Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Israel renunciará o dinheiro ''cédula'' se utilizando de outra tecnologia!

Israel tenta se tornar o primeiro país a renunciar ao dinheiro. Embora a intenção de "sangrar" o mercado negro, o sistema facilitaria a vigilância generalizada dos cidadãos pelo Estado, de acordo com o portal Infowars.

Uma comissão apoiada pelo primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu , apresentou um plano de três fases para eliminar transações em dinheiro no país. Inicialmente o projeto permitirá que indivíduos e empresas realizem transações de valores descontados, mas o objetivo final é o de induzir aos cidadãos e as empresas meios eletrônicos de pagamento. 

Por trás deste plano é a ideia de que a economia subterrânea de dinheiro e o incentivo de uma ferramenta para a evasão fiscal, lavagem de dinheiro e até mesmo financiar o terrorismo. O comitê de especialistas colocam no mercado negro por mais de 20% do PIB de Israel. Através da implementação deste plano deverá reduzir a atividade criminosa e equilibrar o orçamento nacional. 
 
O projeto envolve impor limites rígidos sobre o uso do dinheiro, e sancionar as violações forçando os bancos a fornecer cartões de débito a todos os titulares de conta. Um plano de curto prazo, enquanto se aguarda a aprovação parlamentar, que estabelece limite de transações comerciais em dinheiro ou por cheque no equivalente a $ 2150 a $ 1430 e que serão reduzidos depois de um ano. 
 
Para os indivíduos, o limite é de $ 4.300. Quase tudo o que fazemos na vida está relacionado ao dinheiro. Com um sistema como este, o Governo pode rastrear pagamentos eletrônicos para determinar se os impostos são pagos ou detectar casos de lavagem de dinheiro. 
 
Mas, além disso, se as autoridades não conseguem seguir todas as transações de um indivíduo pode se saber para onde vai e praticamente tudo o que ele faz. 
"Essa é a razão pela qual os governos pensam em uma sociedade sem dinheiro. Isso proporcionaria uma ferramenta de vigilância imensamente poderosa", diz Infowars. 
Israel não está sozinho em avançar para uma sociedade sem dinheiro. 
 
Suécia
Estima-se que apenas 3% das transações são feitas com dinheiro e alguns bancos neste país desistiram do dinheiro. Cerca de 80% das transações de consumo nos EUA são realizadas eletronicamente.
 
RT via Correio de Deus
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário