Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Abbas ameaça entregar 'chave da Cisjordânia' a Israel

O presidente palestino, Mahmud Abbas, prometeu nesta quinta-feira que se Israel não reativar as negociações de paz após as eleições de janeiro ele proporá o fim da Autoridade Palestina e entregará as chaves da Cisjordânia ao Estado hebreu.

"Se não houver progressos (nas negociações), mesmo após as eleições, telefonarei ao primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, para lhe dizer: fique no meu lugar e seja responsável pela Autoridade Palestina, pegue as chaves", declarou Abbas em entrevista ao jornal Haaretz.

"Eu direi a ele (...): sente-se no meu lugar, pegue as chaves e você será o encarregado da Autoridade Palestina", afirmou.

"Assim que o novo governo de Israel assumir suas funções, Netanyahu deverá responder: sim ou não", insistiu Abbas.

Esta não é a primeira vez que Abbas recorre a uma ameaça similar, mas a situação da Autoridade Palestina piorou seriamente nos últimos meses em função de uma crise financeira sem precedentes.

Além do mais, Israel tem multiplicado os anúncios de projetos de colonização na Cisjordânia e em Jerusalém oriental anexado e bloqueou recentemente a transferência de impostos para a Autoridade Palestina, em represália à iniciativa do presidente Abbas, que em novembro liderou a obtenção, na ONU, do status de Estado observador para a Palestina.

As negociações de paz entre israelenses e palestinos estão suspensas desde setembro de 2010. Na entrevista concedida ao Haaretz, Abbas pede a suspensão da colonização israelense durante as negociações, a retomada do pagamento de impostos e a libertação de 120 prisioneiros palestinos que cumprem penas longas.

O governo israelense diz querer negociações "sem condições prévias", fixando como objetivo o reconhecimento de Israel como um "Estado do povo judeu" e a manutenção sob seu controle de uma parte dos territórios ocupados do futuro Estado palestino.

"Não se tratam de condições prévias. Tratam-se de compromissos que Israel já assumiu no passado", afirmou o presidente palestino ao Haaretz.

Os palestinos exigem o congelamento da colonização antes da retomada das negociações, enquanto Israel rejeita qualquer condição prévia.

Netanyahu convocou eleições legislativas antecipadas para 22 de janeiro em Israel, nas quais sua coalizão de direita aparece como ampla favorita.
 

Swissinfo
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário