Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Conferência sobre proibição de armas nucleares no Oriente Médio poderá fracassar

Ban Ki-moon
O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, disse neste sábado não ter mais esperanças de que uma conferência sobre a proibição de armas nucleares no Oriente Médio seja realizada ainda este ano.

Ban e o enviado especial Jaakko Laajava, da Finlândia, vêm tentando convencer os países da região a participar da conferência, mas vêm enfrentando resistência de Israel e outras nações.

A conferência, organizada pelos Estados Unidos, Grã-Bretanha e Rússia, deveria ser realizada este ano, na Finlândia. Mas o secretário-geral da ONU agora espera que ela aconteça "na primeira oportunidade em 2013".

Na sexta-feira, o Departamento de Estado dos EUA disse que a conferência não poderia ser marcada por causa das atuais condições no Oriente Médio e porque os estados da região não chegaram a um acordo sobre as condições aceitáveis para o encontro. A Grã-Bretanha disse que os três coorganizadores também querem que a conferência seja realizada o quanto antes em 2013.


Ban também pediu que os estados da região superem suas diferenças e "aproveitem esta rara oportunidade" que pode levar à eliminação completa de armas de destruição em massa na região.

Israel disse que não participaria da conferência agora por causa das tensões na região e porque seus representantes poderiam ser alvo de ataques. Diplomatas norte-americanos expressaram os mesmos temores.

O Irã e estados árabes criticam Israel por seu suposto arsenal nuclear. Israel se recusa a revelar se possui ou não armas nucleares, embora especialistas em segurança digam que o país tem um número substancial de armamentos.

Para os EUA e Israel, a principal ameaça nesse sentido é o Irã, mas o país nega que esteja tentando fabricar armas nucleares. As informações são da Dow Jones.

Naval Brasil
DeOlhonafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário