Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

"A Europa está perdida". Alertou o principal Rabino da Espanha, aconselhando os judeus a se mudarem para Israel

A Europa "civilizada" pós-cristã e hedonista tem provado nestas últimas 24 horas a espada do Islão na sua sociedade acomodada e egocêntrica.

Não só os dois bárbaros ataques terroristas islâmicos em nome de Alá no coração da Espanha, causando pelo menos 14 mortos e dezenas de feridos, como o esfaqueamento esta tarde de várias pessoas na pacata Finlândia, provocando 2 mortos e muitos feridos, provam que a Europa já não é mais o paraíso seguro e próspero que a tornou tão atraente para tantos.

Parece que as notícias de mais um ataque terrorista islâmico começam a fazer parte da rotina diária do europeu, tão incomodado quando Israel se defende legitimamente dos ataques dos seus inimigos, mas agora revoltado quando esse mesmo tipo de terrorismo "em nome de Alá" lhe vem bater à porta...

Ciente da realidade atual de uma Europa cada vez mais invadida pelas hordes islâmicas oriundas do Médio Oriente e do Norte de África, o rabino de Barcelona Meir Bar-Hen emitiu um alerta aos cidadãos judeus que vivem em Espanha: "A Europa está perdida. Digo aos meus congregantes: Não pensem que estamos aqui para sempre. Encorajo-os até a comprarem propriedades em Israel."

Segundo o rabino, a comunidade judaica em Barcelona está "condenada", uma vez que as autoridades em Espanha não querem confrontar o islamismo radical, exatamente num país que na sua opinião se tem tornado num "centro para o terrorismo islâmico para toda a Europa" durante vários anos antes dos ataques de ontem e de hoje naquele país. 
 
Na sua intervenção de hoje, o rabino foi ainda mais longe nos seus avisos aos judeus espanhóis: "Este lugar está perdido. Não repitam o erro dos judeus argelinos e dos judeus venezuelanos. Mais vale sair cedo do que tarde."

Na opinião de Bar-Hen, parte do problema é a presença de uma grande comunidade muçulmana com "franjas radicais." Logo que essa gente esteja vivendo "no meio de nós" - disse o rabino em referência aos terroristas e seus apoiantes - "é muito difícil vermo-nos livres deles.

Eles vão simplesmente fortalecer-se." E o rabino aplicou essa situação à Europa inteira: "A Europa está perdida."

Shalom Israel Shalom
DeOlhOnafigueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário