Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Fim dos tempos: Estado Islâmico divulga vídeo onde criança executa dois homens (cenas fortes)

Homens ajoelhados são mortos por criança que aparenta ter 10 anos.
Vítimas passam por interrogatório sobre tentativas de se infiltrar no grupo. 
 
Vídeo divulgado pelo Estado Islâmico mostra menino participando de execução de dois homens que seriam do serviço secreto russo (Foto: Reprodução/ LiveLeaks/ Legionnaire77)
Vídeo mostra menino participando de execução de reféns (Foto: Reprodução/ LiveLeaks/ Legionnaire77)
A propaganda jihadsta do Estado Islâmico ganhou nesta terça-feira o reforço, pela primeira vez, de um soldado-criança. Em um novo vídeo de sete minutos, divulgado pelo al-Hayat, canal de mídia oficial do grupo extremista, dois supostos espiões russos são executados pelas mãos de um menino, que aparenta ter entre 8 e 12 anos. 
 
Após se apresentarem em poucos minutos, os homens são vistos ajoelhados de costas para um militante e um garoto. Bem editada e com legendas em inglês, a gravação mostra, em seguida, a criança atirando na parte de trás da cabeça dos dois homens — não aparece sangue, no entanto.

No fim das imagens, um clipe antigo, de novembro de 2014, mostra o mesmo menino falando sobre suas aspirações de um dia se tornar um jihadista. O Estado Islâmico executou — e divulgou as imagens — dezenas de pessoas no Iraque e na Síria, incluindo jornalistas americanos e europeus e trabalhadores humanitários, além de membros de milícias e exércitos rivais. A autenticidade da gravação não foi comprovada.

As imagens começam com entrevistas com os dois homens, que confessam serem espiões atuando na Síria e na Turquia. Eles falam russo e são identificados como agentes dos serviços de segurança da Rússia (FSB). 
 
A primeira vítima se identifica como Mamayev Jambulat, que conta ter sido enviado pelo governo para reunir informações sobre o Estado Islâmico. Jambulat também revela que nasceu no Cazaquistão, o que pode explicar por que o grupo extremista usou uma criança-soldado cazaque para a execução. 
 
O segundo soldado, Sergey Nikolayavich, confirma ter trabalhado na Inteligência russa e diz ter sido enviado para localizar e matar um líder específico do EI. Ele revela já ter sido muçulmano.

Ao lado do menino, o extremista recita versos do Alcorão, antes de dizer: “Alá presenteou a agência de segurança do Estado Islâmico com a apreensão destes dois espiões”. Na tela, aparece ainda um texto sobre a criança:

“A honra está firmemente na terra do califado, acima dos cadáveres da descrença daqueles que jazem humilhados sob os pés deste jovem combatente. Os exemplos ressoam em seus corações, alimentando um fervor inflexível em matar os inimigos de Alá. E Alá sempre responderá à súplica deste combatente”. 
 
Veja o vídeo:
 
 
O Globo
DeOlhOnafigueira
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário