Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Alerta: Estado Islâmico pode ganhar a Terceira Guerra Mundial por razões arrepiantes

http://static2.blastingnews.com/media/photogallery/2015/12/15/290x290/b_290x290/coligacao-internacional-tem-atacado-a-siria_531075.jpg
Os ataques aéreos, segundo um especialista, são um erro de incompetência dos Estados Unidos, que não estão preparados para uma possível guerra.

Em uma possível Terceira Guerra Mundial, toda ela cibernética, o Estado Islâmico poderia ganhar a guerra aos restantes países. A opinião é dada pelo especialista John McAfee ao jornal “Mirror”, garantindo que o que os Estados Unidos estão fazendo para tentar derrotar o Estado Islâmico é um erro grave de incompetência. Segundo o especialista, em vez da coligação internacional estar preocupada se deve colocar soldados na Síria, deveria estar se preparando para um confronto cibernético.
 
Dois dias depois dos atentado em Paris, a França decidiu se responder com bombardeios diários em supostos locais críticos do Estado Islâmico, porém, passado mais de um mês desde esses eventos, o maior grupo terrorista do mundo não parece estar mais frágil. Para um especialista, o Estado Islâmico pode até estar mais preparado que a coligação internacional.

“Para um cenário de guerra cibernética, nós estamos muito mal preparados”, revelou John McAfee, afirmando que as “regras” do jogo estão mudando e que as guerras vão ser combatidas cada vez mais ciberneticamente, ao invés de no terreno com armas e milhares de mortes. Para o especialista, os EUA estão cometendo vários erros crassos na luta para combater o terrorismo pois, ao contrário do que aconteceu com o Estado Islâmico e outros grupos terroristas que se modernizaram, os países da coligação continuam optando por uma abordagem mais tradicional, mas pouco eficaz, pelo menos até agora.

Na verdade, o que o grupo secreto “Anonymous” está fazendo revelou ser pouco produtivo, sendo que nas últimas semanas seus hackers chegaram a pedir ajuda a outras pessoas para ajudarem a combater a presença massiva do Estado Islâmico nas redes sociais e em blogs. Claramente, para John McAfee, uma Terceira Guerra Mundial cibernética podia ser ganha pelo Estado Islâmico, garantindo que seus membros estão prontos para combater, com armas e sem elas. Conseguirá a coligação internacional combater as ameaças no mundo virtual apresentadas pelo maior grupo terrorista do mundo, que alimenta muito seu crescimento com sua presença online? 

Blastingnews
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário