Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Líder supremo do Irã: 'o messias islâmico está chegando para MATAR todos os 'infiéis'

IranO líder supremo do Irã está prometendo um mundo livre de 'infiéis' (Kafirs) e 'descrentes' com a vinda do Messias islâmico, o 'Mahdi', um descendente do profeta Maomé, o qual os xiitas se referem como o 12 º Imam, do século 9.
 
"A vinda do Imam Zaman [Mahdi] é a promessa definida por Alá", disse o aiatolá Ali Khamenei, na quarta-feira, em um discurso do aniversário do Mahdi em uma exposição de pesquisas e documentos históricos sobre o 12 º Imam.


Khamenei disse que uma das promessas de Alá foi a de que uma revolução islâmica viria para Iran:

"Quem teria pensado que nesta região sensível e importante país, com um regime [gerido por Shah Pahlavi] e apoiado pelas potências internacionais, uma revolução baseada na religião e Sharia [lei] teria lugar?", perguntou Khamenei.

 
A instituição clerical xiita no poder do Irã acredita que a revolução de 1979, no Irã, foi um precursor para a vinda do Mahdi, durante a qual 'todos os infiéis serão mortos e a bandeira do Islã será levantada em todos os quatro cantos do mundo'.

"A caravana da humanidade a partir do dia da criação foi se movendo através dos enrolamentos do árduo labirinto [da vida] ... para alcançar um caminho aberto, [e] este caminho aberto é este o tempo da vinda do Imam Mahdi ", disse ele. "A espera para a vinda é uma espera esperançosa e poderosa, oferecendo a maior abertura para a sociedade islâmica."

O representante do líder supremo da Guarda Revolucionária, Ali Saeedi, em uma reunião com os comandantes da Guarda na sexta-feira, disse que a vinda do Imam Mahdi 'não pode ocorrer sob as atuais circunstâncias, e PARA QUE ISSO ACONTEÇA, O ORIENTE MÉDIO PRECISA TESTEMUNHAR GRANDES MUDANÇAS.

Para criar essas mudanças, há uma necessidade de "preparação regional", e que a revolução islâmica no Irã ", sem dúvida, será conectada à revolução mundial do Imam Mahdi".

O documentário secreto “The Coming Is Upon Us,” (A Vinda está sobre nós), - exposto aqui, nessa entrevista com o Sid Roth,https://www.youtube.com/watch?v=gQODYewzdAg, produzido pelo regime para a preparação das suas forças, o Hezbollah e outros jihadistas xiitas e revelado em 2011, abrange as centenárias 'hadiths' de Maomé e seus descendentes na prestação de um cronograma de eventos, E O QUE É NECESSÁRIO ACONTECER PARA A VINDA DO MAHDI. - Afeganistão, Líbia, Líbano, Egito, Síria... e agora o Iraque, que o digam!

A guerra no Iraque e no Afeganistão é um exemplo do que as hadiths previram, de acordo com a teologia xiita. Os combates na Síria e as disputas internas atuais no Iraque e até mesmo a intrusão provável do exército da República Islâmica no Iraque para combater a rebelião sunita, conforme entendimento xiita dos hadiths, apontam para a iminente vinda do Mahdi, MAS NÃO ANTES DE ISRAEL SER DESTRUÍDO.

Governantes clericais do Irã acreditam que a figura do "Seyed Khorasani", que no final dos tempos facilita a vinda e passa a bandeira do Islã ao Imam Mahdi, é o atual líder supremo do regime, o aiatolá Khamenei.

No documentário, colaboradores próximos de Khamenei revelam que ele, pessoalmente, tenha reconhecido seu papel como facilitador dessa entrada. Khamenei também declarou abertamente: "Eu posso dizer-lhes com a máxima confiança: A promessa de Alá para a vinda e o estabelecimento de uma nova civilização islâmica está a caminho".

A administração Obama está atualmente envolvida em intensas negociações sobre os programas nucleares e de mísseis ilícitos do regime. O Irã insiste em seu direito ao enriquecimento e a expansão da pesquisa e desenvolvimento nuclear, mas analistas internacionais acreditam que a objetivo é a aquisição de armas nucleares para usar contra Israel e os Estados Unidos.

O líder supremo, em outra declaração recente coberta por 'The Daily Caller', disse sem rodeios que a jihad continuará até que a América seja destruída.

"Esta batalha só vai acabar quando a sociedade conseguir se livrar do 'front' dos opressores, com a América como o cabeça, que tem expandido suas garras sobre a mente humana, corpo e pensamento. ... Isto requer uma luta e necessidade difícil e demorada por meio de grandes progressos ", disse ele.

Reza Kahlili é um pseudônimo para um ex-operacional da CIA na Guarda Revolucionária do Irã e autor do premiado livro "A Time to trair" (Simon & Schuster, 2010). Ele atua no Grupo de Trabalho sobre Segurança Interna e Nacional e do conselho consultivo da Fundação para a Democracia no Irã (IED).

Libertar.in
DeOlhOnafigueira

Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário