Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Queda de meteorito expõe vulnerabilidade do planeta, diz Medvedev

 Mais de 500 pessoas ficaram feridas com a queda do meteorito, que rompeu a atmosfera terrestre provocando uma forte pressão Foto: STRINGER / REUTERS 
Mais de 500 pessoas ficaram feridas com a queda do meteorito, que rompeu a atmosfera terrestre provocando uma forte pressão

O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvedev, advertiu que a queda de um meteorito nesta sexta-feira na região de Tcheliabinsk, nos os Montes Urais, e que deixou mais de 500 feridos, demonstra a vulnerabilidade do planeta.

"Espero que não haja consequências graves, no entanto, isso (a queda do meteorito) é uma prova de que não apenas a economia é vulnerável, mas todo o nosso planeta", disse Medvedev, segundo as agências russas. Medvedev está na cidade siberiana de Krasnoyarsk, onde participa de um fórum econômico internacional.

Por outro lado, o vice-primeiro-ministro russo, Dmitri Rogozin, defendeu criar um sistema de prevenção e proteção perante a queda de objetos espaciais. "Temos que pensar nisso", afirmou Rogozin, que acrescentou que nem a Rússia, nem os Estados Unidos têm tecnologia para abater os meteoritos que representam uma ameaça para a Terra.

Lembrou que já tinha feito a proposta quando ocupava o cargo de representante da Rússia na Otan, no entanto, a resposta foi "ceticismo: (...) houve certa crítica, muitos riram", disse.

"A Rússia e outros países grandes têm um sistema de acompanhamento e controle do espaço, mas ele é orientado a vigiar as aproximações perigosas de lixo espacial", lembrou.

Enquanto isso, o líder do Partido Liberal Democrático, o ultranacionalista Vladimir Jirinovski, conhecido por suas extravagâncias e seu destempero no Parlamento, assegurou que não foi um meteorito, e sim "os americanos provando novas armas".

Jirinovski afirmou que o secretário de Estado americano, John Kerry, procurou na segunda-feira passada o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, para avisar da "provocação" que se preparava contra a Rússia.

Queda do meteorito
Explosões no céu da região dos Montes Urais, na Rússia, geradas pela queda de um meteorito, causaram pânico e danos em ao menos seis cidades e deixaram mais de 500 pessoas feridas. Testemunhas disseram que casas estremeceram, janelas explodiram, a energia elétrica caiu em alguns locais e celulares pararam de funcionar.

O objeto caiu a 80 quilômetros da cidade de Satki, no distrito de mesmo nome. O fenômento atmosférico, porém, gerou consequências também registradadas nos municípios de Chelyabinsk, Yekaterinburg e Tyumen, entre outros. A Agência Espacial Europeia (ESA na sigla em inglês) confirmou que o evento não tem relação com o asteroide 2012 DA14, que deve passar próximo à Terra nesta sexta-feira.

Terra
DeOlhOnafigueira

Veja também: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário