Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Governo israelense aprova projeto de lei que reforça caráter 'judeu' do Estado

Benjamin Netanyahu - Imagem: Veja.Abril
O governo israelense votou neste domingo (23) a favor de uma polêmica proposta para estabelecer legalmente o status de Israel como o "Estado nacional do povo judeu", em detrimento de seu caráter democrático, segundo seus opositores.
 
Após uma agitada reunião, o gabinete aprovou por 14 votos a favor e seis contra a proposta - que será submetida ao Parlamento - e que modifica a definição de Israel de Estado "judeu e democrático" por "Estado nacional do povo judeu".

A ministra da Justiça, Tzipi Livni, e o das Finanças, Yair Lapid - ambos de partidos centristas -, se pronunciaram contra. Segundo Denis Charbit, professor de Ciência Política da Universidade Aberta de Israel, o texto deverá ser alterado pelo Parlamento.

Para esse especialista, trata-se de uma garantia do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, aos membros mais conservadores de sua coalizão. A votação ocorre em um contexto de tensão em Jerusalém Oriental, a parte palestina ocupada e anexada por Israel, e na Cisjordânia ocupada. Confrontos e atentados foram registrados nas últimas semanas.

Os árabes israelenses, descendentes dos palestinos que ficaram em sua terra após a criação de Israel - em 1948 - e que representam 20% da população, criticam este projeto de lei por considerarem que institucionaliza sua discriminação.

O procurador-geral Yehuda Weinstein, conselheiro jurídico do governo, também criticou o projeto, considerando que enfraquecia o caráter democrático de Israel. Diante das críticas, Netanyahu disse na abertura da reunião do governo: "Há os que querem que a democracia se imponha ao caráter judeu e os que querem que o caráter judeu se imponha à democracia. Nos princípios da lei que apresento hoje, esses dois princípios são iguais".
 
AFP
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário