Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Projeto Gospel para Sexshops realiza seu segundo encontro

 
Fiéis e pastores relataram suas experiências com produtos eróticos para lojistas e vendedores

No último sábado (8) aconteceu no Rio de Janeiro o segundo encontro do “Projeto Gospel para Sexshops”. O evento reuniu pastores, fiéis e empresários do setor erótico para discutirem o tema.

A presidente da Associação Brasileira do Mercado Erótico e Sensual (Abeme), Paula Aguiar, era uma das presentes no evento e conversou com o blog “Gente Boa”, do jornal O Globo, explicando sobre o que os evangélicos consomem do mercado erótico.

Paula falou que a venda é voltada para casais casados e que os produtos mais vendidos são lubrificantes e o massageador bolinha. “Os primeiros são importantes principalmente para mulheres de mais idade. Os dois ajudam muito a reaproximar casais que estavam se distanciando”, disse ela.

A primeira edição do evento aconteceu em São Paulo, e a segunda no Complexo do Alemão. O tema deste ano foi “Os Produtos Sensuais no cenário Gospel” e os convidados falaram sobre suas experiências com o mercado.

Nos últimos anos o público evangélico tem aumentado o consumo de produtos eróticos, mas Paula Aguiar não tem dados precisos sobre esse mercado.

Sabe-se que há vendedores e lojas especializadas em tratar com evangélicos, para saber apresentar produtos que não ferem os preceitos da religião.

Além de só vender produtos para casados, os vendedores também tomam cuidado, por exemplo, na hora de vender vibradores. “Quanto à procura pelos vibradores, ela existe, claro. É justamente o que tem forma de bolinha que mais sai. Vibrador fálico, nem pensar. Por uma questão religiosa, é proibido ter a imagem da parte do corpo de outro homem. Então os massageadores têm outros formatos’, diz a presidente da Abeme.
 
Lado Oculto Nova Ordem Mundial
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário