Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Rússia condena ações unilaterais contra o Irã

Estados Unidos ampliaram lista de empresas e cidadãos iranianos com restrições.

Moscou segue as resoluções aprovadas pelo Conselho de Segurança da ONU
O Embaixador russo nas Nações Unidas, Vitaly Churkin, declarou que Moscou segue rigorosamente todas as resoluções aprovadas pelo Conselho de Segurança sobre o Irã, mas considera inadmissível a aplicação de sanções unilaterais por parte de alguns países.

O diplomata russo fez estas declarações depois que os Estados Unidos voltaram a expandir a lista de empresas e cidadãos iranianos cujas atividades, segundo Washington, violam o regime de não proliferação nuclear por estarem vinculados a programas de fabricação de armas atômicas e mísseis balísticos.

De acordo com Churkin, a eficácia do regime de sanções e o esforço geral da comunidade internacional para resolver a situação em torno do programa nuclear iraniano são prejudicados por restrições deste tipo, impostas unilateralmente.

A porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Victoria Nuland, afirmou que o governo dos Estados Unidos impôs sanções contra outras sete empresas privadas e mais cinco cidadãos iranianos, entre os quais figura o chefe da Organização de Energia Atômica do Irã, Fereydun Abasi Davani.

Os Estados Unidos e outros países ocidentais acusam Teerã de desenvolver armas nucleares sob o disfarce de um programa civil de energia atômica. O Irã nega as acusações, dizendo é destinado exclusivamente a atender a demanda de energia do país.

O Conselho de Segurança da ONU impôs sanções contra o Irã em quatro ocasiões. Além disso, alguns Estados e organizações aprovaram resoluções que exigem que a República Islâmica garanta a transparência total de seu programa nuclear e forneça provas de seu caráter civil.

Diário da Rússia
DeOlhOnafigueira 

Nenhum comentário:

Postar um comentário