Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Rússia e Estados Unidos darão resposta ao teste nuclear da Coreia do Norte

Diplomatas russo e norte-americano conversaram por telefone
 
O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, e o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov, concordaram em uma conversa telefônica no domingo, 17, que os dois países trabalharão em conjunto no Conselho de Segurança da ONU para responder ao recente teste nuclear da Coreia do Norte.

A porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Victoria Nuland, afirmou que Lavrov e Kerry "concordaram sobre a necessidade de colaborar estreitamente na ONU em uma resposta urgente ao gesto provocativo" do líder norte-coreano, Kim Jong-un. Esta é a primeira conversa telefônica entre os chefes da diplomacia da Rússia e dos Estados Unidos, após o teste que Pyongyang realizou em 12 de fevereiro.

De acordo com Nuland, as partes também discutiram o conflito sírio. Durante a conversa, que durou, aproximadamente, meia hora, Lavrov e Kerry concordaram em manter contato e continuar a discutir temas da atualidade internacional e das relações bilaterais.

Kerry passara alguns dias tentando sem sucesso telefonar a Lavrov, que estava visitando países africanos, depois do teste nuclear norte-coreano. Segundo o porta-voz da chancelaria russa, Moscou propôs a Washington o dia 14 de fevereiro uma conversa por telefone entre os dois ministros, mas a iniciativa não fora respondida.

A Coreia do Norte realizou seu terceiro teste nuclear, detonando um "dispositivo compacto atômico de grande poder destrutivo". O novo teste foi realizado na base de Punggye-ri, nordeste do país, no mesmo lugar onde ocorreram os dois testes anteriores, em 2006 e 2009.

O ato desafiador do país comunista, ao qual duas resoluções da ONU proíbem testes nucleares e balísticos, foi unanimemente condenado pela comunidade internacional. O Conselho de Segurança realizou uma reunião extraordinária no mesmo dia em que avisou a Pyongyang que uma resposta será dada.
 
Diário da Rússia
DeOlhOanfigueira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário