Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 30 de junho de 2014

"Ou o Hamas põe um fim ao disparo de rockets, ou seremos nós a fazê-lo". Avisa Netanyahu

Após confirmação de que a salva de 16 disparos de rockets vindos da Faixa de Gaza contra território israelita desde sexta-feira passada são da responsabilidade do Hamas, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu avisou o grupo terrorista agora aliado ao Fatah, da Autoridade Palestiniana, que "o Hamas pagará o preço." 

Esta escalada de disparos de foguetes explosivos lançados pelos terroristas do Hamas interrompe um período de alguma calma estabelecido desde novembro de 2012, quando terminou a operação militar denominada "Pilar de Defesa." 

Foi comprovado que os rockets estão sendo disparados a partir de um campo de refugiados sob controle do Hamas, pelo que esta escalada de violência provocada pelo Hamas é considerada como um rompimento do acordo de cessar fogo. Pelo menos é assim que Netanyhu interpreta os recentes acontecimentos: 

"Se o sossego alcançado com o término do 'Pilar de Defesa' for rompido, e os ataques com rockets continuarem, haverão então duas opções: ou o Hamas põe um fim ao disparo com rockets, ou seremos nós a fazê-lo" - afirmou o primeiro-ministro esta manhã. 

E acrescentou: "Aconselho convictamente o Hamas a levar a sério o fato de que nós não permitiremos que estes disparos continuem ou se expandam." 

Só esta manhã já foram disparados mais de 10 rockets contra o sul de Israel, tendo no sábado passado caído outros 4, sendo que um deles atingiu uma fábrica que acabou por arder por completo. 

Shalon-Israel-Shalon
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário