isolados, as autoridades israelenses se abstiveram de comentar sobre ataques cibernéticos contra alvos israelenses. Netanyahu acrescentou que a sede da Segurança National Cyber ​​"está ativa no bloqueio desses esforços, desenvolvendo o que eu poderia chamar de um Domo de Ferro digital, para proteger Israel de terror cibernético."

O Wall Street Journal informou no sábado que apoiados pelo governo do Irã, os hackers são responsáveis ​​por ataques cibernéticos contra alvos norte-americanos nos últimos meses, que prejudicaram os bancos americanos e empresas de energia no Golfo Pérsico. O relatório afirma que os ataques cibernéticos deixaram "assinaturas" que apontam para Teerã. Parece que a equipe inclui apenas uma centena de especialistas iranianos.

O Ministro de Defesa dos EUA, o Secretário Geral Leon Panetta comentou na sexta-feira sobre a ameaça cibernética, dizendo que de fato aumentou, mas que o Pentágono estava pronto para enfrentar o desafio. Falando com empresários em Nova York, Panneta declarou que a recente mudança foi provavelmente o "ataque mais destrutivo que o setor privado sofreu até agora".

Panneta disse que o Irã tem "empreendido um esforço concentrado para utilizar o ciberespaço como vantagem." Ele acrescentou que o Pentágono tem investiu bilhões de dólares para aumentar sua capacidade de identificar a origem dos ataques, bloqueá-los e reagir quando necessário. Ele ainda insistiu que os atacantes serão identificados e pagarão pela responsabilidade por suas ações contra os EUA e seus interesses.

O Irã negou as acusações feitas no domingo por autoridades americanas de que Teerã estava por trás destes ataques contra empresas de petróleo e gás na Arábia Saudita e no Qatar.

Fonte:cafetorah.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário