Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Hamas dá raro apoio a Abbas para pedir reconhecimento à ONU

O movimento radical islâmico Hamas afirmou nesta segunda-feira que apoia a tentativa de Mahmoud Abbas, presidente da ANP (Autoridade Nacional Palestina), de revindicar o status de Estado não-membro no próximo dia 29, perante a Assembleia Geral da ONU. Inesperada, a declaração foi uma rara demonstração de aliança dessas facções rivais.

O reconhecimento da Palestina como Estado não-membro da ONU lhe garantiria acesso a outras organizações internacionais.

O Hamas governa a faixa de Gaza e não reconhece o direito à existência de Israel, contra quem acaba de lutar por oito dias. A operação do Exército israelense que detonou o confronto foi condenada por Abbas, que enviou membros de seu governo a Gaza, em demonstração de solidariedade.

O movimento também já minou tentativas diplomáticas anteriores de Abbas, cuja ANP governa a Cisjordânia.

Nesta segunda, o porta-voz do Hamas, Sami Abu Zuhri, disse que o movimento apoia qualquer ganho político que Abbas obtenha na ONU, desde que não cause "danos aos direitos nacionais palestinos". O líder do Hamas, Khaled Meshaal, que vive em exílio, disse a Abbas, por telefone, que mudou de ideia.

O Hamas admite a criação de um Estado palestino com base no mapa de 1967, que inclui Israel, mas afirma que esse desenho deve ser apenas provisório, antes que sejam alcançadas as fronteiras de 1948.

No domingo, durnate discurso na Cisjordânia, Abbas pediu que as negociações para a união palestina sejam aceleradas, após a vitória na ONU. 
 
Folha
DeOlhOnafigueira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário