Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Rússia não apoiará sanções econômicas contra a Coreia do Norte

Diplomata russo afirmou que a China tem a mesma posição
Gennady Gatilov (Imagem: TopNews)
 
O Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Gennady Gatilov, afirmou que Moscou não apoiará sanções contra a Coreia do Norte que afetem as relações comerciais e econômicas entre os dois países. Segundo ele, a diplomacia russa vê qualquer decisão que não visa dar solução a problemas como algo que vai além do propósito da reação que deve ser adotada pelo Conselho de Segurança da ONU.

Gennady Gatilov afirmou que a Rússia levará isso em conta para que seus interesses não sejam prejudicados, lembrando, ainda, que a China compartilha da mesma posição. O vice-chanceler argumentou que uma série de sanções já está sendo aplicada contra a Coreia do Norte, ressaltando, desta forma, que seu país não apoiará qualquer medida adicional contra os norte-coreanos que não esteja relacionada à não-proliferação de armas nucleares e lançamentos de mísseis.

Estações sismológicas de vários países detectaram atividade sísmica em território da Coreia do Norte às 11h58min da terça-feira, 12, (23h58min de segunda-feira, 11, pelo horário de Brasília), o que parece confirmar a explosão subterrânea de uma bomba atômica. Na semana passada, as autoridades norte-coreanas ameaçaram a comunidade internacional com “medidas mais duras” contra a realização de testes nucleares.

Segundo Pyongyang, as forças internacionais hostis ao Estado comunista procuram uma guerra nuclear, o que obriga o país a reagir adequadamente. Em janeiro, o Conselho de Segurança da ONU endureceu as sanções contra a Coreia do Norte, tendo provocado a indignação do governo norte-coreano.
 
Diário da Rússia
DeOlhOnafigueira  

Nenhum comentário:

Postar um comentário