Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 17 de fevereiro de 2013

As profecias e o Falso Profeta

Apocalypse vasnetsov.jpg
Imagem: Wikipédia
No ano de 1139 dC, durante uma viagem a Roma, São Malaquias disse ter visões, as quais ele transcreveu para o papel, produzindo um documento com 112 frases curtas com o propósito de descrever todos os Papas futuros que governariam a igreja Católica.

Apesar de não fazer parte dos ensinamentos católicos e tampouco dos dogmas por ela ensinados, a Profecia dos Papas, como assim ficou conhecida essas anotações de São Malaquias, é bem conhecida pelos estudiosos da igreja e até mesmo pelos funcionários do Vaticano, justamente porque foram precisas sobre a nomeação dos 111 últimos Papas líderes dessa religião mais antiga e propagada do mundo.

Segundo os pesquisadores, teólogos e estudiosos evangélicos, essas frases de São Malaquias oferecem a "natureza e a origem" de todos os papas em sucessão e culminam com a nomeação do Papa 112 º. 

No dia 11 de fevereiro, o Papa Bento XVI renunciou. O Pontífice, de origem alemã, descrito por São Malaquias como o 111º papa, é chamado de "Olivae Glória" ou "Glória da Oliveira", que seria uma referência para a Ordem Beneditina de monges, de quem Bento herdou o nome. Os monges também são conhecidos como os Olivetana, e são representados por um ramo de oliveira, deixando muitos a acreditar que São Malaquias foi mais uma vez preciso.

Agora, de acordo com a profecia, o Papa 112 º vai intensificar a cabeça da Igreja, e ele será chamado Petrus Romanus, ou Pedro, o Romano.

O fato de que uma profecia de 900 anos de idade está chegando ao fim é intrigante. E de uma forma ou de outra a profecia termina com o próximo Papa.

A profecia de São Malaquias, começa em 1143 com a eleição do Papa Celestino II, que é descrito em latim como "Ex castro Tiberis", ou "A partir de um castelo do Tibre". Celestino II nasceu no centro da Itália, em uma cidade que fica às margens do rio Tibre.

Já o Papa João Paulo II é referido como "De labore folis", ou "a partir do trabalho do sol", e é o único papa que nasceu no dia de um eclipse e sepultado também no dia de um eclipse.

Como podemos ver na Wikipedia - Profecia dos Papas, há dezenas de paralelos similares entre a profecia e o Papa que assumiu, acrescentando mais credibilidade à sua legitimidade.

Na sua última previsão, a profecia se refere a Petrus Romanus como o pastor que vai pastorear suas ovelhas, que pode não significar necessariamente que o Papa vai estar do lado das pessoas, ou até mesmo de Deus.

A profecia descreve uma fase difícil para a igreja Católica, que vai vivenciar um período de grande dificuldade e destruição:

“Na extrema perseguição da Santa Igreja Romana, não vai sentar-se [ou seja, como bispo]. Pedro, o Romano, que irá pasto suas ovelhas em muitas tribulações, e quando estas coisas terminar, a cidade das sete colinas (Roma) será destruída e o juiz terrível julgará o seu povo. Fim.” (Profecia dos Papas - Atribuído a São Malaquias cerca de 1139 dC)
O livro de Apocalipse, que compõe a Bíblia Sagrada, também conhecido como o Apocalipse de João, tem referências para a destruição da Cidade das Sete Colinas (Roma) e para as diversas provas que serão enfrentadas pela humanidade antes do julgamento final - O ARREBATAMENTO, A ASCENSÃO DO ANTI-CRISTO, SETE ANOS DE TRIBULAÇÕES, E O FIM DOS DIAS.

Basta dizer que o mundo em breve presenciará uma batalha entre o bem e o mal. 

O próximo papa, conforme as profecias de São Malaquias, lista o início da "grande apostasia", seguido de "grande tribulação", e prepara o palco para o iminente desenrolar dos acontecimentos apocalípticos. E de acordo com o livro de Apocalipse, será ele, o Falso Profeta, que conduzirá as comunidades do mundo a abraçarem um líder político conhecido como Anticristo.

Segundo as diversas teorias conspiratórias, existe uma Sociedade Secreta Mundial, denominado “Illuminatti Macônico” que controla o mundo. Diversos sacerdotes, alguns falecidos, já se manifestaram sobre as influências que a igreja Católica ao longo dos tempos estava vivenciando, se aproximando desta elite do poder mundial, oculta, visto como satânica. Segundo ainda, diversos sacerdotes fazem parte dessa sociedade secreta, que está infiltrada no Vaticano. 


Considerando que a população mundial em maior parte é composta por católicos, o controle da igreja sempre foi fundamental para que um plano diabólico de domínio mundial pudesse ser concretizado. Nesse caso, o controle do Papado seria fundamental pois o Falso Profeta é quem vai enganar os fiéis do mundo e induzirem a todos a adorarem o Anticristo.

Como disse, são teorias. Importa saber se existe realmente essa Sociedade Secreta Illuminatti? O que bem sei é que as profecias bíblicas estão sendo cumpridas! Esse é o atual cenário do mundo: o surgimento do Falso Profeta e do Anticristo e a implantação do Governo Mundial.

Nos próximos dias veremos o desenrolar desses acontecimentos.

 
A. C. Carrafa
DeOlhOnafigueira
 
Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário