Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Conflitos em Jerusalém pode ser prelúdio para a construção do Terceiro Templo

Israelenses e palestinos se enfrentam em lugar sagrado para o povo judeu e também para o povo muçulmano deste domingo (13). Recentemente houve um conflito entre as autoridades israelenses e o povo muçulmano na área oriental de Jerusalém, local sagrado tanto para os Judeus quanto para os muçulmanos.

Na área do conflito esta localizada a mesquita Al-Aqsa, uma mesquita onde muçulmanos realizam suas orações diariamente. Acontece que no local também fica o Muro das Lamentações, parte do antigo Templo de Salomão, local onde os judeus costumavam realizar seus sacrifícios nas datas especificas segundo as leis de Moisés e que foi destruído por Roma cerca de 1 século depois de Cristo.

O povo judeu acredita que o Messias ainda não veio e que quando vier, ele iniciara a reconstrução do terceiro templo. O grande detalhe é que para que o terceiro templo seja reconstruído, a mesquita muçulmana precisa ser tirada daquele local, pois o povo judeu não aceita a reconstrução do templo em outro lugar.

O povo judeu sonha com a reconstrução do templo há 2 mil anos, e já há um projeto em Israel tudo pronto para a preparação do inicio da reconstrução, o único detalhe é a mesquita situada exatamente no local onde o povo judeu quer que seja construído o terceiro templo.

Os conflitos atuais mostram uma possibilidade de uma guerra justamente proposital a fim de que o plano de Israel seja posto em pratica, segundo vários testemunhos recolhidos pela agência noticiosa France Press, a polícia israelita entrou de forma agressiva na mesquita Al-Aqsa, o terceiro lugar mais sagrado do Islã, e provocou danos. Por seu turno, a polícia afirma que os seus agentes fecharam as portas do templo para evitar que os manifestantes lançassem pedras e outros objetos para o interior.

Os confrontos acontecem uma semana depois do ministro da Defesa israelita, Moshe Yaalon, ter proibido aos grupos Murabitat e Murabitun que afirmam defender a Esplanada das Mesquitas em uma medida para “defender a segurança do Estado, o bem-estar e a ordem pública”. O ministro da Defesa israelita afirmou ainda que os grupos eram “uma das principais fontes de tensão e violência” na Esplanada das Mesquitas.

Qual será o desfeche desse conflito, pois sabemos que muitas coisas que acontece em Jerusalém, é reflexo das profecias bíblicas, segundo essas profecias, o terceiro templo será construído pelo anticristo. Lembremos sempre de orar por Jerusalém, pois é promessa de Deus para nossa prosperidade, que Deus abençoe Israel e proteja Jerusalém.
 
 
Portal Padom
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário