Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Vídeo atribuído à Coreia do Norte mostra ataque fictício aos EUA

Foto: TribunaHoje
Um vídeo atribuído à Coreia do Norte divulgado no site de vídeos YouTube mostra um ataque aéreo a uma cidade nos Estados Unidos, parecida com Nova York. O vídeo é lançado em meio a ameaças do regime comunista ao governo americano.

Há duas semanas, o regime norte-coreano disse que pretende fazer um novo teste nuclear dedicado aos Estados Unidos e à Coreia do Sul. O ataque seria uma resposta ao aumento das sanções da ONU ao país após ter lançado um foguete espacial em dezembro, o que violou uma resolução da organização.

As imagens foram enviadas pelo site oficial norte-coreano Uriminzokkiri, que distribui propaganda e notícias a meios de comunicação estatais. No vídeo, um jovem sonha que está em um foguete espacial similar ao Unha-3, que foi lançado em dezembro com um satélite.

Enquanto o veículo está dando voltas no planeta, são mostradas imagens sobre a realidade na Terra, que inclui imagens da Coreia reunificada e feliz. Em outro ponto do curta-metragem, uma cidade identificada com a bandeira americana recebe um ataque que atinge um arranha-céu.

O prédio mostrado é similar ao Empire State Building, o mais alto de Nova York. "Em algum lugar dos Estados Unidos, há nuvens negras de fumaça. Parece que o ninho da maldade está em chamas com o fogo que ele mesmo acendeu", diz mensagem que é exibida no vídeo.

O vídeo termina com a conclusão do sonho do jovem e uma nova mensagem de ameaça. "Apesar de todo tipo de tentativa dos imperialistas de nos isolar e esmagar, ninguém impedirá o avanço do povo à vitória final".

NOVA AMEAÇA
Nesta terça (05), o regime comunista fez uma nova ameaça aos Estados Unidos, que chamou de mais forte que o terceiro teste nuclear que havia anunciado contra as sanções da ONU.

"A Coreia do Norte chegou a uma conclusão final de que terá que tomar medidas mais fortes que um teste nuclear para lidar com a hostilidade das movimentações para uma guerra nuclear que estão ficando cada vez mais claras", disse o governo do país, em comunicado à agência de notícias KCNA.

No domingo (3), o recém-empossado secretário de Estado dos EUA, John Kerry, conversou por telefone com o ministro das Relações Exteriores sul-coreano, Kim Sung-hwan, sobre o assunto.

Segundo comunicado do Departamento de Estado, ambos concordaram que a Coreia do Norte deve compreender "que enfrentará consequências significativas da comunidade internacional se prosseguir com seu comportamento provocativo". 
 
Veja o vídeo:
 

 
Folha de São Paulo
DeOlhOnafigueira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário