Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

O Shemitah e as crises mundiais

Nessa postagem vou tentar explicar o que é o Shemitah e como esse padrão bíblico parece indicar o que pode estar acontecendo em 2015.

Se você é um ateu, agnóstico, ou é geralmente cético por natureza, este artigo pode revelar-se um desafio para você. Gostaria de pedir que você retenha o julgamento até ter examinado as provas.

Então, precisamente o que é “o Shemitah”?


Na Bíblia, o povo de Israel foi ordenado a deixar a terra repousar cada sete anos. Não haveria semeadura e colheita não, e isso é algo que Deus levou muito a sério. De fato, a inobservância destes anos do sábado foi uma das principais razões citadas nas Escrituras por que o povo judeu foi exilado para a Babilônia em 586 aC.

Mas havia mais para o ano Shemitah que simplesmente deixar a terra repousar. No último dia do ano Shemitah, o povo de Israel fora instruído a realizar a liberação de dívidas. Encontramos o seguinte em Deuteronômio capítulo 15:
Ao fim de cada sete anos, você deve conceder uma renúncia de dívidas. Esta é a maneira do abandono: todo credor que emprestou alguma coisa a seu vizinho deverá cedê-lo. Ele não o exigirá do seu próximo ou do seu irmão, porque ele é chamado renúncia do Senhor.
Isso acontece no final de cada sete anos - o último dia antes de Rosh Hashanah no calendário bíblico.

Então, o que isso tem a ver com a gente hoje?

Bem, se voltarmos para o último dia do ano Shemitah em 2001, veremos que houve um crash da bolsa absolutamente horrível.

Em 17 de setembro, 2001 (que foi Elul 29 no calendário judaico), assistimos ao maior crash da bolsa na história dos EUA até aquele momento. A Dow Jones caiu espantosos 684 pontos, e foi um recorde que durou precisamente sete anos, até o fim do próximo ano Shemitah.

No final do próximo Shemitah em 2008, outro crash da bolsa horrível ocorreu. Em 29 de setembro de 2008, a Dow Jones caiu 777 pontos, que ainda hoje continua a ser o maior acidente de um dia de todos os tempos do mercado de ações. Acontece que o 29 de setembro de 2008 correspondia com Elul 29 no calendário judaico - o dia exato em que a Bíblia chama para uma liberação de dívidas.

Assim, no último dia dos últimos dois anos Shemitah, o mercado acionário caiu tanto que definiu um novo recorde histórico.

E agora estamos em outro Shemitah. Tudo começou no ano passado, e terminará em Setembro próximo. Será que veremos mais uma queda histórica do mercado?


Jonathan Cahn, estudioso e autor de livros sobre o tema, destacou que nunca devemos colocar Deus em uma caixa. Só porque algo aconteceu no passado não significa que isso vai acontecer novamente. Mas não devemos descartar nada. Cahn acredita que, se estamos para ver algo acontecer, provavelmente irá ocorrer quando o Shemitah chegar ao fim. Cahn assinalou que, de acordo com sua pesquisa, o pior geralmente acontece no final do ano Shemitah, não no início. Na verdade, o último dia do ano, Elul 29 no calendário hebraico, que será em 13 de setembro de 2015, é o dia mais temido.

O padrão revelado em "O Mistério do Shemitah" é que o início do impacto do Shemitah muitas vezes é sutil, mas leva a um clímax dramático. "O início pode marcar uma mudança de direção, mesmo um prenúncio do que virá crescendo no final do Shemitah", disse ele.

E desta vez, muito mais pessoas estão prestando atenção. Já em 2001 e 2008, a maioria dos americanos não tinha absolutamente nenhuma ideia do que era um "ano Shemitah". Mas agora ele está sendo falado sobre alguns dos mais proeminentes websites alternativos de notícias na Internet.

Um exemplo é o que Joseph Farah da agência WND tem a dizer sobre o ano Shemitah...

Farah acredita que a data de 13 de setembro de 2015 é digna de observação, embora ele seja rápido para admitir que não tem ideia de que realmente alguma coisa vai acontecer algo na América. Ele continua falando que "um claro padrão foi estabelecido". "Eu não acredito que seja uma coincidência o que aconteceu nos Estados Unidos em 29 de Elul, em 2001 e 2008. Seria tolice ignorar a possibilidade de que um julgamento pode ser maior nas obras - especialmente se a América continua a afastar-se de Deus e Sua Palavra".

O ano Shemitah que estamos agora, acaba se em 13 de setembro de 2015, que cai em um domingo onde os mercados estão fechados.

Mas em se tratando de Shemitah, não estamos apenas olhando para um dia especial.

É muito interessante notar que também haverá um eclipse solar no dia 13 de setembro de 2015. 

Ao longo do século passado, houve apenas duas outras vezes quando um eclipse solar coincide com o fim de um ano Shemitah. Essas duas vezes foram em 1931 e 1987, e como Jonathan Cahn disse a WND, esses eclipses solares prenunciaram grandes catástrofes financeiras.

Em 1931, um eclipse solar ocorreu em 12 de setembro - o fim de um ano "Shemitah". Oito dias iniciou na Inglaterra uma crise que desencadeou falhas de mercado e falências de bancos ao redor do mundo. Ele também inaugurou a maior queda percentual do mercado de ações na história de Wall Street.

Em 1987, um eclipse solar ocorreu em 23 de setembro - novamente ao fim de um "Shemitah" . Menos de 30 dias depois, veio a "Black Monday" a maior queda percentual na história de Wall Street.

Vou organizar abaixo alguns acontecimentos históricos em anos Shemitah:

Em 1917 – no ano da Shemitah, acontece também uma queda na economia Mundial, juntamente com a Primeira Guerra Mundial.

Passaram-se 4 Shemithas – 4×7=28 – 28 anos e acontece um cataclisma mundial.

O inicio da segunda Guerra, quando surge o ditador Adolf Hitler em 1938, 7 anos antes da Shemithah de 1945.

O holocausto teve início em 1938 e fim em 1945, ano da Shemitah.

Em 1945, final da Segunda Guerra Mundial, Estados Unidos deseja levantar uma grande torre, o World Trade Center.

Em 1945 esse foi mais um ano da Shemitah.

A construção das torres se deu nos anos de 1966-1973, um Shemitah.

Em 1973, os Estados Unidos legaliza aborto de bebês antes dos 3 mêses de gestação, também mais um ano da Shemitah.

Em 2001 as mesmas torres que foram erguidas entre 1966 e 1973, foram destruídas. Também era Shemitah.

Em 2008 outro colapso na economia Americana e mundial. Shemitah

O que poderá talvez acontecer em 2015, o que podemos esperar justamente no ano em que dar-se-á o fim de mais um ciclo da Shemitah?

A medida em que vamos nos aproximando do momento de um julgamento de Deus para Israel e as nações que se desviaram; os sinais vão se tornando mais fortes, próximos e intensos.

Em 2001, no maior colapso da história americana, as torres do World Trade Center caem e junto com as torres caem a economia mundial.

Sete anos depois, temos uma nova catástrofe na economia mundial, quando em 2008 o novo presidente dos Estados Unidos Barak Obama, se levanta para restaurar a economia não só dos Estados Unidos, mas mundial.

E aqui é bom ressaltar que em 25 de setembro de 2014 é quando se iniciou o ultimo ciclo da Shemitah, mas é no dia 13 de setembro de 2015 que se dá o climax do ano da Shemitah, ela chega no seu apogeu, no auge do seu ultimo dia.

E por fim, o que acontece quando temos sete Shemitah?

Bem. Sete Shemitah é equivalente a 7×7=49; que está ligado ao quadragésimo nono ano, que seria o último ano antes do ano do jubileu, o ano da restauração.

A primeira restauração de Israel ocorreu em 1917, e em 1967 ocorre novamente a restauração do estado de Israel, novamente após sete Shemitah, no ano do jubileu.

Não quero aqui predizer, mas se analizarmos bem, no final de 2015, será o último ano de mais uma Shemitah e em 2016 será o ano do próximo jubileu. Será que poderíamos esperar alguma coisa?

E é bom lembrar que o jubileu só acontece depois do último ano da Shemitah.

Esse vídeo é sensacional. Se puder, assista:
 


Bem, não temos como prever nada com exatidão, porque estamos e estaremos sempre debaixo da vontade de Deus, mas o melhor é ficarmos atentos e preparados, porque em breve haverá mais algum grande acontecimento, seja na economia, na saúde, na terra, no sol, no mar.

Sem dúvida, muitos dos mesmos padrões que testemunhamos pouco antes do crash financeiro de 2008 estão acontecendo novamente diante dos nossos olhos.

Estaria Cahn prevendo mais uma catástrofe em 13 de setembro de 2015? 

Ele é cuidadoso para evitar uma previsão, dizendo: "No passado, os anos Shemitah tiveram os piores colapsos da história de Wall Street. O que ele vai trazer esse ano? Mais uma vez, como anteriormente, o fenômeno não tem de se manifestar na próxima convergência. Mas, ao mesmo tempo, e mais uma vez, é aconselhável tomar nota".

Tem sido dito que "aqueles que não aprendem com a história estão condenados a repeti-la".

Devemos estar preparados, porque em breve Cristo virá.
 
Postado por Vitoreli
 
Extraído de Fórum Anti NOM
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário