Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Líderes muçulmanos pretendem expandir o islamismo no Brasil e em toda América Latina

Uma cúpula de líderes muçulmanos da América Latina foi realizada na Turquia, com a finalidade de trocar conhecimentos e experiências para difundir as mensagens de “sabedoria do Islã para a humanidade”.

O tema do encontro foi: “Construindo nossas tradições e nosso futuro”, promovido pelo Departamento de Assuntos Religiosos da Turquia, chamada Diyantet, sob a direção de Mehmet Görmez.

Estiveram presentes 76 líderes muçulmanos de 40 países, entre os participantes estiveram emissários do Brasil, Venezuela, Argentina, Chile, México, Suriname, Uruguai, Paraguai, Nicarágua, Panamá, Colômbia, Bolívia, República Dominicana, Guiana, Peru, Colômbia , Cuba, Equador, Jamaica e Haiti.

América Latina parece ser o “alvo” do expansionismo islâmico nos próximos anos. “Nós nos encontramos para discutir questões de interesse para os muçulmanos na América Latina, seus serviços religiosos e oportunidades de cooperação”, disse Dr. Görmez.

O presidente turco, Tayyip Erdogan, fez um comunicado no sábado dizendo que “a América não foi descoberta por Cristóvão Colombo em 1492, mas pelos navegadores muçulmanos três séculos antes”. Além de querer mudar o passado, o presidente também parece querer mudar o futuro do continente, oferecendo-se para patrocinar a construção de mesquitas.

A reunião de líderes islâmicos latino-americanos discutiram formas de cooperação mútua e como o governo turco pode ajudar os muçulmanos na América Latina em suas atividades. Uma das principais questões levantadas por Görmez é que não existe a islamofobia na América Latina, e, portanto, resistência ao Islã é menor. 

O Islamismo no Brasil
Segundo o censo demográfico de 2010, promovido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Islã no Brasil conta com 35.167 seguidores, número esse que se encontra desatualizado. Porém, algumas instituições islâmicas brasileiras consideram que o número de seguidores é muito superior a isso. A Federação Islâmica Brasileira defende que há cerca de 1,5 milhão de fiéis do Islã no país e estima que 50 mesquitas e mais de 80 centros islâmicos estão espalhados pelo Brasil.

Segundo o site Wikipédia, a maior parte dos muçulmanos brasileiros vivem nos estados de São Paulo e Paraná, mas também existem comunidades significativas em Mato Grosso do Sul, Sergipe,Pernambuco e Rio Grande do Sul. Uma grande parte desses muçulmanos são descendentes de imigrantes sírios e libaneses que fixaram residência no país durante a Primeira Guerra Mundial na iminência da dissolução do Império Otomano. Mais uma boa parte dos Muçulmanos também são de origem Palestina , Marroquina ,Egipcia e de origem Africana. O Brasil também recebeu uma quantidade significativa de refugiados dos conflitos entre israelenses e palestinos, da Guerra do Líbano de 1982 e dos recentes conflitos no Iraque. 

Novela da TV Globo ‘O Clone’ promoveu o crescimento do islamismo no Brasil
Desde 2001, o número de convertidos ao islã no país aumentou significativamente. Segundo Paulo Hilu da Rocha Pinto, autor de Islã: Religião e Civilização – Uma Abordagem Antropológica, este fluxo foi marcado pela exibição da telenovela O Clone. Segundo ele, foi a obra que “introduziu no imaginário cultural brasileiro imagens bastante positivas dos muçulmanos como pessoas alegres e devotadas à família”.
 
Portal Padom
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário