Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Grupo 'ATEA' espalha HQ que promete caçar e assassinar cristãos que são contra a Nova Ordem

Mais um grupo ativista promovendo a agenda globalista...

A ATEA (Grupo de neo ateus na internet) acabou de compartilhar essa página de HQ fazendo incentivo ao assassinato! (No quadrinho um deputado e pastor "polêmico" chamado Justiniano é assassinado por um justiceiro). Engraçado, isso me lembra o Feliciano!

No Cartoon o bilhete que diz "Três tiros. Por John Winston Lennon." lembra o vídeo de Feliciano falando de John Lennon: http://www.youtube.com/watch?v=VMpYWvGvMZg
 
Link da publicação na página da ATEA:

Incrível é a cara de pau das frases:  “O Doutrinador' irá caçar os que produzem a miséria e o atraso, ninguém escapará”, “Uma nova era começou, e ela veio para ficar.”

Ou seja, aqueles que serão contra a NOVA ORDEM serão caçados e assassinados?
Bem, é isso que a elite globalista pretende mesmo fazer...
 
Esta coisa de ativismo mercenário está crescendo igual capim... Virou moda "se vender pelas ideias de uma organização superior..." E outra, pregam tanto a "tolerância", mas eles mesmos prometem destruir quem se opõe a ideologia deles... Vide outros grupos, como o Movimento Gay, Feministas, e etc...
 
Veja a imagem:


Quem estuda ciência política e algum um dia parou para prestar atenção na direção que a ATEA estava tomando, sabia que as coisas iriam descambar para isso um dia.
 
Vejamos. O neo-ateísmo, embora tenha idéias estratégicas interessantes (que devem ser instrumentalizadas na guerra política por todos os lados), por outro aspecto adora o viés da campanha de ódio e indução ao crime contra os seus oponentes. A diferença é que a ATEA tem a cara de pau suficiente de levar isto às últimas consequências.
 
Eles citam a imagem de um personagem que “irá caçar os que produzem a miséria e o atraso, ninguém escapará”. Os dizeres ainda incluem: “Uma nova era começou, e ela veio para ficar.”
 
Tecnicamente, tudo normal, não fosse o fato da ATEA selecionar uma página em específico (e somente essa) onde o tal personagem mata um pastor que também é deputado federal, fazendo clara alusão a Marco Feliciano.
 
No contexto de uma página de disseminação de ódio contra religiosos, fica evidente a mensagem da ATEA: “cristão bom, é cristão morto”.
 
Mas e se o personagem fosse um homossexual, qual seria o resultado? Com certeza, vários processos judiciais já teriam sido lançados.
 
Enquanto isso, a ATEA não receberá um processo sequer dos religiosos, que agem igual os judeus agiam diante da campanha nazista contra eles, logo após a Primeira Guerra Mundial, sempre achando que “isso não vai dar em nada”. Mas quem leu “Apoiando Hitler”, de Robert Gelatelly, sabe que os cristãos estão novamente escolhendo a pior estratégia possível: a da mansidão abjeta.
 
Libertar.ini
DeOlhOnafigueira





Nenhum comentário:

Postar um comentário